Fechar
Publicidade

Quinta-Feira, 28 de Outubro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Setecidades

setecidades@dgabc.com.br | 4435-8319

S.Caetano terá UBS 24 horas para atender pacientes Covid

DGABC Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Cidade tenta descentralizar serviço prestado em UPA; hospital de campanha é reaberto


Yasmin Assagra
Do Diário do Grande ABC

23/03/2021 | 00:01


A Prefeitura de São Caetano quer descentralizar o atendimento de pacientes com Covid, que hoje é realizado na UPA (Unidade de Pronto Atendimento) Julio Marcucci Sobrinho, anexa ao Hospital de Emergências Albert Sabin. Para isso, a partir de amanhã, as 15 UBSs (Unidades Básica de Saúde) da cidade vão estar preparadas para fazer o primeiro atendimento e a testagem nos munícipes que estiverem com síndrome gripal. Além disso, a UBS Caterina Dall’Anese terá funcionamento 24 horas. 

“A ideia é descentralizar o atendimento. Os munícipes com sindrome gripal estavam indo todos para a UPA e lá juntava quem estava esperando pelos resultados dos testes, com os que estavam sendo medicados e os que estavam chegando, ou seja, ficava superlotada. Agora, vamos estender o atendimento para as 15 UBSs e transformar a Caterina Dall’Anese em 24 horas”, explicou o prefeito Tite Campanella (Cidadania).

Além do atendimento em todas as UBSs, São Caetano ganhou reforço importante no fim de semana, quando reabriu as portas do hospital de campanha, que fica dentro do Hospital São Caetano, no bairro Santo Antônio. Serão 48 leitos de enfermaria e dois de UTI (Unidades de Terapia Intensiva), que, neste momento, serão utilizados como retaguarda e vão receber transferências de pacientes que estão acamados no Hospital Albert Sabin e no Complexo Hospitalar para que diminua a ocupação destes dois equipamentos, tido como referência no combate à Covid na cidade. 

Segundo a Prefeitura, existe a possibilidade de ampliar o hospital de campanha nos próximos dias com outros 28 leitos de UTI, mediante a chegada de equipamentos e materiais que estão em falta no mercado – como bombas de infusão e respiradores. A demora da chegada de materiais também atrapalhou a reabertura do hospital, divulgada ainda em fevereiro. 

“Demorou por causa do fornecimento de oxigênio, mas o abastecimento chegou e agora vamos acompanhar todas as mudanças que temos que fazer para que o hospital de campanha funcione cada vez melhor”, comentou Tite, em vídeo publicado nas redes sociais. 

A Prefeitura reforça que o hospital de campanha não terá portas abertas, ou seja, apenas vai receber transferências de outros centros médicos da cidades, como os hospitais e as UBSs. “Com as descentralização do atendimento da UPA tínhamos uma porta de entrada para o munícipe e agora teremos 15, que são as UBSs. Esses devem ser os locais que o munícipe deve procurar caso tenha algum sintoma da Covid”, reforçou o prefeito. 

Com o hospital de campanha, São Caetano passa de 48 para 96 leitos de enfermaria e de 50 para 80 as vagas de UTI na rede municipal.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;