Fechar
Publicidade

Sexta-Feira, 18 de Junho

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Setecidades

setecidades@dgabc.com.br | 4435-8319

Assim como São Paulo, Grande ABC também vai adiantar feriados

Banco de Dados/DGABC Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Ideia é que moradores das sete cidades fiquem reclusos de 27 de março a 4 de abril


Marcela Ibelli
Do Diário do Grande ABC

22/03/2021 | 16:22


 

 

Na tarde desta segunda-feira (22), o Consórcio Intermunicipal se reuniu e decidiu que assim como a Capital, vai antecipar quatro feriados. A pausa começa no sábado (27) e segue até dia 4 de abril (domingo), totalizando nove dias. A ação é estratégia para tentar diminuir a infeção pelo coronavírus. Neste período, setores considerados essenciais deverão encerrar suas atividades às 17h, com exceção dos hospitais públicos e privados, serviços de saúde de urgência e emergência, farmácias, laboratórios, hospitais veterinários e demais serviços de natureza essencial ao funcionamento dos serviços de saúde.

A circulação de pessoas no transporte público será restrita aos funcionários de serviços essenciais. Além disso, a comercialização de bebida alcoólica no período estará proibida. As restrições serão regulamentadas por meio de decretos das prefeituras do Grande ABC. O colegiado de prefeitos também deliberou o envio de um ofício ao secretário estadual dos Transportes Metropolitanos, Alexandre Baldy, visando à adesão dos equipamentos geridos pelo Governo do Estado às medidas de contenção da Covid-19. 

"Nós gostaríamos mesmo era fazer o lockdown. A decisão de não colocar isso em prática nos chateou muito. Nós entendemos que só vamos conseguir controlar os números de infectados e mortos com o Estado dez dias fechado, pelo menos", disse o prefeito de Ribeirão Pires, Clóvis Volpi (PV), ao comentar em live a antecipação. Neste domingo (21), reunião on-line entre os prefeitos da Região Metropolitana junto com o Secretário de Desenvolvimento Regional do Estado de São Paulo, Marco Vinholi, frustrou as expectativas de definição sobre o lockdown. Questionado pelo Diário, o Estado ressaltou que, conforme entendimento do STF (Supremo Tribunal Federal), os municípios têm a prerrogativa de adotar mais restrições no enfrentamento à pandemia do que as que já contemplam o Plano São Paulo, “e se o fizerem, contarão com o apoio do Estado.”

(Com Yara Ferraz)

.

 

 



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;