Fechar
Publicidade

Quarta-Feira, 23 de Junho

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Esportes

esportes@dgabc.com.br | 4435-8384

Wilson Júnior diz encarar maior desafio da carreira no São Caetano

DGABC Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Treinador ignorou problemas do Azulão para participar desta reconstrução da agremiação


Dérek Bittencourt

21/03/2021 | 00:02


A temporada 2021 tem uma palavra de ordem no São Caetano: reconstrução. O ex-jogador e ex-treinador Fabinho Félix assumiu a função de coordenador geral e trouxe para comandar o time Wilson Júnior, técnico com grande identificação no vizinho São Bernardo FC, mas que pela amizade com o dirigente aceitou o desafio, o qual define sem titubear: é o maior de sua carreira de oito anos na função.

“Conheço o Fábio (Félix) há muito tempo. Conhece meu trabalho. Me contou sobre o projeto e me fez a proposta num dia, no outro conversamos de novo. Até por se tratar do Fábio, pelo profissional que é e por abrir tudo o que tinha acontecido, o que estava acontecendo e como poderíamos resolver a situação, aceitei”, recorda Wilson Júnior.

Depois de conquistar o acesso à Série A-1, com o título da A-2, o São Caetano entrou em profunda crise. Os problemas financeiros se agravaram, resultaram em verdadeira debandada do elenco – com direito a dezenas de ações judiciais e trabalhistas por atrasos salariais – e tudo isso refletiu em campo, com direito a uma derrota por WO e uma goleada sofrida por 9 a 0, ambas pela Série D do Brasileiro. 

“É o maior desafio da minha carreira, por se tratar do São Caetano, uma equipe tradicional como é, no Paulistão e, mais do que isso, para reconstruir uma equipe num campeonato que equipes das séries A e B do Brasileiro vieram em sequência, outras das séries C e D só enxertaram o elenco, enquanto nós tivemos que partir do começo, com recurso pequeno, com jogadores chegando sete dias antes da primeira rodada. Mas todos estamos muito imbuídos de fazer dar certo e vamos conseguir”, afirmou Wilson Júnior, que espera ser ídolo do Azulão, como é no Tigre. “Tenho história linda no São Bernardo FC de muitos anos como atleta e treinador, que não irá apagar, mas agora é outro momento e espero construir grande história no São Caetano também.”

Até agora, no Paulistão, o São Caetano fez quatro jogos e somou um ponto, justamente no clássico contra o Santo André. Por outro lado, foi derrotado por Red Bull Bragantino, Palmeiras e Corinthians, trio da Série A do Brasileiro. “A tabela foi um pouco cruel conosco, porque pegamos três equipes que vinham em sequência de jogos. Sofremos um pouco nestes jogos. Mas contra o Corinthians nossa equipe deu resposta legal. Não foi o resultado que a gente queria, mas nos deu esperança, motivação e um Norte em relação ao trabalho para darmos sequência.”

Em razão dos problemas na Justiça, o São Caetano teve as cotas da Federação bloqueadas. Assim, o clube recorreu a parceiros e investidores para montagem do elenco e o treinador garante: não há intromissão sobre escalação de jogadores.”Não tem interferência nenhuma”, garantiu Wilson Júnior, que admitiu que o clube segue em busca de reforços. “Estamos esperando algumas coisas para que possamos fechar o elenco”, concluiu. 



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;