Fechar
Publicidade

Quinta-Feira, 21 de Novembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Esportes

esportes@dgabc.com.br | 4435-8384

Dunga se mostra preocupado com setor ofensivo na Seleção


Do Diário OnLine

20/06/2007 | 22:00


O técnico da Seleção Brasileira, Dunga, admitiu que sua principal preocupação na Seleção Brasileira está no setor ofensivo. No treino desta quarta-feira, em Teresópolis (RJ), o último da equipe antes de embarcar à Venezuela para disputar a Copa América, apenas um gol foi marcado, por Afonso, na vitória por 1 a 0 dos titulares sobre os reservas.

“É natural que a gente possa trabalhar a defesa e depois o ataque do time. O Brasil se expõe muito e por isso precisa ter uma boa cobertura. Agora, queremos dar uma movimentação maior ao ataque, para que ele possam ir se soltando”, assinalou.

O treinador brasileiro disse ainda que tem conversado bastante com seu auxiliar Jorginho sobre o time e deixou claro que a equipe titular só será revelado no início da competição continental. O Brasil estréia no dia 27 de junho contra o México.

No treino desta quarta, estavam entre os titulares no início Doni, Maicon, Alex, Juan e Gilberto; Gilberto Silva, Mineiro, Elano e Diego; Robinho e Vágner Love. O time reserva foi escalado com Helton, Ratinho, Alex Silva, Naldo e Kleber; Fernando, Josué, Júlio Baptista e Ânderson; Afonso e Fred.

A única mudança deve ser entre os goleiros. Dunga deixou Helton, número 1 da seleção, na equipe reserva e Doni no time principal. No segundo tempo, que teve somente 22 minutos, o treinador colocou Fernando, Anderson, Afonso e Fred nas vagas de Elano, Diego, Robinho e Vágner Love, respectivamente.

Satisfeito - “Valeu pela movimentação, foi a primeira vez que a equipe treinou junta. Todos estão buscando o espaço e sabem de que o importante é estar na Seleção Brasileira”, afirmou o treinador após o coletivo.

Dunga aprovou principalmente os lances pelas laterais do campo. “A eficiência das jogadas pelas alas, como tudo no futebol, é uma questão de repetição”, disse o comandante.

O treinador ainda lembrou que a jogada do gol de Afonso saiu pela lateral-esquerda. “A característica de Gilberto foi muito bem aproveitada. Ele não cruza, passa a bola”, ressaltou.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Dunga se mostra preocupado com setor ofensivo na Seleção

Do Diário OnLine

20/06/2007 | 22:00


O técnico da Seleção Brasileira, Dunga, admitiu que sua principal preocupação na Seleção Brasileira está no setor ofensivo. No treino desta quarta-feira, em Teresópolis (RJ), o último da equipe antes de embarcar à Venezuela para disputar a Copa América, apenas um gol foi marcado, por Afonso, na vitória por 1 a 0 dos titulares sobre os reservas.

“É natural que a gente possa trabalhar a defesa e depois o ataque do time. O Brasil se expõe muito e por isso precisa ter uma boa cobertura. Agora, queremos dar uma movimentação maior ao ataque, para que ele possam ir se soltando”, assinalou.

O treinador brasileiro disse ainda que tem conversado bastante com seu auxiliar Jorginho sobre o time e deixou claro que a equipe titular só será revelado no início da competição continental. O Brasil estréia no dia 27 de junho contra o México.

No treino desta quarta, estavam entre os titulares no início Doni, Maicon, Alex, Juan e Gilberto; Gilberto Silva, Mineiro, Elano e Diego; Robinho e Vágner Love. O time reserva foi escalado com Helton, Ratinho, Alex Silva, Naldo e Kleber; Fernando, Josué, Júlio Baptista e Ânderson; Afonso e Fred.

A única mudança deve ser entre os goleiros. Dunga deixou Helton, número 1 da seleção, na equipe reserva e Doni no time principal. No segundo tempo, que teve somente 22 minutos, o treinador colocou Fernando, Anderson, Afonso e Fred nas vagas de Elano, Diego, Robinho e Vágner Love, respectivamente.

Satisfeito - “Valeu pela movimentação, foi a primeira vez que a equipe treinou junta. Todos estão buscando o espaço e sabem de que o importante é estar na Seleção Brasileira”, afirmou o treinador após o coletivo.

Dunga aprovou principalmente os lances pelas laterais do campo. “A eficiência das jogadas pelas alas, como tudo no futebol, é uma questão de repetição”, disse o comandante.

O treinador ainda lembrou que a jogada do gol de Afonso saiu pela lateral-esquerda. “A característica de Gilberto foi muito bem aproveitada. Ele não cruza, passa a bola”, ressaltou.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;