Fechar
Publicidade

Segunda-Feira, 15 de Agosto

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

automoveis@dgabc.com.br | 4435-8337

Senado aprova projeto que pode mudar a cobrança de pedágios no Brasil

 Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Leo Alves
Do Garagem360

11/03/2021 | 17:48


O Senado aprovou um projeto de lei na última quarta-feira (10) que pode impactar diretamente a cobrança de pedágios. A nova lei alteraria o formato do pagamento, que hoje é fixo de acordo com a categoria do veículo. Em vez disso, a cobrança seria realizada de modo proporcional à distância que o motorista percorreu.

Embora tenha sido aprovado pelo Senado, o projeto de lei ainda precisa ser votado na Câmara dos Deputados e, caso a casa aprove o texto, ele ainda precisaria ser validado pelo presidente da República.

Mudança na cobrança de pedágios

Caso entre em vigor, o novo estilo não seria uma exclusividade brasileira. Há outros países que já adotam um sistema semelhante para a cobrança do pedágio.

O projeto brasileiro diz que as atuais praças de pedágio seriam trocadas por um sistema capaz de detectar e registrar os veículos, e que será instalado nas estradas. Porém, os motoristas seriam obrigados por lei a adequarem seus veículos, sendo os responsáveis pela instalação dos identificadores.

LEIA MAIS: Stellantis inicia produção dos novos motores turbo no Brasil

Saiba como ler as informações dos pneus do carro

A principal ideia com essa mudança é criar uma cobrança mais justa para quem roda uma distância menor. Vale lembrar que o valor do pedágio é igual para todos os motoristas no modelo atual, independentemente de quantos quilômetros foram percorridos – seja 1 km ou 100 km. No novo modelo, ao menos no projeto, quem roda pouco pagaria menos.



Quer receber em primeira mão as notícias das sete cidades do Grande ABC?

Entre no nosso grupo de WhatsApp. 
Clique aqui.
 

Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;