Fechar
Publicidade

Terça-Feira, 20 de Abril

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Economia

economia@dgabc.com.br | 4435-8057

Bolsas de NY fecham mistas, com movimento de rotação por conta do pacote fiscal



08/03/2021 | 18:43


As bolsas de Nova York fecharam sem direção única nesta segunda-feira, 8, em mais um pregão marcado por volatilidade diante do movimento de rotação no mercado acionário americano, que é impulsionado pela aprovação do pacote de estímulos de US$ 1,9 trilhão pelo Senado dos Estados Unidos. Ações de grandes empresas de tecnologia registraram fortes perdas e penalizaram o Nasdaq, enquanto o índice Dow Jones, menos ligado às big techs, chegou a renovar seu recorde histórico intraday.

O Dow Jones avançou 0,97% hoje, aos 31.802,44 pontos, enquanto o S&P 500 recuou 0,54%, aos 3.821,35 pontos, após oscilar entre perdas e ganhos nesta sessão. Já o Nasdaq despencou 2,41%, aos 12.609,16 pontos. Todas as cinco maiores companhias americanas do setor - Apple (-4,17%), Facebook (-3,39%), Amazon (-1,62%), Microsoft (-1,82%) e Alphabet (-4,27%), controladora do Google - fecharam em fortes quedas hoje. Já a Tesla, quarta ação de maior peso no Nasdaq, recuou 5,84%.

Principal driver da bolsa nova-iorquina hoje, o pacote fiscal de US$ 1,9 trilhão foi aprovado pelo Senado americano neste fim de semana, contribuindo para alimentar perspectivas de alta da inflação e recuperação acelerada nos EUA. O projeto ainda passará por uma nova avaliação da Câmara dos Representantes.

Apesar de dirigentes do Federal Reserve (Fed, o banco central americano) e da secretária do Tesouro, Janet Yellen, minimizarem o suposto risco inflacionário que vem com o pacote, o mercado precifica uma possível aceleração do nível de preços ao mover seu foco para ações de empresas que foram afetadas pela pandemia do coronavírus, diante da aproximação da reabertura econômica, segundo explica o JP Morgan Chase, em relatório.

O avanço do pacote fiscal ainda resultou em uma nova alta dos juros dos Treasuries hoje, outro fator que tem pressionado as bolsas, especialmente ações de setores que apresentaram forte crescimento durante a pandemia de coronavírus, como os de tecnologia e telecomunicações. A plataforma de videoconferências Zoom, por exemplo, recuou 7,85% hoje.

Entre ações que se destacaram positivamente hoje, a General Electric teve ganhos de 3,97% após o Wall Street Journal noticiar que a companhia vai unir sua carteira de leasing aéreo com a da AerCap. Juntas, as duas empresas teriam quase US$ 80 bilhões em ativos combinados.

O setor aéreo também registrou bom desempenho, com altas expressivas de United Airlines, American Airlines e Delta, de 7,01%, 4,99% e 3,57%, respectivamente. A aprovação do pacote fiscal, que destina US$ 14 bilhões às companhias do setor, fez com que investidores se voltassem a estes papéis.

Contato: gabriel.caldeira@estadao.com



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Bolsas de NY fecham mistas, com movimento de rotação por conta do pacote fiscal


08/03/2021 | 18:43


As bolsas de Nova York fecharam sem direção única nesta segunda-feira, 8, em mais um pregão marcado por volatilidade diante do movimento de rotação no mercado acionário americano, que é impulsionado pela aprovação do pacote de estímulos de US$ 1,9 trilhão pelo Senado dos Estados Unidos. Ações de grandes empresas de tecnologia registraram fortes perdas e penalizaram o Nasdaq, enquanto o índice Dow Jones, menos ligado às big techs, chegou a renovar seu recorde histórico intraday.

O Dow Jones avançou 0,97% hoje, aos 31.802,44 pontos, enquanto o S&P 500 recuou 0,54%, aos 3.821,35 pontos, após oscilar entre perdas e ganhos nesta sessão. Já o Nasdaq despencou 2,41%, aos 12.609,16 pontos. Todas as cinco maiores companhias americanas do setor - Apple (-4,17%), Facebook (-3,39%), Amazon (-1,62%), Microsoft (-1,82%) e Alphabet (-4,27%), controladora do Google - fecharam em fortes quedas hoje. Já a Tesla, quarta ação de maior peso no Nasdaq, recuou 5,84%.

Principal driver da bolsa nova-iorquina hoje, o pacote fiscal de US$ 1,9 trilhão foi aprovado pelo Senado americano neste fim de semana, contribuindo para alimentar perspectivas de alta da inflação e recuperação acelerada nos EUA. O projeto ainda passará por uma nova avaliação da Câmara dos Representantes.

Apesar de dirigentes do Federal Reserve (Fed, o banco central americano) e da secretária do Tesouro, Janet Yellen, minimizarem o suposto risco inflacionário que vem com o pacote, o mercado precifica uma possível aceleração do nível de preços ao mover seu foco para ações de empresas que foram afetadas pela pandemia do coronavírus, diante da aproximação da reabertura econômica, segundo explica o JP Morgan Chase, em relatório.

O avanço do pacote fiscal ainda resultou em uma nova alta dos juros dos Treasuries hoje, outro fator que tem pressionado as bolsas, especialmente ações de setores que apresentaram forte crescimento durante a pandemia de coronavírus, como os de tecnologia e telecomunicações. A plataforma de videoconferências Zoom, por exemplo, recuou 7,85% hoje.

Entre ações que se destacaram positivamente hoje, a General Electric teve ganhos de 3,97% após o Wall Street Journal noticiar que a companhia vai unir sua carteira de leasing aéreo com a da AerCap. Juntas, as duas empresas teriam quase US$ 80 bilhões em ativos combinados.

O setor aéreo também registrou bom desempenho, com altas expressivas de United Airlines, American Airlines e Delta, de 7,01%, 4,99% e 3,57%, respectivamente. A aprovação do pacote fiscal, que destina US$ 14 bilhões às companhias do setor, fez com que investidores se voltassem a estes papéis.

Contato: gabriel.caldeira@estadao.com

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;