Fechar
Publicidade

Segunda-Feira, 19 de Abril

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Cultura & Lazer

cultura@dgabc.com.br | 4435-8364

Creone, vocalista do Trio Parada Dura, recebe primeira dose da vacina contra a Covid-19



08/03/2021 | 13:10


No dia 7 de março, o cantor Creone do grupo Trio Parada Dura, recebeu a primeira dose da vacina contra a Covid-19. De acordo com o colunista Leo Dias, a aplicação do imunizante foi feita em Uberlândia, cidade de Minas Gerais, onde o cantor mora com a família.

Aos 80 anos de idade, Creone incentivou o público a procurar pela vacina, e fez uma homenagem ao músico Parrerito, integrante do Trio Parada Dura que morreu em decorrência do novo coronavírus em 2020:

- Hoje recebi uma picada de esperança. Esperei muito por este dia, porque sentimos na pele a dor da perda. Vou orar para que o Brasil possa dar esta dose de confiança para todos. Acredite na ciência, viu, gente? Tomem a vacina no dia certo, porque ela é a única que vai salvar. Quero fazer uma homenagem ao meu parceiro Parrerito, que eu perdi no dia 13 de setembro, pela Covid.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Creone, vocalista do Trio Parada Dura, recebe primeira dose da vacina contra a Covid-19


08/03/2021 | 13:10


No dia 7 de março, o cantor Creone do grupo Trio Parada Dura, recebeu a primeira dose da vacina contra a Covid-19. De acordo com o colunista Leo Dias, a aplicação do imunizante foi feita em Uberlândia, cidade de Minas Gerais, onde o cantor mora com a família.

Aos 80 anos de idade, Creone incentivou o público a procurar pela vacina, e fez uma homenagem ao músico Parrerito, integrante do Trio Parada Dura que morreu em decorrência do novo coronavírus em 2020:

- Hoje recebi uma picada de esperança. Esperei muito por este dia, porque sentimos na pele a dor da perda. Vou orar para que o Brasil possa dar esta dose de confiança para todos. Acredite na ciência, viu, gente? Tomem a vacina no dia certo, porque ela é a única que vai salvar. Quero fazer uma homenagem ao meu parceiro Parrerito, que eu perdi no dia 13 de setembro, pela Covid.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;