Fechar
Publicidade

Domingo, 18 de Abril

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Economia

economia@dgabc.com.br | 4435-8057

Nova alta para gasolina e diesel reduzem, mas não eliminam defasagem, diz Abicom



08/03/2021 | 12:40


Os novos aumentos dos combustíveis anunciados nesta segunda-feira, 8, pela Petrobras, de 9,2% para a gasolina e de 5,5% para o diesel, que irão vigorar a partir da terça-feira, 9, nas refinarias, reduzem mas ainda não equiparam os preços da estatal ao Preço de Paridade de Importação (PPI), informou o presidente da Associação Brasileira dos Importadores de Combustíveis (Abicom), Sérgio Araújo.

"Com os aumentos anunciados hoje, as defasagens médias em relação aos preços de paridade para importações cairão para R$0,05/l para gasolina e R$0,10/l para o diesel", informou Araújo.

Com isso, um novo aumento pode ser feito se o petróleo continuar em alta. Nesta segunda-feira, a commodity opera com cotação para maio próxima dos US$ 70 o barril.

O diesel vai subir R$ 0,15 por litro e a gasolina será de R$ 0,23 por litro a partir da terça nas refinarias da Petrobras. Os novos preços a serem praticados pela estatal serão de R$ 2,86 por litro para o diesel, mais 5,5% em relação ao último aumento, em 2 de março, e de R$ 2,84 por litro para a gasolina, 9,2% acima do último aumento na mesma data.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Nova alta para gasolina e diesel reduzem, mas não eliminam defasagem, diz Abicom


08/03/2021 | 12:40


Os novos aumentos dos combustíveis anunciados nesta segunda-feira, 8, pela Petrobras, de 9,2% para a gasolina e de 5,5% para o diesel, que irão vigorar a partir da terça-feira, 9, nas refinarias, reduzem mas ainda não equiparam os preços da estatal ao Preço de Paridade de Importação (PPI), informou o presidente da Associação Brasileira dos Importadores de Combustíveis (Abicom), Sérgio Araújo.

"Com os aumentos anunciados hoje, as defasagens médias em relação aos preços de paridade para importações cairão para R$0,05/l para gasolina e R$0,10/l para o diesel", informou Araújo.

Com isso, um novo aumento pode ser feito se o petróleo continuar em alta. Nesta segunda-feira, a commodity opera com cotação para maio próxima dos US$ 70 o barril.

O diesel vai subir R$ 0,15 por litro e a gasolina será de R$ 0,23 por litro a partir da terça nas refinarias da Petrobras. Os novos preços a serem praticados pela estatal serão de R$ 2,86 por litro para o diesel, mais 5,5% em relação ao último aumento, em 2 de março, e de R$ 2,84 por litro para a gasolina, 9,2% acima do último aumento na mesma data.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;