Fechar
Publicidade

Quarta-Feira, 14 de Abril

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Esportes

esportes@dgabc.com.br | 4435-8384

Roger Federer garante estar sem dores para volta às quadras e mira Wimbledon



08/03/2021 | 08:40


O suíço Roger Federer já tem data para sua volta às quadras depois de ficar mais de um ano longe das competições e de passar por duas cirurgias no joelho direito. A organização do ATP 250 de Doha, no Catar, disputado em quadras rápidas, programou para quarta-feira a estreia do ex-número 1 do mundo. Já pelas oitavas de final, ele enfrentará o vencedor do duelo entre o francês Jeremy Chardy e o britânico Daniel Evans, que será nesta terça.

Cada vez mais perto do retorno, Federer garante estar livre de dores e lesões e que as condições físicas do joelho vão definir o tempo que resta em sua carreira. "Acho que o joelho ditará como será a minha recuperação, como serão os meus resultados e por quanto tempo ainda posso continuar jogando", disse Federer em entrevista coletiva.

"Eu sei que é raro um cara de quase 40 anos (tem 39) voltar depois de um ano de afastamento e fiquei surpreso com o tempo que demorou para voltar, mas tomei uma decisão bem cedo com minha equipe de que não queria ter pressa para voltar ao circuito. É importante que eu esteja livre de lesões, sem dor e possa realmente me divertir em quadra", prosseguiu o suíço.

Vencedor de 20 títulos de Grand Slam e 103 torneios no circuito profissional da ATP, Federer não estabeleceu metas de resultados para os primeiros torneios e já está feliz por voltar. "Seja como for este torneio, ficarei feliz porque terei disputado um torneio novamente", admitiu. "As expectativas são muito baixas, mas espero poder surpreender a mim mesmo e talvez aos outros. Sei que as pessoas vão pensar que o normal é que eu consiga títulos, finais ou semifinais e estou feliz que as pessoas pensem em mim dessa forma, mas, honestamente, as minhas expectativas são completamente diferentes".

O grande objetivo para o suíço é estar em plenas condições durante Wimbledon, o terceiro Grand Slam da temporada, em Londres, entre 28 de junho e 11 de julho. "Neste momento, vamos ver como vão os jogos. Vamos ver como estão os treinamos dos caras top. Ainda preciso ficar mais forte, melhor, mais rápido e tudo mais. Espero estar 100% em Wimbledon. E a partir daí, a temporada realmente começa para mim", comentou.

"Posso me surpreender. Na verdade, eu já treinei nas últimas três semanas. Fiquei surpreso com o quão bem eu realmente fui. Mas sabemos que os jogos diferentes, então agora eu apenas penso em dia após dia. Estou feliz por estar de volta ao circuito novamente", completou Federer.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Roger Federer garante estar sem dores para volta às quadras e mira Wimbledon


08/03/2021 | 08:40


O suíço Roger Federer já tem data para sua volta às quadras depois de ficar mais de um ano longe das competições e de passar por duas cirurgias no joelho direito. A organização do ATP 250 de Doha, no Catar, disputado em quadras rápidas, programou para quarta-feira a estreia do ex-número 1 do mundo. Já pelas oitavas de final, ele enfrentará o vencedor do duelo entre o francês Jeremy Chardy e o britânico Daniel Evans, que será nesta terça.

Cada vez mais perto do retorno, Federer garante estar livre de dores e lesões e que as condições físicas do joelho vão definir o tempo que resta em sua carreira. "Acho que o joelho ditará como será a minha recuperação, como serão os meus resultados e por quanto tempo ainda posso continuar jogando", disse Federer em entrevista coletiva.

"Eu sei que é raro um cara de quase 40 anos (tem 39) voltar depois de um ano de afastamento e fiquei surpreso com o tempo que demorou para voltar, mas tomei uma decisão bem cedo com minha equipe de que não queria ter pressa para voltar ao circuito. É importante que eu esteja livre de lesões, sem dor e possa realmente me divertir em quadra", prosseguiu o suíço.

Vencedor de 20 títulos de Grand Slam e 103 torneios no circuito profissional da ATP, Federer não estabeleceu metas de resultados para os primeiros torneios e já está feliz por voltar. "Seja como for este torneio, ficarei feliz porque terei disputado um torneio novamente", admitiu. "As expectativas são muito baixas, mas espero poder surpreender a mim mesmo e talvez aos outros. Sei que as pessoas vão pensar que o normal é que eu consiga títulos, finais ou semifinais e estou feliz que as pessoas pensem em mim dessa forma, mas, honestamente, as minhas expectativas são completamente diferentes".

O grande objetivo para o suíço é estar em plenas condições durante Wimbledon, o terceiro Grand Slam da temporada, em Londres, entre 28 de junho e 11 de julho. "Neste momento, vamos ver como vão os jogos. Vamos ver como estão os treinamos dos caras top. Ainda preciso ficar mais forte, melhor, mais rápido e tudo mais. Espero estar 100% em Wimbledon. E a partir daí, a temporada realmente começa para mim", comentou.

"Posso me surpreender. Na verdade, eu já treinei nas últimas três semanas. Fiquei surpreso com o quão bem eu realmente fui. Mas sabemos que os jogos diferentes, então agora eu apenas penso em dia após dia. Estou feliz por estar de volta ao circuito novamente", completou Federer.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;