Fechar
Publicidade

Quarta-Feira, 21 de Abril

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Internacional

internacional@dgabc.com.br | 4435-8301

Cumpriremos acordo nuclear se EUA suspenderem sanções, diz presidente do Irã



07/03/2021 | 16:46


O presidente iraniano Rasán Ruhani declarou neste domingo, 7, que está disposto a reiniciar passos em direção ao cumprimento do acordo nuclear se os Estados Unidos revogar as sanções econômicas impostas contra o Irã.

"O Irã está pronto para tomar medidas compensatórias imediatas com base no acordo nuclear e cumprir seus compromissos no momento em que os Estados Unidos suspenderem as sanções ilegais e abandonarem a política de ameaças e pressões", declarou Ruhani em reunião com o ministro das Relações Exteriores.

O presidente iraniano criticou os países signatários do acordo de 2015, acusando-os de ignorar compromissos, afirmando que o Irã foi o único país que cumpriu o pacto.

Sob a presidência de Donald Trump em 2018, os Estados Unidos retiraram-se unilateralmente do acordo, no qual o Irã prometia limitar atividades nucleares em troca de alívio das sanções internacionais. Quando Washington, sob o governo republicano, impôs sanções e mais tarde acrescentou outras, o Irã gradualmente abandonou os limites impostos pelo acordo.

A República da Irlanda atua como mediadora na implementação do acordo nuclear, e já se posicionou afirmando que a decisão de Trump em abandonar o acordo foi um erro. Contudo, o novo mediador do acordo, observou que a nova administração em Washington está pronta para retomá-lo.

Em dezembro, o parlamento iraniano aprovou uma lei que estipula a suspensão de algumas das inspeções internacionais de suas instalações nucleares se os signatários europeus do acordo não aliviarem as sanções aos setores bancário e de petróleo iranianos. Fonte: Associated Press



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Cumpriremos acordo nuclear se EUA suspenderem sanções, diz presidente do Irã


07/03/2021 | 16:46


O presidente iraniano Rasán Ruhani declarou neste domingo, 7, que está disposto a reiniciar passos em direção ao cumprimento do acordo nuclear se os Estados Unidos revogar as sanções econômicas impostas contra o Irã.

"O Irã está pronto para tomar medidas compensatórias imediatas com base no acordo nuclear e cumprir seus compromissos no momento em que os Estados Unidos suspenderem as sanções ilegais e abandonarem a política de ameaças e pressões", declarou Ruhani em reunião com o ministro das Relações Exteriores.

O presidente iraniano criticou os países signatários do acordo de 2015, acusando-os de ignorar compromissos, afirmando que o Irã foi o único país que cumpriu o pacto.

Sob a presidência de Donald Trump em 2018, os Estados Unidos retiraram-se unilateralmente do acordo, no qual o Irã prometia limitar atividades nucleares em troca de alívio das sanções internacionais. Quando Washington, sob o governo republicano, impôs sanções e mais tarde acrescentou outras, o Irã gradualmente abandonou os limites impostos pelo acordo.

A República da Irlanda atua como mediadora na implementação do acordo nuclear, e já se posicionou afirmando que a decisão de Trump em abandonar o acordo foi um erro. Contudo, o novo mediador do acordo, observou que a nova administração em Washington está pronta para retomá-lo.

Em dezembro, o parlamento iraniano aprovou uma lei que estipula a suspensão de algumas das inspeções internacionais de suas instalações nucleares se os signatários europeus do acordo não aliviarem as sanções aos setores bancário e de petróleo iranianos. Fonte: Associated Press

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;