Fechar
Publicidade

Sábado, 17 de Abril

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Internacional

internacional@dgabc.com.br | 4435-8301

Itália quer vacinar toda população até o fim do verão local



07/03/2021 | 16:41


O ministro da Saúde da Itália, Roberto Speranza, afirmou à televisão estatal neste domingo, 7, que todos os italianos que quiserem ser vacinados contra a covid-19 poderão fazê-lo até o fim do verão local que termina em 22 de setembro. Segundo ele, o país espera receber mais de 50 milhões de doses no segundo trimestre deste ano, entre elas a da Johnson & Johnson, que é de dose única, cuja aprovação deve ocorrer em breve por autoridades da União Europeia. Até este domingo, havia 3,7 milhões de italianos com ao menos uma dose de vacina contra o vírus, pouco mais de 5% da população do país. Epidemiologistas temem que a Itália enfrente novo pico de infecções em cerca de duas semanas, após um aumento dos casos nos últimos dias.

No Reino Unido, o país informou que 22,2 milhões de pessoas já haviam recebido ao menos uma dose da vacina. O país reportou 5.177 novos casos da doença neste domingo, uma queda ante os 6.040 do dia anterior. Com o avanço da imunização, os casos do vírus no país têm caído.

Ainda na Europa, Grécia e Espanha pressionavam a União Europeia para introduzir um "passaporte de vacina" digital para facilitar a entrada de turistas, fonte importante de receita para as duas economias. O bloco tem dito que estuda o tema. O Reino Unido, por sua vez, já disse que também considera a alternativa. (Com agências internacionais)



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Itália quer vacinar toda população até o fim do verão local


07/03/2021 | 16:41


O ministro da Saúde da Itália, Roberto Speranza, afirmou à televisão estatal neste domingo, 7, que todos os italianos que quiserem ser vacinados contra a covid-19 poderão fazê-lo até o fim do verão local que termina em 22 de setembro. Segundo ele, o país espera receber mais de 50 milhões de doses no segundo trimestre deste ano, entre elas a da Johnson & Johnson, que é de dose única, cuja aprovação deve ocorrer em breve por autoridades da União Europeia. Até este domingo, havia 3,7 milhões de italianos com ao menos uma dose de vacina contra o vírus, pouco mais de 5% da população do país. Epidemiologistas temem que a Itália enfrente novo pico de infecções em cerca de duas semanas, após um aumento dos casos nos últimos dias.

No Reino Unido, o país informou que 22,2 milhões de pessoas já haviam recebido ao menos uma dose da vacina. O país reportou 5.177 novos casos da doença neste domingo, uma queda ante os 6.040 do dia anterior. Com o avanço da imunização, os casos do vírus no país têm caído.

Ainda na Europa, Grécia e Espanha pressionavam a União Europeia para introduzir um "passaporte de vacina" digital para facilitar a entrada de turistas, fonte importante de receita para as duas economias. O bloco tem dito que estuda o tema. O Reino Unido, por sua vez, já disse que também considera a alternativa. (Com agências internacionais)

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;