Fechar
Publicidade

Terça-Feira, 20 de Abril

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Esportes

esportes@dgabc.com.br | 4435-8384

Governo da Colômbia diz que é improvável receber voo da seleção brasileira



06/03/2021 | 08:55


A situação das rodadas deste mês das Eliminatórias Sul-Americanas da Copa do Mundo de 2022 segue indefinida e o jogo do Brasil contra a seleção colombiana, marcado para o dia 26, pode ser adiado. O ministro da Saúde da Colômbia, Fernando Ruiz Gómez, considera que é improvável que o país libere a entrada de brasileiros em razão da pandemia do coronavírus.

"Hoje seria muito difícil a abertura de qualquer voo do Brasil. Qualquer voo. Não teria como justificar a abertura de um voo fretado frente a outras populações que também tem situações até humanitárias em relação ao Brasil. A epidemiologia não permite isso", justificou Gómez em entrevista à imprensa local.

O ministro colombiano argumentou que considera arriscado permitir a entrada da delegação brasileira no país principalmente em virtude da variante brasileira do coronavírus, que é mais contagiosa e mais resistente a anticorpos da doença, segundo estudo realizado por cientistas brasileiros e do Reino Unido.

"Temos que fechar esta porta de voos comerciais e fazer todo este esforço. Abrir esta possibilidade de voo fretado seria muito preocupante", disse o ministro.

O governo colombiano suspendeu voos vindos do Brasil desde o fim de janeiro para evitar a propagação da nova mutação do vírus. Atualmente, boa parte dos países do mundo estão com suas fronteiras fechadas para a entrada de brasileiros.

Com essa proibição, no mês passado, a seleção brasileira masculina de basquete teve sua entrada vetada em Cali para disputar duas rodadas da AmeriCup, uma espécie de Copa América. A equipe enfrentaria o Panamá e o Paraguai nos dias 21 e 22 de fevereiro, respectivamente.

Na ocasião, o Departamento de Epidemiologia da Colômbia enviou um comunicado à Confederação Brasileira de Basquete (CBB) para explicar a situação. "Em 2021, expedimos a resolução número 080 de medidas preventivas e de controle sanitário de passageiros provenientes do Brasil por conta do novo coronavírus. Considerando a situação da pandemia atual e a emergência de uma variante no Brasil com um comportamento clínico e epidemiológico diferente, e para salvaguardar o direito à saúde, não poderão ingressar no país", dizia a nota assinada pelo diretor da entidade, Julián Niño.

Neste sábado, o presidente da Fifa, Gianni Infantino, e o Conselho da Conmebol devem definir, em reunião virtual, uma solução para a rejeição de clubes europeus em ceder seus atletas para as partidas das Eliminatórias Sul-Americanas da Copa do Catar em março.

O time do técnico Tite é líder da competição, com quatro vitórias em quatro rodadas. A Colômbia aparece na sétima colocação, com quatro pontos conquistados.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Governo da Colômbia diz que é improvável receber voo da seleção brasileira


06/03/2021 | 08:55


A situação das rodadas deste mês das Eliminatórias Sul-Americanas da Copa do Mundo de 2022 segue indefinida e o jogo do Brasil contra a seleção colombiana, marcado para o dia 26, pode ser adiado. O ministro da Saúde da Colômbia, Fernando Ruiz Gómez, considera que é improvável que o país libere a entrada de brasileiros em razão da pandemia do coronavírus.

"Hoje seria muito difícil a abertura de qualquer voo do Brasil. Qualquer voo. Não teria como justificar a abertura de um voo fretado frente a outras populações que também tem situações até humanitárias em relação ao Brasil. A epidemiologia não permite isso", justificou Gómez em entrevista à imprensa local.

O ministro colombiano argumentou que considera arriscado permitir a entrada da delegação brasileira no país principalmente em virtude da variante brasileira do coronavírus, que é mais contagiosa e mais resistente a anticorpos da doença, segundo estudo realizado por cientistas brasileiros e do Reino Unido.

"Temos que fechar esta porta de voos comerciais e fazer todo este esforço. Abrir esta possibilidade de voo fretado seria muito preocupante", disse o ministro.

O governo colombiano suspendeu voos vindos do Brasil desde o fim de janeiro para evitar a propagação da nova mutação do vírus. Atualmente, boa parte dos países do mundo estão com suas fronteiras fechadas para a entrada de brasileiros.

Com essa proibição, no mês passado, a seleção brasileira masculina de basquete teve sua entrada vetada em Cali para disputar duas rodadas da AmeriCup, uma espécie de Copa América. A equipe enfrentaria o Panamá e o Paraguai nos dias 21 e 22 de fevereiro, respectivamente.

Na ocasião, o Departamento de Epidemiologia da Colômbia enviou um comunicado à Confederação Brasileira de Basquete (CBB) para explicar a situação. "Em 2021, expedimos a resolução número 080 de medidas preventivas e de controle sanitário de passageiros provenientes do Brasil por conta do novo coronavírus. Considerando a situação da pandemia atual e a emergência de uma variante no Brasil com um comportamento clínico e epidemiológico diferente, e para salvaguardar o direito à saúde, não poderão ingressar no país", dizia a nota assinada pelo diretor da entidade, Julián Niño.

Neste sábado, o presidente da Fifa, Gianni Infantino, e o Conselho da Conmebol devem definir, em reunião virtual, uma solução para a rejeição de clubes europeus em ceder seus atletas para as partidas das Eliminatórias Sul-Americanas da Copa do Catar em março.

O time do técnico Tite é líder da competição, com quatro vitórias em quatro rodadas. A Colômbia aparece na sétima colocação, com quatro pontos conquistados.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;