Fechar
Publicidade

Domingo, 18 de Abril

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Nacional

nacional@dgabc.com.br | 4435-8301

Duque de Caxias tem filas quilométricas após prefeito baixar idade de vacinação



05/03/2021 | 09:55


Filas quilométricas de veículos se formaram em Duque de Caxias, na Baixada Fluminense, na manhã desta sexta-feira, 5, após o prefeito da cidade, Washington Reis (MDB), decidir baixar a idade mínima de vacinação contra a covid-19 de 80 para 60 anos. O detalhe é que o município disponibilizou pouco mais de seis mil doses de vacinas - e a população estimada na cidade para essa faixa etária supera 85 mil pessoas.

O anúncio de que qualquer pessoa com mais de 60 anos poderia se vacinar foi publicado no site da prefeitura de Duque de Caxias na quinta-feira. O texto informa que nove pontos de vacinação instalados no distrito de Xerém aplicariam o imunizante.

Nesta sexta, as principais vias de acesso ao local estão completamente congestionadas. E nos locais onde as vacinas estão sendo aplicadas, centenas de pessoas se aglomeram em filas.

Na quinta-feira, o Ministério Público do Estado do Rio de Janeiro (MP-RJ), emitiu recomendação ao município para que seja observado o Plano Nacional de Imunização, que estabelece como grupo prioritário pessoas acima de 60 anos, mas com ressalvas.

No texto, o MP-RJ alerta que "a taxa de letalidade por covid-19 é maior de acordo com a elevação da faixa etária, de modo que um idoso com 79 anos é mais vulnerável, em tese, do que outro com 60 anos" e, portanto, recomenda "priorizar as idades mais elevadas dentre a faixa etária de 80 a 60 anos, tendo em vista a maior taxa de letalidade entre os mais idosos, evitando, desta forma, que pessoas mais jovens sejam vacinadas antes de pessoas mais idosas".

A reportagem pediu posicionamento à prefeitura de Duque de Caxias, mas ainda não obteve retorno até a publicação desta matéria. O espaço está aberto para manifestações.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Duque de Caxias tem filas quilométricas após prefeito baixar idade de vacinação


05/03/2021 | 09:55


Filas quilométricas de veículos se formaram em Duque de Caxias, na Baixada Fluminense, na manhã desta sexta-feira, 5, após o prefeito da cidade, Washington Reis (MDB), decidir baixar a idade mínima de vacinação contra a covid-19 de 80 para 60 anos. O detalhe é que o município disponibilizou pouco mais de seis mil doses de vacinas - e a população estimada na cidade para essa faixa etária supera 85 mil pessoas.

O anúncio de que qualquer pessoa com mais de 60 anos poderia se vacinar foi publicado no site da prefeitura de Duque de Caxias na quinta-feira. O texto informa que nove pontos de vacinação instalados no distrito de Xerém aplicariam o imunizante.

Nesta sexta, as principais vias de acesso ao local estão completamente congestionadas. E nos locais onde as vacinas estão sendo aplicadas, centenas de pessoas se aglomeram em filas.

Na quinta-feira, o Ministério Público do Estado do Rio de Janeiro (MP-RJ), emitiu recomendação ao município para que seja observado o Plano Nacional de Imunização, que estabelece como grupo prioritário pessoas acima de 60 anos, mas com ressalvas.

No texto, o MP-RJ alerta que "a taxa de letalidade por covid-19 é maior de acordo com a elevação da faixa etária, de modo que um idoso com 79 anos é mais vulnerável, em tese, do que outro com 60 anos" e, portanto, recomenda "priorizar as idades mais elevadas dentre a faixa etária de 80 a 60 anos, tendo em vista a maior taxa de letalidade entre os mais idosos, evitando, desta forma, que pessoas mais jovens sejam vacinadas antes de pessoas mais idosas".

A reportagem pediu posicionamento à prefeitura de Duque de Caxias, mas ainda não obteve retorno até a publicação desta matéria. O espaço está aberto para manifestações.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;