Fechar
Publicidade

Quarta-Feira, 21 de Abril

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Setecidades

setecidades@dgabc.com.br | 4435-8319

Grande ABC tem três cidades com 100% de leitos ocupados

Pixabay Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Diadema, Mauá e Ribeirão Pires atingiram a capacidade máxima nas vagas de emergência


Da Redação

05/03/2021 | 07:00


As internações em decorrência da Covid-19 seguem em níveis arlamantes no Grande ABC. Ontem, todas as cidades registravam níveis de ocupação dos leitos de UTI (Unidade de Terapia Intensiva) acima dos 80%, sendo que três delas estavam com as vagas de emergência totalmente lotadas.

Em Santo André são 88% dos leitos públicos e privados de UTIs ocupados, com 723 pessoas internadas. Já São Bernardo tem 86% das UTIs públicas preenchidas, com 335 acamados; São Caetano chegou a 80% de ocupação nos leitos de emergência municipal, com 55 pacientes; Diadema, Mauá e Ribeirão Pires atingiram 100% de ocupação. Rio Grande da Serra não possui leitos de emergência. A região espera habilitação de 120 leitos nos próximos dias, que serão custeados pelo Estado e devem ajudar a melhorar a situação.

Ontem as sete cidades registraram 276 novos casos de Covid, com total de 133.922 desde o início da pandemia. Foram confirmadas também 21 mortes, com 4.685 no total. Em contrapartida, já são 123.772 recuperados.

O Estado registrou 60.694 mortes e 2,08 milhões de casos confirmados. As taxas de ocupação dos leitos de UTI são de 77,9% na Grande São Paulo e 76,3% no Estado. O número de pacientes internados é de 17.802, sendo 9.910 em enfermaria e 7.892 em UTIs. Os 645 municípios têm pelo menos uma pessoa infectada, sendo 629 com um ou mais mortes.

NO BRASIL
Os registros da pandemia no País seguem acelerados. Depois de quebrar duas vezes seguidas o recorde de mortes em período de 24 horas nesta semana, com 1.641 na terça-feira e 1.910 na quarta-feira, ontem foram computadas mais 1.699 vítimas da Covid. Com isso, a média móvel subiu para 1.353 e o Brasil completou 43 dias seguidos com média de óbitos acima de 1.000 por dia.

Com os números de ontem, o total de mortes por Covid chegou a 260.970 no País, que ainda tem 2.886 óbitos em investigação por equipes de saúde. Isso porque há casos em que o diagnóstico sobre a causa só sai depois do falecimento do paciente.

Ontem o Brasil teve o segundo dia com mais novos casos registrados, com 75.102, ficando atrás apenas de 7 de janeiro, quando foram acrescidos às estatísticas 87.843 diagnósticos. O total de pessoas infectadas desde o início da pandemia chegou a 10.793.732, sendo que desses 9.637.020 já estão recuperados da doença.
 



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Grande ABC tem três cidades com 100% de leitos ocupados

Diadema, Mauá e Ribeirão Pires atingiram a capacidade máxima nas vagas de emergência

Da Redação

05/03/2021 | 07:00


As internações em decorrência da Covid-19 seguem em níveis arlamantes no Grande ABC. Ontem, todas as cidades registravam níveis de ocupação dos leitos de UTI (Unidade de Terapia Intensiva) acima dos 80%, sendo que três delas estavam com as vagas de emergência totalmente lotadas.

Em Santo André são 88% dos leitos públicos e privados de UTIs ocupados, com 723 pessoas internadas. Já São Bernardo tem 86% das UTIs públicas preenchidas, com 335 acamados; São Caetano chegou a 80% de ocupação nos leitos de emergência municipal, com 55 pacientes; Diadema, Mauá e Ribeirão Pires atingiram 100% de ocupação. Rio Grande da Serra não possui leitos de emergência. A região espera habilitação de 120 leitos nos próximos dias, que serão custeados pelo Estado e devem ajudar a melhorar a situação.

Ontem as sete cidades registraram 276 novos casos de Covid, com total de 133.922 desde o início da pandemia. Foram confirmadas também 21 mortes, com 4.685 no total. Em contrapartida, já são 123.772 recuperados.

O Estado registrou 60.694 mortes e 2,08 milhões de casos confirmados. As taxas de ocupação dos leitos de UTI são de 77,9% na Grande São Paulo e 76,3% no Estado. O número de pacientes internados é de 17.802, sendo 9.910 em enfermaria e 7.892 em UTIs. Os 645 municípios têm pelo menos uma pessoa infectada, sendo 629 com um ou mais mortes.

NO BRASIL
Os registros da pandemia no País seguem acelerados. Depois de quebrar duas vezes seguidas o recorde de mortes em período de 24 horas nesta semana, com 1.641 na terça-feira e 1.910 na quarta-feira, ontem foram computadas mais 1.699 vítimas da Covid. Com isso, a média móvel subiu para 1.353 e o Brasil completou 43 dias seguidos com média de óbitos acima de 1.000 por dia.

Com os números de ontem, o total de mortes por Covid chegou a 260.970 no País, que ainda tem 2.886 óbitos em investigação por equipes de saúde. Isso porque há casos em que o diagnóstico sobre a causa só sai depois do falecimento do paciente.

Ontem o Brasil teve o segundo dia com mais novos casos registrados, com 75.102, ficando atrás apenas de 7 de janeiro, quando foram acrescidos às estatísticas 87.843 diagnósticos. O total de pessoas infectadas desde o início da pandemia chegou a 10.793.732, sendo que desses 9.637.020 já estão recuperados da doença.
 

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;