Fechar
Publicidade

Segunda-Feira, 19 de Abril

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Esportes

esportes@dgabc.com.br | 4435-8384

Campeão mundial sub-17 em 2019 ganha sequência para virar novo reserva de Cássio



04/03/2021 | 07:20


Cássio ou Walter? Matheus Donelli. Depois de mais de três anos, a meta do Corinthians teve novo "dono" e logo em um clássico. Com apenas 18 anos, o goleiro foi o escolhido pelo técnico Vagner Mancini para ocupar a posição no empate por 2 a 2 com o Palmeiras, quarta-feira, na Neo Química Arena, pela segunda rodada do Campeonato Paulista.

Cássio se tornou titular da meta do Corinthians em 2012. Já Walter chegou ao time no ano seguinte. E eles têm se revezado na posição desde então, tanto que desde a vitória por 3 a 1 sobre o Fluminense no Campeonato Brasileiro de 2017, em 15 de novembro daquele ano, ou um ou o outro era titular do sistema defensivo. Naquela oportunidade, a posição foi ocupada por Caíque França, que ficou como opção no banco de reservas no clássico diante do Palmeiras.

Como Walter se transferiu ao Cuiabá, a disputa pela condição de reserva imediato de Cássio parece aberta, ainda mais pela opção de Mancini de utilizar Matheus Donelli na quarta-feira. E as oportunidades para ele devem prosseguir nos próximos dias, pois Cássio cumpre período de isolamento social após ter contraído o coronavírus, assim como Guilherme, outro goleiro do elenco profissional corintiano.

"São só 18 anos de vida, mas já são 10 de Corinthians. Foram 10 anos trabalhando pra esse dia chegar. Não foi o resultado dos sonhos, nem as circunstâncias, mas não posso deixar de registrar esse momento que vai marcar a minha carreira e a história da minha família. Estrear com essa camisa significa muitas coisas. Passou por mim um filme que começou no Parque São Jorge em 2011. Obrigado a todos pelas mensagens de apoio e a toda a Fiel torcida. Desejo pronta recuperação para todos os meus colegas para que voltem em breve", escreveu Matheus Donelli em publicação no Instagram, após o clássico de quarta-feira.

O goleiro, de 18 anos, foi titular da seleção brasileira na conquista do Mundial Sub-17 em 2019. Já Caíque França é mais experiente, tem 25 anos e atuou na temporada 2020 pelo Oeste.

Provavelmente com Matheus Donelli novamente no gol - e não Cássio ou o Walter -, o Corinthians voltará a jogar no domingo, quando vai receber a Ponte Preta, na Neo Química Arena, a partir das 11 horas, pela terceira rodada do Paulistão.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Campeão mundial sub-17 em 2019 ganha sequência para virar novo reserva de Cássio


04/03/2021 | 07:20


Cássio ou Walter? Matheus Donelli. Depois de mais de três anos, a meta do Corinthians teve novo "dono" e logo em um clássico. Com apenas 18 anos, o goleiro foi o escolhido pelo técnico Vagner Mancini para ocupar a posição no empate por 2 a 2 com o Palmeiras, quarta-feira, na Neo Química Arena, pela segunda rodada do Campeonato Paulista.

Cássio se tornou titular da meta do Corinthians em 2012. Já Walter chegou ao time no ano seguinte. E eles têm se revezado na posição desde então, tanto que desde a vitória por 3 a 1 sobre o Fluminense no Campeonato Brasileiro de 2017, em 15 de novembro daquele ano, ou um ou o outro era titular do sistema defensivo. Naquela oportunidade, a posição foi ocupada por Caíque França, que ficou como opção no banco de reservas no clássico diante do Palmeiras.

Como Walter se transferiu ao Cuiabá, a disputa pela condição de reserva imediato de Cássio parece aberta, ainda mais pela opção de Mancini de utilizar Matheus Donelli na quarta-feira. E as oportunidades para ele devem prosseguir nos próximos dias, pois Cássio cumpre período de isolamento social após ter contraído o coronavírus, assim como Guilherme, outro goleiro do elenco profissional corintiano.

"São só 18 anos de vida, mas já são 10 de Corinthians. Foram 10 anos trabalhando pra esse dia chegar. Não foi o resultado dos sonhos, nem as circunstâncias, mas não posso deixar de registrar esse momento que vai marcar a minha carreira e a história da minha família. Estrear com essa camisa significa muitas coisas. Passou por mim um filme que começou no Parque São Jorge em 2011. Obrigado a todos pelas mensagens de apoio e a toda a Fiel torcida. Desejo pronta recuperação para todos os meus colegas para que voltem em breve", escreveu Matheus Donelli em publicação no Instagram, após o clássico de quarta-feira.

O goleiro, de 18 anos, foi titular da seleção brasileira na conquista do Mundial Sub-17 em 2019. Já Caíque França é mais experiente, tem 25 anos e atuou na temporada 2020 pelo Oeste.

Provavelmente com Matheus Donelli novamente no gol - e não Cássio ou o Walter -, o Corinthians voltará a jogar no domingo, quando vai receber a Ponte Preta, na Neo Química Arena, a partir das 11 horas, pela terceira rodada do Paulistão.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;