Fechar
Publicidade

Terça-Feira, 18 de Maio

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Nacional

nacional@dgabc.com.br | 4435-8301

Pazuello diz a prefeitos que pode fechar compra da vacina da Pfizer

Scott Heins/Gabinete do Governador Andrew M. Cuom Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Negociação seria por 100 milhões de doses, mas com entrega da primeira parcela de 8,71 milhões em julho



03/03/2021 | 16:18


O ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, disse nesta quarta-feira (3), que pretende fechar a compra da vacina da Pfizer. A promessa foi feita a representantes da CNM (Confederação Nacional dos Municípios). A fala de Pazuello ocorre no momento de explosão de internações e colapso de sistemas de saúde em todo o País. O governo é pressionado para ampliar a oferta de imunizantes, mas Pazuello e o presidente Jair Bolsonaro rejeitam há meses a oferta da Pfizer.

 

O ministro não informou quantas doses da Pfizer devem ser compradas. Em apresentações recentes a prefeitos e governadores, Pazuello disse que a negociação seria por 100 milhões de doses, mas com a entrega de uma primeira parcela de 8,71 milhões de doses em julho. O restante, entre outubro e dezembro. A Câmara aprovou na terça-feira (2), um projeto para que a União possa assumir as responsabilidades por eventuais efeitos adversos de vacinas da Covid-19. Trata-se de exigência da Pfizer e da Janssen que o governo vinha apontando como abusiva.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Pazuello diz a prefeitos que pode fechar compra da vacina da Pfizer

Negociação seria por 100 milhões de doses, mas com entrega da primeira parcela de 8,71 milhões em julho


03/03/2021 | 16:18


O ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, disse nesta quarta-feira (3), que pretende fechar a compra da vacina da Pfizer. A promessa foi feita a representantes da CNM (Confederação Nacional dos Municípios). A fala de Pazuello ocorre no momento de explosão de internações e colapso de sistemas de saúde em todo o País. O governo é pressionado para ampliar a oferta de imunizantes, mas Pazuello e o presidente Jair Bolsonaro rejeitam há meses a oferta da Pfizer.

 

O ministro não informou quantas doses da Pfizer devem ser compradas. Em apresentações recentes a prefeitos e governadores, Pazuello disse que a negociação seria por 100 milhões de doses, mas com a entrega de uma primeira parcela de 8,71 milhões de doses em julho. O restante, entre outubro e dezembro. A Câmara aprovou na terça-feira (2), um projeto para que a União possa assumir as responsabilidades por eventuais efeitos adversos de vacinas da Covid-19. Trata-se de exigência da Pfizer e da Janssen que o governo vinha apontando como abusiva.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;