Fechar
Publicidade

Sábado, 17 de Abril

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Economia

economia@dgabc.com.br | 4435-8057

Inflação ao consumidor medida pela OCDE sobe 1,5% em janeiro, na comparação anual



03/03/2021 | 11:43


A Organização para a Cooperação e o Desenvolvimento Econômico (OCDE) informa que a inflação anual ao consumidor nos países do grupo subiu 1,5% em janeiro, na comparação com o mesmo mês de 2020, após alta anual de 1,2% em dezembro. Depois de uma reação entre dezembro e janeiro, a queda anual dos preços de energia foi menos pronunciada em janeiro (-3,9%) do que em dezembro (-6,5%), enquanto a inflação dos preços de alimentos desacelerou para alta anual de 3,1% (de 3,2% em dezembro).

Excluindo-se energia e alimentos, o núcleo da inflação na OCDE subiu 1,7% em janeiro, de 1,6% em dezembro.

Em relatório, a OCDE destaca o ganho de fôlego nos preços na zona do euro. A região da moeda comum teve alta anual de 0,9% na inflação em janeiro, após recuo de 0,3% em dezembro.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Inflação ao consumidor medida pela OCDE sobe 1,5% em janeiro, na comparação anual


03/03/2021 | 11:43


A Organização para a Cooperação e o Desenvolvimento Econômico (OCDE) informa que a inflação anual ao consumidor nos países do grupo subiu 1,5% em janeiro, na comparação com o mesmo mês de 2020, após alta anual de 1,2% em dezembro. Depois de uma reação entre dezembro e janeiro, a queda anual dos preços de energia foi menos pronunciada em janeiro (-3,9%) do que em dezembro (-6,5%), enquanto a inflação dos preços de alimentos desacelerou para alta anual de 3,1% (de 3,2% em dezembro).

Excluindo-se energia e alimentos, o núcleo da inflação na OCDE subiu 1,7% em janeiro, de 1,6% em dezembro.

Em relatório, a OCDE destaca o ganho de fôlego nos preços na zona do euro. A região da moeda comum teve alta anual de 0,9% na inflação em janeiro, após recuo de 0,3% em dezembro.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;