Fechar
Publicidade

Domingo, 18 de Abril

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Economia

economia@dgabc.com.br | 4435-8057

Saab entrega peça de caça feita em S.Bernardo


Soraia Abreu Pedrozo
Do Diário do Grande ABC

02/03/2021 | 00:05


O voo inaugural do avião caça Gripen E no céu brasileiro, em setembro do ano passado, foi o gatilho de importante capítulo no desenvolvimento da indústria da defesa e na região, onde está a SAM (Saab Aeronáutica Montagens), fábrica de aeroestruturas que começou a operar em julho do mesmo ano em São Bernardo. Em dezembro, foi entregue sua primeira encomenda, o cone de cauda e, agora, a segunda, o par de freios aerodinâmicos.

A peça será enviada para Linköping, na Suécia, no início de abril, conforme o cronograma de produção da empresa. “Este é um grande marco, que representa também um aquecimento para o início da produção de pacotes de trabalho mais complexos, como a fuselagem traseira. Esta entrega comprova que nosso processo está maduro e mostra para o governo brasileiro e a FAB (Força Aérea Brasileira) que estamos prontos para os próximos passos”, ressaltou Alexandre Barbosa, gerente de engenharia na SAM.

Feita a partir da união de peças de ligas de alumínio e fibra de carbono, a produção do par de freios começou em outubro de 2020. No total, serão confeccionadas 72 unidades, das quais 36 vão ser usadas no Gripen E (monoposto)/F (biposto) adquiridos pela FAB.

Segundo Ola Rosén, diretor de operações da SAM, não é coincidência que os dois primeiros pacotes de trabalho tenham sido os freios e o cone, uma vez que estas são partes menos complexas comparadas aos próximos pacotes que a Saab irá produzir no Brasil, permitindo alicerçar a rotina da produção com um todo. “Consolidar o processo no início faz com que economizemos tempo na implementação da produção dos demais pacotes de trabalho, como a fuselagem traseira e dianteira e o caixão das asas, porque já teremos implementado o fluxo em operações menos complexas”, explicou.

Até o fim do ano, a SAM irá ampliar seu quadro de funcionários, dos atuais 70 para 80 – a maioria de montadores aeronáuticos. Ainda não há mais detalhes sobre as vagas.

A SAM, única fábrica dos aeroestruturas do Gripen fora da Suécia, será responsável pela produção de seis peças estruturais complexas para o avião caça, além do cone de cauda, de freios aerodinâmicos, caixão de asas, fuselagem dianteira para as versões de um assento e dois assentos, além da fuselagem traseira para a versão monoposto da aeronave.

O processo de renovação da frota da FAB teve início em 2013, quando o governo brasileiro anunciou a compra de 36 aeronaves da Saab por 39,3 bilhões de coroas suecas (hoje US$ 4,67 bilhões) para executar a defesa e segurança das fronteiras do País.
 



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Saab entrega peça de caça feita em S.Bernardo

Soraia Abreu Pedrozo
Do Diário do Grande ABC

02/03/2021 | 00:05


O voo inaugural do avião caça Gripen E no céu brasileiro, em setembro do ano passado, foi o gatilho de importante capítulo no desenvolvimento da indústria da defesa e na região, onde está a SAM (Saab Aeronáutica Montagens), fábrica de aeroestruturas que começou a operar em julho do mesmo ano em São Bernardo. Em dezembro, foi entregue sua primeira encomenda, o cone de cauda e, agora, a segunda, o par de freios aerodinâmicos.

A peça será enviada para Linköping, na Suécia, no início de abril, conforme o cronograma de produção da empresa. “Este é um grande marco, que representa também um aquecimento para o início da produção de pacotes de trabalho mais complexos, como a fuselagem traseira. Esta entrega comprova que nosso processo está maduro e mostra para o governo brasileiro e a FAB (Força Aérea Brasileira) que estamos prontos para os próximos passos”, ressaltou Alexandre Barbosa, gerente de engenharia na SAM.

Feita a partir da união de peças de ligas de alumínio e fibra de carbono, a produção do par de freios começou em outubro de 2020. No total, serão confeccionadas 72 unidades, das quais 36 vão ser usadas no Gripen E (monoposto)/F (biposto) adquiridos pela FAB.

Segundo Ola Rosén, diretor de operações da SAM, não é coincidência que os dois primeiros pacotes de trabalho tenham sido os freios e o cone, uma vez que estas são partes menos complexas comparadas aos próximos pacotes que a Saab irá produzir no Brasil, permitindo alicerçar a rotina da produção com um todo. “Consolidar o processo no início faz com que economizemos tempo na implementação da produção dos demais pacotes de trabalho, como a fuselagem traseira e dianteira e o caixão das asas, porque já teremos implementado o fluxo em operações menos complexas”, explicou.

Até o fim do ano, a SAM irá ampliar seu quadro de funcionários, dos atuais 70 para 80 – a maioria de montadores aeronáuticos. Ainda não há mais detalhes sobre as vagas.

A SAM, única fábrica dos aeroestruturas do Gripen fora da Suécia, será responsável pela produção de seis peças estruturais complexas para o avião caça, além do cone de cauda, de freios aerodinâmicos, caixão de asas, fuselagem dianteira para as versões de um assento e dois assentos, além da fuselagem traseira para a versão monoposto da aeronave.

O processo de renovação da frota da FAB teve início em 2013, quando o governo brasileiro anunciou a compra de 36 aeronaves da Saab por 39,3 bilhões de coroas suecas (hoje US$ 4,67 bilhões) para executar a defesa e segurança das fronteiras do País.
 

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;