Fechar
Publicidade

Segunda-Feira, 27 de Setembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Política

politica@dgabc.com.br | 4435-8391

Rio Grande revoga contrato de construção de rodoviária


Júnior Carvalho
Do Diário do Grande ABC

02/03/2021 | 00:01


O governo do prefeito de Rio Grande da Serra, Claudinho da Geladeira (Podemos), revogou contrato que previa a construção de rodoviária na cidade. Formalmente, a decisão foi atribuída ao atraso nas intervenções, mas a ação ocorre em meio à promessa do Consórcio Intermunicipal do Grande ABC em pleitear verbas do governo do Estado para custear o projeto, que se arrastá há um ano.

Há duas semanas, o governo Claudinho publicou no Diário Oficial despacho em que revoga unilateralmente o acordo com a RR Construções e Serviços Ltda por “inexecução parcial do objeto, caracterizado pela ausência de justificativa da paralisação da obra”.

No início deste mês, o presidente do Consórcio e prefeito de Santo André, Paulo Serra (PSDB), acenou com a possibilidade de costurar patrocínio do Palácio dos Bandeirantes ao projeto. O movimento se deu depois que Claudinho ameaçou desfiliar a cidade do colegiado alegando problemas financeiros – a saída foi abortada após a promessa. A ideia é a de buscar recursos oriundos do Fumefi (Fundo Metropolitano para Financiamento e Investimento), vinculado ao Estado.

O mesmo ocorreu com Ribeirão Pires, mas para o custeio do término das obras do Hospital Santa Luzia. Assim como no caso da rodoviária de Rio Grande, as intervenções já haviam sido licitadas, o que inviabilizaria o repasse.

Com aproximadamente 20 mil metros quadrados, o terminal rodoviário da cidade foi licitado no fim de 2019, ainda no governo do ex-prefeito Gabriel Maranhão (Cidadania). A demanda pelo equipamento é antiga, mas nunca saiu do papel. Na época em que colocou o edital na rua, o então prefeito explicou que o projeto estava sendo financiado, sobretudo com recursos de emendas parlamentares destinadas pelo deputado estadual Thiago Auricchio (PL), que tem base eleitoral em São Caetano, e por outros parlamentares.

O governo Claudinho ficou de enviar ao Consórcio o planejamento da construção da rodoviária. O chefe do Executivo não retornou aos contatos do Diário para comentar o assunto.  



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;