Fechar
Publicidade

Quarta-Feira, 14 de Abril

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Esportes

esportes@dgabc.com.br | 4435-8384

Autoridades aprovam plano de reforma da Rússia contra o doping



01/03/2021 | 12:54


A Rússia tomou uma atitude muito importante para acabar com a longa suspensão imposta ao atletismo do país com a formulação de um plano de reforma contra o doping, que foi autorizada por autoridades da modalidade.

O plano foi escrito por uma comissão criada pela Federação Russa de Atletismo com uma série de "ações imediatas" com prazos em vários pontos neste ano. Isso inclui o financiamento de mais testes em atletas, uma repressão às regiões russas com problemas específicos de doping, encorajando denunciantes e dando aos atletas mais voz sobre como o esporte é executado.

O documento também contém uma admissão detalhada de delitos anteriores, incluindo os da federação, embora não aborde nenhum envolvimento do estado russo em doping. "Uma história de violações extensas e às vezes flagrantes das regras antidoping envolvendo atletas, treinadores e oficiais é reconhecida", afirma o plano. "As raízes de uma extensa cultura de doping e encobrimento surgiram da herança de um doping pós-soviético, cultura que visa vencer por todos os meios, incluindo o doping."

A World Athletics (antes chamada Federação Internacional de Atletismo) não definiu uma data para readmitir totalmente a equipe russa de atletismo às competições, que está suspensa desde 2015. O progresso com a reforma será analisado por especialistas estrangeiros.

"Este não é o fim, mas o início de uma longa jornada, com uma incrível quantidade de trabalho que a Federação Russa de Atletismo deverá fazer para reconstruir a confiança", disse o britânico Sebastian Coe, presidente da World Athletics. "Os especialistas internacionais acreditam que a equipe implementada será capaz de cumprir os objetivos apontados."

A aprovação não veio a tempo de a Rússia enviar atletas para o campeonato europeu, na Polônia. A World Athletics disse que seu conselho vai discutir em 17 e 18 de março se deve reiniciar a emissão de isenções individuais para os atletas poderem competir em eventos internacionais como "neutro autorizado".



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Autoridades aprovam plano de reforma da Rússia contra o doping


01/03/2021 | 12:54


A Rússia tomou uma atitude muito importante para acabar com a longa suspensão imposta ao atletismo do país com a formulação de um plano de reforma contra o doping, que foi autorizada por autoridades da modalidade.

O plano foi escrito por uma comissão criada pela Federação Russa de Atletismo com uma série de "ações imediatas" com prazos em vários pontos neste ano. Isso inclui o financiamento de mais testes em atletas, uma repressão às regiões russas com problemas específicos de doping, encorajando denunciantes e dando aos atletas mais voz sobre como o esporte é executado.

O documento também contém uma admissão detalhada de delitos anteriores, incluindo os da federação, embora não aborde nenhum envolvimento do estado russo em doping. "Uma história de violações extensas e às vezes flagrantes das regras antidoping envolvendo atletas, treinadores e oficiais é reconhecida", afirma o plano. "As raízes de uma extensa cultura de doping e encobrimento surgiram da herança de um doping pós-soviético, cultura que visa vencer por todos os meios, incluindo o doping."

A World Athletics (antes chamada Federação Internacional de Atletismo) não definiu uma data para readmitir totalmente a equipe russa de atletismo às competições, que está suspensa desde 2015. O progresso com a reforma será analisado por especialistas estrangeiros.

"Este não é o fim, mas o início de uma longa jornada, com uma incrível quantidade de trabalho que a Federação Russa de Atletismo deverá fazer para reconstruir a confiança", disse o britânico Sebastian Coe, presidente da World Athletics. "Os especialistas internacionais acreditam que a equipe implementada será capaz de cumprir os objetivos apontados."

A aprovação não veio a tempo de a Rússia enviar atletas para o campeonato europeu, na Polônia. A World Athletics disse que seu conselho vai discutir em 17 e 18 de março se deve reiniciar a emissão de isenções individuais para os atletas poderem competir em eventos internacionais como "neutro autorizado".

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;