Fechar
Publicidade

Quarta-Feira, 21 de Abril

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Esportes

esportes@dgabc.com.br | 4435-8384

Sobrinho de Meligeni e Rafael Matos conquistam título de duplas na Argentina



28/02/2021 | 21:26


O tênis brasileiro fez festa na Argentina neste domingo. Logo em sua primeira final de ATP da carreira, a dupla formada pelo gaúcho Rafael Matos e pelo paulista Felipe Meligeni Alves, sobrinho do ex-tenista Fernando Meligeni, conquistou o título do ATP 250 de Córdoba, disputado em quadras de saibro. Eles derrotaram o monegasco Romain Arneodo e o francês Benoit Paire por 2 sets a 0 - com parciais de 6/4 e 6/1, em 1 hora e 6 minutos.

Com a maior conquista da carreira de ambos, eles dividirão uma premiação de US$ 7.610 (quase R$ 43 mil) e levarão 250 pontos no ranking da ATP, ficando muito próximos do Top 100 de duplas. Meligeni ganhará 22 colocações e será o 101.º do mundo. Já Matos terá uma ascensão um pouco maior, de 29 lugares, e ficará logo atrás na 102.ª posição.

O primeiro set foi o mais equilibrado da partida e definido só no último game. Contudo, a parceria brasileira passou sem sustos por seus games de serviço e pressionou os rivais em três games distintos, perdendo um break-point no segundo, quatro no quarto e mais dois no sexto, até que no 10.º conseguiram a quebra.

A vantagem no placar embalou Matos e Meligeni rumo à vitória. A segunda parcial foi muito mais tranquila, já que desta vez as chances de quebra foram melhor aproveitadas. Os brasileiros bateram o saque de Paire e Arneodo no segundo game e depois repetiram a dose no sexto, para fechar com 6/1 e comemorarem o título.

Em simples, o argentino Juan Manuel Cerundolo completou a sua incrível sequência de surpresas ao longo da semana e conquistou logo o primeiro torneio de nível ATP que disputou. Saído do qualifying, o tenista de 19 anos derrotou na final o experiente espanhol Albert Ramos Viñolas por 2 sets a 1 - com parciais de 6/0, 2/6 e 6/2.

Cerundolo se torna o primeiro tenista a ganhar uma competição de nível ATP em sua estreia desde o espanhol Santiago Ventura, no torneio de Casablanca, no Marrocos, de 2004, e também o mais jovem argentino a faturar um torneio desse quilate desde Guillermo Coria, que também tinha 19 ao vencer em Viña del Mar, em 2001.

O argentino eliminou dois adversários Top 50 na caminhada do título - além de Ramos, que é o 49.º colocado, bateu também o sérvio Miomir Kecmanovic, 41.º - e foi o responsável pelas quedas dos brasileiros Thiago Wild (no qualifying) e Thiago Monteiro (nas quartas de final).

NA FRANÇA - A final deste domingo no ATP 250 de Montpellier reuniu seus dois principais favoritos. Apesar de ter saído perdendo, levando a pior no primeiro set, o belga David Goffin derrotou de virada o espanhol Roberto Bautista Agut por 2 a 1 - com parciais de 5/7, 6/4 e 6/2, depois de 2 horas e 2 minutos.

Cabeça de chave número 2, o belga ampliou o seu retrospecto positivo contra Bautista anotando a quarta vitória consecutiva. Ao todo são sete os embates entre eles, Goffin levou a melhor em quatro dos seis que travaram em nível ATP.

Campeão, Goffin leva para casa 250 pontos, que lhe renderão uma colocação no ranking, subindo para o 14.º posto. Bautista ficou com 150 pontos.

NA ÁSIA - Responsável pela eliminação do croata Marin Cilic nas semifinais do ATP 250 de Cingapura, o australiano Alexei Popyrin triunfou em sua primeira final da carreira. Neste domingo ele saiu perdendo para o casaque Alexander Bublik, mas se recuperou e conquistou o título com a vitória por 2 sets a 1 - parciais de 4/6, 6/0 e 6/2, em 1 hora e 24 minutos.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Sobrinho de Meligeni e Rafael Matos conquistam título de duplas na Argentina


28/02/2021 | 21:26


O tênis brasileiro fez festa na Argentina neste domingo. Logo em sua primeira final de ATP da carreira, a dupla formada pelo gaúcho Rafael Matos e pelo paulista Felipe Meligeni Alves, sobrinho do ex-tenista Fernando Meligeni, conquistou o título do ATP 250 de Córdoba, disputado em quadras de saibro. Eles derrotaram o monegasco Romain Arneodo e o francês Benoit Paire por 2 sets a 0 - com parciais de 6/4 e 6/1, em 1 hora e 6 minutos.

Com a maior conquista da carreira de ambos, eles dividirão uma premiação de US$ 7.610 (quase R$ 43 mil) e levarão 250 pontos no ranking da ATP, ficando muito próximos do Top 100 de duplas. Meligeni ganhará 22 colocações e será o 101.º do mundo. Já Matos terá uma ascensão um pouco maior, de 29 lugares, e ficará logo atrás na 102.ª posição.

O primeiro set foi o mais equilibrado da partida e definido só no último game. Contudo, a parceria brasileira passou sem sustos por seus games de serviço e pressionou os rivais em três games distintos, perdendo um break-point no segundo, quatro no quarto e mais dois no sexto, até que no 10.º conseguiram a quebra.

A vantagem no placar embalou Matos e Meligeni rumo à vitória. A segunda parcial foi muito mais tranquila, já que desta vez as chances de quebra foram melhor aproveitadas. Os brasileiros bateram o saque de Paire e Arneodo no segundo game e depois repetiram a dose no sexto, para fechar com 6/1 e comemorarem o título.

Em simples, o argentino Juan Manuel Cerundolo completou a sua incrível sequência de surpresas ao longo da semana e conquistou logo o primeiro torneio de nível ATP que disputou. Saído do qualifying, o tenista de 19 anos derrotou na final o experiente espanhol Albert Ramos Viñolas por 2 sets a 1 - com parciais de 6/0, 2/6 e 6/2.

Cerundolo se torna o primeiro tenista a ganhar uma competição de nível ATP em sua estreia desde o espanhol Santiago Ventura, no torneio de Casablanca, no Marrocos, de 2004, e também o mais jovem argentino a faturar um torneio desse quilate desde Guillermo Coria, que também tinha 19 ao vencer em Viña del Mar, em 2001.

O argentino eliminou dois adversários Top 50 na caminhada do título - além de Ramos, que é o 49.º colocado, bateu também o sérvio Miomir Kecmanovic, 41.º - e foi o responsável pelas quedas dos brasileiros Thiago Wild (no qualifying) e Thiago Monteiro (nas quartas de final).

NA FRANÇA - A final deste domingo no ATP 250 de Montpellier reuniu seus dois principais favoritos. Apesar de ter saído perdendo, levando a pior no primeiro set, o belga David Goffin derrotou de virada o espanhol Roberto Bautista Agut por 2 a 1 - com parciais de 5/7, 6/4 e 6/2, depois de 2 horas e 2 minutos.

Cabeça de chave número 2, o belga ampliou o seu retrospecto positivo contra Bautista anotando a quarta vitória consecutiva. Ao todo são sete os embates entre eles, Goffin levou a melhor em quatro dos seis que travaram em nível ATP.

Campeão, Goffin leva para casa 250 pontos, que lhe renderão uma colocação no ranking, subindo para o 14.º posto. Bautista ficou com 150 pontos.

NA ÁSIA - Responsável pela eliminação do croata Marin Cilic nas semifinais do ATP 250 de Cingapura, o australiano Alexei Popyrin triunfou em sua primeira final da carreira. Neste domingo ele saiu perdendo para o casaque Alexander Bublik, mas se recuperou e conquistou o título com a vitória por 2 sets a 1 - parciais de 4/6, 6/0 e 6/2, em 1 hora e 24 minutos.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;