Fechar
Publicidade

Quarta-Feira, 21 de Abril

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Setecidades

setecidades@dgabc.com.br | 4435-8319

Dois bares são lacrados e um multado no primeiro sábado de lockdown na região

 Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Equipes da polícia e prefeituras priorizaram ações de orientação; em Diadema e Mauá, bailes funk foram interrompidos e, em S.Bernardo, dois foram presos em bloqueios


Vinicius Castelli
Do Diário do Grande ABC

28/02/2021 | 18:40


O primeiro sábado de lockdown em todo o Grande ABC, medida adotada na semana passada para conter o avanço da Covid-19, foi de muito trabalho, com fiscalização em bares, fechamento de comércios, interrupção de bailes funk e impedimento de aglomerações.

Em Santo André, durante o lockdown, a operação Comércio Responsável vistoriou 34 bairros da cidade. Ao longo da ação, 124 estabelecimentos foram fiscalizados, sendo que 30 receberam orientações, um foi multado no Jardim do Estádio e um interditado no Bairro Campestre, em imóvel residencial.

Em São Bernardo, a Prefeitura montou 18 pontos de bloqueios de segurança espalhados em pontos estratégicos do município. Durante a operação, foram abordados 2.562 veículos, sendo que três motoristas foram conduzidos à delegacias, dois por embriaguez ao volante e um por desobediência e desacato a autoridade policial no momento da abordagem.

A ação resultou ainda na aplicação de 168 multas por infrações previstas no Código de Trânsito Brasileiro. Além disso, 3.193 pessoas foram orientadas em toda cidade. A ação foi comandada pela GCM (Guarda Civil Municipal) junto das polícias Civil e Militar. Equipes de fiscalização orientaram 14 estabelecimentos, que encerraram suas atividades imediatamente.

Em Diadema, GCM e PM conseguiram impedir a realização do pancadão ‘baile da torre’, um dos maiores da cidade, que seria realizado na Rua Santa Cruz, no Jardim Canhema, na noite de sábado. Na ação, batizada Operação Paz e Proteção, participaram 38 GCMs e 18 viaturas.

Do início da noite até a madrugada de sábado, foram vistoriados 18 motocicletas e 15 automóveis; emitidos 53 autos de infração de trânsito; apreendidos um veículo (por som alto) e duas motocicletas; e abordadas 66 pessoas. A GCM ainda orientou bares e 18 residências por aglomerações, som alto, horário irregular e outras atividades proibidas pelo decreto do lockdown.

Mauá teve 100 agentes, entre GCMs e fiscais de diversos setores da administração, fiscalizando o município. Cerca de 200 estabelecimentos foram visitados ao longo da ação. Do total, 155 foram fechados.

Um bar, na Rua Jairo França, no Jardim Mauá, foi lacrado. A fiscalização encontrou 12 equipamentos de narguilé, proibidos por lei em estabelecimentos comerciais. Ainda foram lavrados 12 termos de intimação e seis autos de infração.

Dois bailes funk, nos jardins Cerqueira Leite e Oratório, e uma festa em bufê no Jardim Primavera, foram interrompidos pelos agentes.

Conforme decretos municipais, o movimento nas ruas precisa ser restringido a partir das 22h e retomado somente às 5h do dia seguinte. Em São Caetano e Ribeirão Pires, toque de recolher começa a partir das 23h. 



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Dois bares são lacrados e um multado no primeiro sábado de lockdown na região

Equipes da polícia e prefeituras priorizaram ações de orientação; em Diadema e Mauá, bailes funk foram interrompidos e, em S.Bernardo, dois foram presos em bloqueios

Vinicius Castelli
Do Diário do Grande ABC

28/02/2021 | 18:40


O primeiro sábado de lockdown em todo o Grande ABC, medida adotada na semana passada para conter o avanço da Covid-19, foi de muito trabalho, com fiscalização em bares, fechamento de comércios, interrupção de bailes funk e impedimento de aglomerações.

Em Santo André, durante o lockdown, a operação Comércio Responsável vistoriou 34 bairros da cidade. Ao longo da ação, 124 estabelecimentos foram fiscalizados, sendo que 30 receberam orientações, um foi multado no Jardim do Estádio e um interditado no Bairro Campestre, em imóvel residencial.

Em São Bernardo, a Prefeitura montou 18 pontos de bloqueios de segurança espalhados em pontos estratégicos do município. Durante a operação, foram abordados 2.562 veículos, sendo que três motoristas foram conduzidos à delegacias, dois por embriaguez ao volante e um por desobediência e desacato a autoridade policial no momento da abordagem.

A ação resultou ainda na aplicação de 168 multas por infrações previstas no Código de Trânsito Brasileiro. Além disso, 3.193 pessoas foram orientadas em toda cidade. A ação foi comandada pela GCM (Guarda Civil Municipal) junto das polícias Civil e Militar. Equipes de fiscalização orientaram 14 estabelecimentos, que encerraram suas atividades imediatamente.

Em Diadema, GCM e PM conseguiram impedir a realização do pancadão ‘baile da torre’, um dos maiores da cidade, que seria realizado na Rua Santa Cruz, no Jardim Canhema, na noite de sábado. Na ação, batizada Operação Paz e Proteção, participaram 38 GCMs e 18 viaturas.

Do início da noite até a madrugada de sábado, foram vistoriados 18 motocicletas e 15 automóveis; emitidos 53 autos de infração de trânsito; apreendidos um veículo (por som alto) e duas motocicletas; e abordadas 66 pessoas. A GCM ainda orientou bares e 18 residências por aglomerações, som alto, horário irregular e outras atividades proibidas pelo decreto do lockdown.

Mauá teve 100 agentes, entre GCMs e fiscais de diversos setores da administração, fiscalizando o município. Cerca de 200 estabelecimentos foram visitados ao longo da ação. Do total, 155 foram fechados.

Um bar, na Rua Jairo França, no Jardim Mauá, foi lacrado. A fiscalização encontrou 12 equipamentos de narguilé, proibidos por lei em estabelecimentos comerciais. Ainda foram lavrados 12 termos de intimação e seis autos de infração.

Dois bailes funk, nos jardins Cerqueira Leite e Oratório, e uma festa em bufê no Jardim Primavera, foram interrompidos pelos agentes.

Conforme decretos municipais, o movimento nas ruas precisa ser restringido a partir das 22h e retomado somente às 5h do dia seguinte. Em São Caetano e Ribeirão Pires, toque de recolher começa a partir das 23h. 

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;