Fechar
Publicidade

Quarta-Feira, 14 de Abril

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Esportes

esportes@dgabc.com.br | 4435-8384

Em jogo fraco, Chelsea e United empatam sem gols e frustram seus planos no Inglês



28/02/2021 | 15:45


Chelsea e Manchester fizeram um clássico repleto de expectativa, mas de baixo nível técnico em Stamford Bridge, em Londres. Necessitando da vitória por metas distintas no Campeonato Inglês, as equipes pareciam mais preocupadas em não perder e acabaram amargando um 0 a 0 ruim para ambos. O tropeço custou o G4 aos mandantes e deixou o visitante ainda mais distante do líder Manchester City após mais uma rodada: 12 pontos.

Mesmo com algumas marcas pessoas mantidas, o resultado desagradou, assim como a apresentação, bem aquém da história do confronto. Faltou futebol e sobrou falta de inspiração em Londres.

O Chelsea chegou a mais um clássico na temporada do Inglês defendendo a invencibilidade de seis jogos sob o comando de Thomas Tuchel. Desde que o treinador chegou para substituir o ídolo Frank Lampard, a equipe não sabe o que é derrota.

Por outro lado, o Manchester United, apesar de um começo ruim, de altos e baixos na temporada, vinha de 19 partidas sem perder como visitante. Curiosamente, as derrotas foram no Old Trafford. Agora são 20 visitas intactas.

Para o Chelsea, o triunfo significava subir ao G4, ultrapassando o West Ham. Para o United, ganhar era vital para diminuir a 10 pontos a distância do líder e rival City.

O primeiro tempo do United foi ruim. Não conseguiu achar espaço na defesa do Chelsea e ainda viu De Gea livrar a equipe de sair atrás do marcador com ótima defesa em finalização de Ziyech. Rashford assustou a torcida ao levar tombo feio sobre a placa de publicidade.

Vice-líder, o United provou em Stanford Bridge que precisa melhorar muito se quiser brigar pelo título Inglês nas próximas temporadas. Com o sétimo jogo disputado entre as equipes que formam o Big 6, na qual está inclusa, nenhuma vitória.

Somou dois 0 a 0 com o Arsenal, um com Liverpool e Manchester City, levou 6 a 1 do Tottenham e viu seu ataque não marcar nas duas partidas diante do Chelsea. Caiu, em casa, por 1 a 0, e não mexeu no placar em Londres, neste domingo.

O United agora soma 50 pontos na tabela, diante de 62 do líder City. O Chelsea subiu aos 44 e segue em quinto. O West Ham permanece no G4, com 45.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Em jogo fraco, Chelsea e United empatam sem gols e frustram seus planos no Inglês


28/02/2021 | 15:45


Chelsea e Manchester fizeram um clássico repleto de expectativa, mas de baixo nível técnico em Stamford Bridge, em Londres. Necessitando da vitória por metas distintas no Campeonato Inglês, as equipes pareciam mais preocupadas em não perder e acabaram amargando um 0 a 0 ruim para ambos. O tropeço custou o G4 aos mandantes e deixou o visitante ainda mais distante do líder Manchester City após mais uma rodada: 12 pontos.

Mesmo com algumas marcas pessoas mantidas, o resultado desagradou, assim como a apresentação, bem aquém da história do confronto. Faltou futebol e sobrou falta de inspiração em Londres.

O Chelsea chegou a mais um clássico na temporada do Inglês defendendo a invencibilidade de seis jogos sob o comando de Thomas Tuchel. Desde que o treinador chegou para substituir o ídolo Frank Lampard, a equipe não sabe o que é derrota.

Por outro lado, o Manchester United, apesar de um começo ruim, de altos e baixos na temporada, vinha de 19 partidas sem perder como visitante. Curiosamente, as derrotas foram no Old Trafford. Agora são 20 visitas intactas.

Para o Chelsea, o triunfo significava subir ao G4, ultrapassando o West Ham. Para o United, ganhar era vital para diminuir a 10 pontos a distância do líder e rival City.

O primeiro tempo do United foi ruim. Não conseguiu achar espaço na defesa do Chelsea e ainda viu De Gea livrar a equipe de sair atrás do marcador com ótima defesa em finalização de Ziyech. Rashford assustou a torcida ao levar tombo feio sobre a placa de publicidade.

Vice-líder, o United provou em Stanford Bridge que precisa melhorar muito se quiser brigar pelo título Inglês nas próximas temporadas. Com o sétimo jogo disputado entre as equipes que formam o Big 6, na qual está inclusa, nenhuma vitória.

Somou dois 0 a 0 com o Arsenal, um com Liverpool e Manchester City, levou 6 a 1 do Tottenham e viu seu ataque não marcar nas duas partidas diante do Chelsea. Caiu, em casa, por 1 a 0, e não mexeu no placar em Londres, neste domingo.

O United agora soma 50 pontos na tabela, diante de 62 do líder City. O Chelsea subiu aos 44 e segue em quinto. O West Ham permanece no G4, com 45.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;