Fechar
Publicidade

Segunda-Feira, 17 de Maio

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Esportes

esportes@dgabc.com.br | 4435-8384

Sam Bird brilha e vence a segunda corrida na Arábia Saudita; Sette Câmara é 4º



27/02/2021 | 19:21


Em uma grande atuação na segunda corrida da rodada dupla da Arábia Saudita da Fórmula E, na etapa de abertura da sétima temporada da categoria de monopostos elétricos, o britânico Sam Bird brilhou para vencer com a Jaguar no circuito de rua de Diriyah. Ele ficou à frente do holandês Robin Frijns, que largou da pole com a Virgin.

Já o brasileiro Sérgio Sette Câmara, da Dragon/Penske, chegou em sexto lugar na corrida após largar em segundo. Mas foi beneficiado pela desclassificações do francês Jean-Éric Vergne e do australiano Nick Cassidy, que terminaram originalmente em terceiro e quinto, e conquistou a quarta colocação. Outro representante do País na categoria, Lucas Di Grassi terminou na 12.ª posição.

Depois da atuação dominante do holandês Nyck de Vries na primeira corrida da rodada dupla, na sexta-feira, a prova deste sábado reservou uma briga pela vitória mais intensa. Robin Frijns largou na frente e, apesar de muito tentar, não conseguiu segurar Sam Bird. O britânico usou o ritmo forte nas voltas finais para garantir uma nova visita ao alto do pódio.

Robin Frijns ainda salvou o segundo lugar, muito por conta de acidentes nas voltas finais. A corrida teve "safety-car", que depois virou bandeira vermelha. O motivo foi um acidente preocupante com o britânico Alex Lynn, que capotou e foi levado ao hospital para exames. Com a contagem regressiva próxima do zero e incerteza a respeito do estado de saúde dos pilotos, a direção de prova optou por não reiniciar a disputa.

Jean-Éric Vergne acabou em terceiro na pista, mas depois foi punido por não usar os dois modos ataques exigidos. António Félix da Costa foi quarto, com Nick Cassidy em quinto - este também punido após a prova. Em sexto lugar, Sérgio Sette Câmara: largando em segundo, o brasileiro fez um bom trabalho ao manter contato com o pelotão dianteiro, conseguindo os primeiros pontos.

Em abril estão previstas corridas em Roma, na Itália (dia 10), e em Valência, na Espanha (dia 24). Por enquanto o calendário tem oito etapas, mas novas corridas serão anunciadas nos próximos meses. A segunda metade do campeonato ainda não foi revelada, por precaução por causa da pandemia do novo coronavírus.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Sam Bird brilha e vence a segunda corrida na Arábia Saudita; Sette Câmara é 4º


27/02/2021 | 19:21


Em uma grande atuação na segunda corrida da rodada dupla da Arábia Saudita da Fórmula E, na etapa de abertura da sétima temporada da categoria de monopostos elétricos, o britânico Sam Bird brilhou para vencer com a Jaguar no circuito de rua de Diriyah. Ele ficou à frente do holandês Robin Frijns, que largou da pole com a Virgin.

Já o brasileiro Sérgio Sette Câmara, da Dragon/Penske, chegou em sexto lugar na corrida após largar em segundo. Mas foi beneficiado pela desclassificações do francês Jean-Éric Vergne e do australiano Nick Cassidy, que terminaram originalmente em terceiro e quinto, e conquistou a quarta colocação. Outro representante do País na categoria, Lucas Di Grassi terminou na 12.ª posição.

Depois da atuação dominante do holandês Nyck de Vries na primeira corrida da rodada dupla, na sexta-feira, a prova deste sábado reservou uma briga pela vitória mais intensa. Robin Frijns largou na frente e, apesar de muito tentar, não conseguiu segurar Sam Bird. O britânico usou o ritmo forte nas voltas finais para garantir uma nova visita ao alto do pódio.

Robin Frijns ainda salvou o segundo lugar, muito por conta de acidentes nas voltas finais. A corrida teve "safety-car", que depois virou bandeira vermelha. O motivo foi um acidente preocupante com o britânico Alex Lynn, que capotou e foi levado ao hospital para exames. Com a contagem regressiva próxima do zero e incerteza a respeito do estado de saúde dos pilotos, a direção de prova optou por não reiniciar a disputa.

Jean-Éric Vergne acabou em terceiro na pista, mas depois foi punido por não usar os dois modos ataques exigidos. António Félix da Costa foi quarto, com Nick Cassidy em quinto - este também punido após a prova. Em sexto lugar, Sérgio Sette Câmara: largando em segundo, o brasileiro fez um bom trabalho ao manter contato com o pelotão dianteiro, conseguindo os primeiros pontos.

Em abril estão previstas corridas em Roma, na Itália (dia 10), e em Valência, na Espanha (dia 24). Por enquanto o calendário tem oito etapas, mas novas corridas serão anunciadas nos próximos meses. A segunda metade do campeonato ainda não foi revelada, por precaução por causa da pandemia do novo coronavírus.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;