Fechar
Publicidade

Sábado, 17 de Abril

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Economia

economia@dgabc.com.br | 4435-8057

Rio Branco Alimentos protocola pedido de registro de oferta pública de ações



27/02/2021 | 11:00


A Rio Branco Alimentos, dona das marcas Pif Paf, Fricasa, Ladelli, Flip e Pescanobre, protocolou ontem pedido de oferta pública inicial de ações (IPO, na sigla em inglês) na Comissão de Valores Mobiliários (CVM). A oferta será primária, quando os recursos vão para o caixa da empresa.

A oferta terá como coordenador-líder o Citi, além da coordenação do Bank of America Merril Lynch e o banco BTG Pactual.

Segundo o prospecto preliminar enviado à CVM, a Rio Branco Alimentos registrou lucro líquido consolidado de R$ 147,906 milhões no exercício de 2020, ante R$ 235,647 milhões em 2019.

A companhia esperará o procedimento de bookbuilding para então decidir a destinação dos recursos captados. "Enquanto os recursos líquidos decorrentes da Oferta não forem efetivamente utilizados no curso regular dos negócios da Companhia, eles poderão ser investidos em aplicações financeiras que acreditamos estar dentro da política de investimento, visando à preservação de seu capital e investimentos com perfil de alta liquidez", apontou a empresa em seu prospecto.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Rio Branco Alimentos protocola pedido de registro de oferta pública de ações


27/02/2021 | 11:00


A Rio Branco Alimentos, dona das marcas Pif Paf, Fricasa, Ladelli, Flip e Pescanobre, protocolou ontem pedido de oferta pública inicial de ações (IPO, na sigla em inglês) na Comissão de Valores Mobiliários (CVM). A oferta será primária, quando os recursos vão para o caixa da empresa.

A oferta terá como coordenador-líder o Citi, além da coordenação do Bank of America Merril Lynch e o banco BTG Pactual.

Segundo o prospecto preliminar enviado à CVM, a Rio Branco Alimentos registrou lucro líquido consolidado de R$ 147,906 milhões no exercício de 2020, ante R$ 235,647 milhões em 2019.

A companhia esperará o procedimento de bookbuilding para então decidir a destinação dos recursos captados. "Enquanto os recursos líquidos decorrentes da Oferta não forem efetivamente utilizados no curso regular dos negócios da Companhia, eles poderão ser investidos em aplicações financeiras que acreditamos estar dentro da política de investimento, visando à preservação de seu capital e investimentos com perfil de alta liquidez", apontou a empresa em seu prospecto.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;