Fechar
Publicidade

Segunda-Feira, 19 de Abril

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Nacional

nacional@dgabc.com.br | 4435-8301

Polícia barra carreata de empresários em pleno lockdown em Araraquara



25/02/2021 | 22:01


No dia em que a cidade registrou mais sete mortes pela covid-19, recorde de óbitos em um único dia desde o início da pandemia, empresários tentaram fazer uma carreata, nesta quinta-feira, 25, contra o fechamento do comércio, em Araraquara, interior de São Paulo. A cidade está em lockdown, com a circulação de veículos e pessoas proibida mesmo durante o dia. Acionadas, a Polícia Militar e a Guarda Civil Municipal interromperam a manifestação.

Com o lema "Eu não quero trabalhar, eu preciso" escrito em faixas, o grupo com cerca de 100 pessoas seguiu pelas ruas da cidade em direção à Praça dos Advogados. Barrados pelos agentes de segurança, os manifestantes foram até a frente da prefeitura onde tentaram entregar ao prefeito Edinho Silva (PT) uma pauta de reivindicações incluindo a abertura dos comércios essenciais, que só podem funcionar em delivery, e a ampliação desse sistema para todo o comércio, além de mais vacinação.

O documento foi entregue ao secretário da Segurança Pública, João Alberto Nogueira. Ele disse que os manifestantes descumpriram o decreto municipal, que impede a movimentação de veículos e pessoas pela cidade, e serão autuados. "As pessoas autuadas terão dez dias para apresentarem uma justificativa com a necessária comprovação", disse. O lockdown segue até a manhã de sábado, 27. Em nota, a prefeitura informou que o isolamento efetivo é a única saída apontada pela ciência para a superação desse momento crítico.

Com as novas mortes, a cidade chegou a 100 óbitos este ano, número maior que o registrado em todo o ano passado, desde março, quando teve início a pandemia. Em 2020, foram 92 mortes. A ocupação dos leitos hospitalares se manteve em 100% pelo quarto dia seguido. A cidade já teve confirmados 17 novos casos da variante brasileira do novo coronavírus, identificada inicialmente em Manaus.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Polícia barra carreata de empresários em pleno lockdown em Araraquara


25/02/2021 | 22:01


No dia em que a cidade registrou mais sete mortes pela covid-19, recorde de óbitos em um único dia desde o início da pandemia, empresários tentaram fazer uma carreata, nesta quinta-feira, 25, contra o fechamento do comércio, em Araraquara, interior de São Paulo. A cidade está em lockdown, com a circulação de veículos e pessoas proibida mesmo durante o dia. Acionadas, a Polícia Militar e a Guarda Civil Municipal interromperam a manifestação.

Com o lema "Eu não quero trabalhar, eu preciso" escrito em faixas, o grupo com cerca de 100 pessoas seguiu pelas ruas da cidade em direção à Praça dos Advogados. Barrados pelos agentes de segurança, os manifestantes foram até a frente da prefeitura onde tentaram entregar ao prefeito Edinho Silva (PT) uma pauta de reivindicações incluindo a abertura dos comércios essenciais, que só podem funcionar em delivery, e a ampliação desse sistema para todo o comércio, além de mais vacinação.

O documento foi entregue ao secretário da Segurança Pública, João Alberto Nogueira. Ele disse que os manifestantes descumpriram o decreto municipal, que impede a movimentação de veículos e pessoas pela cidade, e serão autuados. "As pessoas autuadas terão dez dias para apresentarem uma justificativa com a necessária comprovação", disse. O lockdown segue até a manhã de sábado, 27. Em nota, a prefeitura informou que o isolamento efetivo é a única saída apontada pela ciência para a superação desse momento crítico.

Com as novas mortes, a cidade chegou a 100 óbitos este ano, número maior que o registrado em todo o ano passado, desde março, quando teve início a pandemia. Em 2020, foram 92 mortes. A ocupação dos leitos hospitalares se manteve em 100% pelo quarto dia seguido. A cidade já teve confirmados 17 novos casos da variante brasileira do novo coronavírus, identificada inicialmente em Manaus.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;