Fechar
Publicidade

Domingo, 11 de Abril

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Política

politica@dgabc.com.br | 4435-8391

Atila Jacomussi pede demissão da Câmara de SP

Claudinei Plaza/DGABC Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Diário mostrou que ex-prefeito havia sido nomeado para função comissionada com salário maior do que ele tinha em Mauá; repercussão negativa pesou


Raphael Rocha
Do Diário do Grande ABC

25/02/2021 | 12:00


Um dia depois de o Diário mostrar que ele iria trabalhar em cargo comissionado na Câmara de São Paulo, o ex-prefeito Atila Jacomussi (PSB), de Mauá, pediu exoneração da função. A publicação saiu nesta quinta-feira (25), no Diário Oficial do Município.

A solicitação de demissão surge em meio a forte repercussão negativa nas redes sociais, até porque Atila, como assistente especial legislativo no gabinete de liderança de representação partidária, receberia salário bruto inicial de R$ 19.085,82, quantia superior à que obtinha quando administrou Mauá – tinha vencimento bruto de R$ 18.576,09.

O ex-chefe do Executivo havia argumentado que tinha recebido convite do vereador Sidney Cruz (SD) para ajudá-lo na Câmara, até porque o parlamentar está em primeiro mandato e já compõe a comissão de finanças e orçamento, uma das principais da casa. 



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Atila Jacomussi pede demissão da Câmara de SP

Diário mostrou que ex-prefeito havia sido nomeado para função comissionada com salário maior do que ele tinha em Mauá; repercussão negativa pesou

Raphael Rocha
Do Diário do Grande ABC

25/02/2021 | 12:00


Um dia depois de o Diário mostrar que ele iria trabalhar em cargo comissionado na Câmara de São Paulo, o ex-prefeito Atila Jacomussi (PSB), de Mauá, pediu exoneração da função. A publicação saiu nesta quinta-feira (25), no Diário Oficial do Município.

A solicitação de demissão surge em meio a forte repercussão negativa nas redes sociais, até porque Atila, como assistente especial legislativo no gabinete de liderança de representação partidária, receberia salário bruto inicial de R$ 19.085,82, quantia superior à que obtinha quando administrou Mauá – tinha vencimento bruto de R$ 18.576,09.

O ex-chefe do Executivo havia argumentado que tinha recebido convite do vereador Sidney Cruz (SD) para ajudá-lo na Câmara, até porque o parlamentar está em primeiro mandato e já compõe a comissão de finanças e orçamento, uma das principais da casa. 

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;