Fechar
Publicidade

Domingo, 18 de Abril

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Internacional

internacional@dgabc.com.br | 4435-8301

Facebook pagará US$ 1 bilhão para empresas de notícias nos próximos três anos



24/02/2021 | 22:19


O Facebook afirmou que gastará ao menos US$ 1 bilhão para licenciar material de produtores de notícias nos próximos três anos, promessa feita em meio às empresas de tecnologia enfrentando escrutínio de governos de todo o mundo para pagar pelo conteúdo que aparece em suas plataformas, que levou a companhia a suspender a circulação de informações na Austrália.

O anuncio foi feito nesta quarta-feira, 24, pelo executivo Nick Clegg, em uma postagem em um blog ligado à empresa. O gasto vem junto aos US$ 600 milhões que o Facebook pagou desde 2018, para "apoiar a indústria de mídia", segundo a publicação.

"Existem preocupações legítimas a serem tratadas sobre o tamanho e o poder das big techs, da mesma forma que existem questões sérias sobre a perturbação que a internet causou ao setor de notícias", afirmou. Segundo o executivo, a questão deve ser resolvida de maneira "que responsabiliza as empresas de tecnologia e mantém o jornalismo sustentável", no que os US$ 1 bilhão fariam parte.

Sobre os eventos na Austrália, em que o Facebook chegou a bloquear a circulação de notícias, Clegg escreveu que é "como forçar os fabricantes de automóveis a financiar estações de rádio porque as pessoas podem ouvi-las no carro, e deixar que as estações determinem o preço", defendendo as ações da empresa. Nas alegações, o executivo afirma que a ideia de que o Facebook rouba conteúdo das empresas de mídia é falsa, e afirma que a rede social é responsável por gerar grande fluxo aos sites de notícias.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Facebook pagará US$ 1 bilhão para empresas de notícias nos próximos três anos


24/02/2021 | 22:19


O Facebook afirmou que gastará ao menos US$ 1 bilhão para licenciar material de produtores de notícias nos próximos três anos, promessa feita em meio às empresas de tecnologia enfrentando escrutínio de governos de todo o mundo para pagar pelo conteúdo que aparece em suas plataformas, que levou a companhia a suspender a circulação de informações na Austrália.

O anuncio foi feito nesta quarta-feira, 24, pelo executivo Nick Clegg, em uma postagem em um blog ligado à empresa. O gasto vem junto aos US$ 600 milhões que o Facebook pagou desde 2018, para "apoiar a indústria de mídia", segundo a publicação.

"Existem preocupações legítimas a serem tratadas sobre o tamanho e o poder das big techs, da mesma forma que existem questões sérias sobre a perturbação que a internet causou ao setor de notícias", afirmou. Segundo o executivo, a questão deve ser resolvida de maneira "que responsabiliza as empresas de tecnologia e mantém o jornalismo sustentável", no que os US$ 1 bilhão fariam parte.

Sobre os eventos na Austrália, em que o Facebook chegou a bloquear a circulação de notícias, Clegg escreveu que é "como forçar os fabricantes de automóveis a financiar estações de rádio porque as pessoas podem ouvi-las no carro, e deixar que as estações determinem o preço", defendendo as ações da empresa. Nas alegações, o executivo afirma que a ideia de que o Facebook rouba conteúdo das empresas de mídia é falsa, e afirma que a rede social é responsável por gerar grande fluxo aos sites de notícias.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;