Fechar
Publicidade

Quinta-Feira, 13 de Maio

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Setecidades

setecidades@dgabc.com.br | 4435-8319

Doria decreta toque de recolher em todo Estado

 Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Está proibida, a partir de sexta-feira, a circulação entre as 23h e 5h; medida vale até dia 14 de março


Miriam Gimenes
Do Diário do Grande ABC

24/02/2021 | 12:44


O governador de São Paulo, João Doria (PSDB), acaba de decretar toque de recolher em todo Estado a partir desta sexta-feira (26). A medida se deu devido ao aumento de internações em razão da Covid-19. Até o dia 14 de março, portanto, está proibida a circulação entre as 23h às 5h. "Tomamos essa medida para proteger vidas. Mortos não consomem. Penalizam famílias, entristecem cidades, regiões, o Estado de São Paulo, o País", disse o tucano. 

Paulo Menezes, presidente do Centro de Contingência da Covid-19, falou que esse aumento de internações, notado nas últimas semanas, foi considerável. "Da semana seis para sete, houve um aumento de 5% e, da sete para oito (semana), de 10%. Esse aumento é mais dramático nos leitos de UTI (Unidade de Terapia Intensiva). Se olharmos para o futuro temos uma preocupação importante de esgotarem estes recursos (de atendimento) em três semanas. Isso é consequência, provavelmente, das aglomerações que ocorreram há cerca de dez dias, mas também pode ter outros fatores, como a reprodução de outras variantes", analisa. No momento, 6.657 pessoas estão na UTI em São Paulo e a taxa de ocupação, na Grande São Paulo, que inclui o Grande ABC, é de 69,3%.

Também estão proibidas as aglomerações em qualquer horário e serão dadas multas para quem descumprir as determinações do Plano São Paulo. Será realizada, segundo Menezes, uma força-tarefa de fiscalização. "Isso vai ser feito pelas vigilâncias sanitárias municipais e do Estado, pela polícia militar e Procon", acrescentou. Para dencunciar deve-se ligar para o telefone 0800-7713541. 

O Plano São Paulo, ressaltou o governador, existe de dia e de noite. "Não é verdade que durante o dia não há restrição. Não faz-se o que quer de dia. Tem regras". E foi apoiado por Paulo Menezes. "Durante o dia as atividades predominantes são as de trabalho, que seguem todos os protocolos de acordo com o Plano São Paulo. Há, por exemplo, a limitação de ocupação de estabelecimentos comerciais para manter o distanciamento social necessário. Também durante o dia a maioria das pessoas utilizam a proteção individual. Andam de máscara o tempo todo e mantém os hábitos de higiene. As decisõs sobre quanto restringir e como não são simples. Têm implicações grandes para vida do cidadão, como também dos negócios e famílias. Quando os números estão melhores, há possibilidade de atividades até o horário permitido pelo faseamento. Quando a situação epidemiológica está ruim, temos as fases vermelha e diversos locais do Estado estão nesta fase hoje. Queremos vetar encontros que estão sendo ocorridos (durante noite) que produzem a alta transmissão do vírus. Reuniões que parecem inofensivas e ali ocorre a transmissão, que contamina outras pessoas, inclusive as que estão em casa", explicou Menezes. 



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Doria decreta toque de recolher em todo Estado

Está proibida, a partir de sexta-feira, a circulação entre as 23h e 5h; medida vale até dia 14 de março

Miriam Gimenes
Do Diário do Grande ABC

24/02/2021 | 12:44


O governador de São Paulo, João Doria (PSDB), acaba de decretar toque de recolher em todo Estado a partir desta sexta-feira (26). A medida se deu devido ao aumento de internações em razão da Covid-19. Até o dia 14 de março, portanto, está proibida a circulação entre as 23h às 5h. "Tomamos essa medida para proteger vidas. Mortos não consomem. Penalizam famílias, entristecem cidades, regiões, o Estado de São Paulo, o País", disse o tucano. 

Paulo Menezes, presidente do Centro de Contingência da Covid-19, falou que esse aumento de internações, notado nas últimas semanas, foi considerável. "Da semana seis para sete, houve um aumento de 5% e, da sete para oito (semana), de 10%. Esse aumento é mais dramático nos leitos de UTI (Unidade de Terapia Intensiva). Se olharmos para o futuro temos uma preocupação importante de esgotarem estes recursos (de atendimento) em três semanas. Isso é consequência, provavelmente, das aglomerações que ocorreram há cerca de dez dias, mas também pode ter outros fatores, como a reprodução de outras variantes", analisa. No momento, 6.657 pessoas estão na UTI em São Paulo e a taxa de ocupação, na Grande São Paulo, que inclui o Grande ABC, é de 69,3%.

Também estão proibidas as aglomerações em qualquer horário e serão dadas multas para quem descumprir as determinações do Plano São Paulo. Será realizada, segundo Menezes, uma força-tarefa de fiscalização. "Isso vai ser feito pelas vigilâncias sanitárias municipais e do Estado, pela polícia militar e Procon", acrescentou. Para dencunciar deve-se ligar para o telefone 0800-7713541. 

O Plano São Paulo, ressaltou o governador, existe de dia e de noite. "Não é verdade que durante o dia não há restrição. Não faz-se o que quer de dia. Tem regras". E foi apoiado por Paulo Menezes. "Durante o dia as atividades predominantes são as de trabalho, que seguem todos os protocolos de acordo com o Plano São Paulo. Há, por exemplo, a limitação de ocupação de estabelecimentos comerciais para manter o distanciamento social necessário. Também durante o dia a maioria das pessoas utilizam a proteção individual. Andam de máscara o tempo todo e mantém os hábitos de higiene. As decisõs sobre quanto restringir e como não são simples. Têm implicações grandes para vida do cidadão, como também dos negócios e famílias. Quando os números estão melhores, há possibilidade de atividades até o horário permitido pelo faseamento. Quando a situação epidemiológica está ruim, temos as fases vermelha e diversos locais do Estado estão nesta fase hoje. Queremos vetar encontros que estão sendo ocorridos (durante noite) que produzem a alta transmissão do vírus. Reuniões que parecem inofensivas e ali ocorre a transmissão, que contamina outras pessoas, inclusive as que estão em casa", explicou Menezes. 

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;