Fechar
Publicidade

Segunda-Feira, 1 de Março

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Esportes

esportes@dgabc.com.br | 4435-8384

Em recuperação de lesão no braço, Márquez evita prever volta: 'Objetivo é 1º GP'

Reprodução/Instragram Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra


22/02/2021 | 11:34


Assim como na Fórmula 1, as equipes da MotoGP usam os primeiros meses do ano para apresentarem seus modelos para a temporada. Nesta segunda-feira foi a vez da Honda fazer o lançamento, em Madri, na Espanha, da versão RC213V. O espanhol Marc Márquez, um dos pilotos do time, segue em recuperação da lesão sofrida no braço direito ainda em 2020 e exaltou a evolução apresentada, mas evitou cravar uma data de retorno.

O hexacampeão mundial tem enfrentado um longo processo de tratamento no úmero do braço direito. Na primeira etapa do campeonato passado, sofreu uma forte queda quando vinha em prova de recuperação e, desde então, passou por três cirurgias e até mesmo tratamento com antibiótico por conta de uma infecção nos ossos.

"Uma das coisas que aprendi é que corridas há muitas, mas corpo, apenas um. Não tenho ideia de quando vou voltar, mas tento ser otimista. Não vou estar no teste do Catar, portanto, meu objetivo seguinte é tentar a primeira corrida. Se não der, a segunda e se não, em Portimão. O importante é que o doutor veja que o osso calcificou", contou o espanhol.

"Aos poucos, vou tomando as decisões junto com os médicos. No meio de março tenho nova revisão, ali verão se houve a calcificação, como evolui meu ombro. A partir de então, os médicos irão decidir. Depois de o doutor me aprovar, precisarei de mais alguns dias para preparar o corpo para subir na moto e disputar uma prova. Perdi muita massa muscular no braço", emendou.

Márquez também comentou como tem sido o processo. "Foi muito duro física e mentalmente, especialmente em setembro e outubro, pois não melhorava, não tinha evolução, tinha a infecção e não seguia um bom caminho. Após a terceira operação, a sensação melhorou e, pouco a pouco, tenho me sentido melhor. Agora, vou cumprindo etapas para voltar o antes possível", concluiu.

A temporada de 2021 do Mundial de MotoGP começa no dia 28 de março com a etapa do Catar. Antes, a categoria realiza um "shakedown" e dois dias de testes de pré-temporada no mesmo circuito de Losail. A MotoGP, inclusive, impôs confinamento de até um mês no país árabe para combater a covid-19.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Em recuperação de lesão no braço, Márquez evita prever volta: 'Objetivo é 1º GP'


22/02/2021 | 11:34


Assim como na Fórmula 1, as equipes da MotoGP usam os primeiros meses do ano para apresentarem seus modelos para a temporada. Nesta segunda-feira foi a vez da Honda fazer o lançamento, em Madri, na Espanha, da versão RC213V. O espanhol Marc Márquez, um dos pilotos do time, segue em recuperação da lesão sofrida no braço direito ainda em 2020 e exaltou a evolução apresentada, mas evitou cravar uma data de retorno.

O hexacampeão mundial tem enfrentado um longo processo de tratamento no úmero do braço direito. Na primeira etapa do campeonato passado, sofreu uma forte queda quando vinha em prova de recuperação e, desde então, passou por três cirurgias e até mesmo tratamento com antibiótico por conta de uma infecção nos ossos.

"Uma das coisas que aprendi é que corridas há muitas, mas corpo, apenas um. Não tenho ideia de quando vou voltar, mas tento ser otimista. Não vou estar no teste do Catar, portanto, meu objetivo seguinte é tentar a primeira corrida. Se não der, a segunda e se não, em Portimão. O importante é que o doutor veja que o osso calcificou", contou o espanhol.

"Aos poucos, vou tomando as decisões junto com os médicos. No meio de março tenho nova revisão, ali verão se houve a calcificação, como evolui meu ombro. A partir de então, os médicos irão decidir. Depois de o doutor me aprovar, precisarei de mais alguns dias para preparar o corpo para subir na moto e disputar uma prova. Perdi muita massa muscular no braço", emendou.

Márquez também comentou como tem sido o processo. "Foi muito duro física e mentalmente, especialmente em setembro e outubro, pois não melhorava, não tinha evolução, tinha a infecção e não seguia um bom caminho. Após a terceira operação, a sensação melhorou e, pouco a pouco, tenho me sentido melhor. Agora, vou cumprindo etapas para voltar o antes possível", concluiu.

A temporada de 2021 do Mundial de MotoGP começa no dia 28 de março com a etapa do Catar. Antes, a categoria realiza um "shakedown" e dois dias de testes de pré-temporada no mesmo circuito de Losail. A MotoGP, inclusive, impôs confinamento de até um mês no país árabe para combater a covid-19.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;