Fechar
Publicidade

Domingo, 9 de Maio

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Setecidades

setecidades@dgabc.com.br | 4435-8319

Com mais 24 mortes, Grande ABC acumula 4.376 vítimas da Covid

Agência Brasil Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Ribeirão não emite boletim desde sexta-feira; Estado registra 25 casos de nova variante


Anderson Fattori
Do Diário do Grande ABC

16/02/2021 | 07:00


O Grande ABC registrou ontem mais 24 mortes em decorrência da Covid-19, com isso, são 4.376 óbitos desde o início da pandemia. Já em relação aos casos, foram adicionados à conta mais 415 registros, com 122.973 no total. Nos números não constam dados de Ribeirão Pires, já que a Prefeitura não emite boletim epidemiológico desde sexta-feira.

São Bernardo, cidade com os maiores números absolutos do Grande ABC, soma 47.934 infectados e 1.456 falecimentos, seguida por Santo André (35.454 confirmações e 1.161 óbitos), Diadema (15.558 casos e 635 perdas), Mauá (11.283 positivos e 561 vítimas fatais), São Caetano (7.440 registros e 373 baixas) e Rio Grande da Serra (1.396 positivos e 40 óbitos). Ribeirão Pires acumula ao menos 3.908 doentes e 150 mortes.

O Estado registrou ontem 56.304 óbitos e 1.915.914 casos durante toda a pandemia. Entre o total de diagnósticos positivos, 1.689.766 pessoas estão recuperadas. As taxas de ocupação dos leitos de UTI (Unidade de Terapia Intensiva) são de 65,1% na Grande São Paulo e 66,2% no Estado. O número de pacientes internados é de 12.694, sendo 6.637 em enfermaria e 6.057 em unidades de terapia intensiva.

O Ministério da Saúde registrou 32.197 novos casos da doença no Brasil, além de 528 mortes em 24 horas. No total, são 9.866.710 brasileiros que já foram infectados pela Covid e 239.773 que perderam a batalha para a enfermidade. Em contrapartida, já são 8.805.239 pessoas recuperadas.

VARIANTE

O secretário de Estado da Saúde, Jean Gorinchteyn, informou que São Paulo já contabiliza 25 casos da variante brasileira do novo coronavírus, a P1, dos quais 16 são autóctones (de transmissão interna). O município com o maior número de registros é Araraquara, no Interior, que decretou lockdown desde ontem por causa do aumento de casos e de óbitos pela Covid. Infratores estarão sujeitos a multas que variam de R$ 120 a R$ 6.000.

Segundo o secretário, a pasta foi informada de que a presença da cepa britânica foi descartada, mas o número de casos da cepa brasileira aumentou. “A pesquisadora Ester Sabino (da Universidade de São Paulo) nos comunicou que três cepas que tinham sido colocadas como cepas britânicas foram resequenciadas e afastou-se a possibilidade da cepa britânica, porém, aumentou a estatística. Nós tínhamos oito casos em Araraquara para a cepa P1, do Amazonas, e elas passaram a consagrar como 12 casos agora. Por outro lado, nos deixa mais tranquilos, porque não temos duas cepas diferentes circulando, mas uma nova cepa”, informou Gorinchteyn.

O secretário informou ainda que os 12 casos do município são autóctones, assim como três de Jaú e um da Capital, que foi anunciado no sábado. Dessa forma, a nova variante já está circulando em quatro municípios do Estado. (com Agências)



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Com mais 24 mortes, Grande ABC acumula 4.376 vítimas da Covid

Ribeirão não emite boletim desde sexta-feira; Estado registra 25 casos de nova variante

Anderson Fattori
Do Diário do Grande ABC

16/02/2021 | 07:00


O Grande ABC registrou ontem mais 24 mortes em decorrência da Covid-19, com isso, são 4.376 óbitos desde o início da pandemia. Já em relação aos casos, foram adicionados à conta mais 415 registros, com 122.973 no total. Nos números não constam dados de Ribeirão Pires, já que a Prefeitura não emite boletim epidemiológico desde sexta-feira.

São Bernardo, cidade com os maiores números absolutos do Grande ABC, soma 47.934 infectados e 1.456 falecimentos, seguida por Santo André (35.454 confirmações e 1.161 óbitos), Diadema (15.558 casos e 635 perdas), Mauá (11.283 positivos e 561 vítimas fatais), São Caetano (7.440 registros e 373 baixas) e Rio Grande da Serra (1.396 positivos e 40 óbitos). Ribeirão Pires acumula ao menos 3.908 doentes e 150 mortes.

O Estado registrou ontem 56.304 óbitos e 1.915.914 casos durante toda a pandemia. Entre o total de diagnósticos positivos, 1.689.766 pessoas estão recuperadas. As taxas de ocupação dos leitos de UTI (Unidade de Terapia Intensiva) são de 65,1% na Grande São Paulo e 66,2% no Estado. O número de pacientes internados é de 12.694, sendo 6.637 em enfermaria e 6.057 em unidades de terapia intensiva.

O Ministério da Saúde registrou 32.197 novos casos da doença no Brasil, além de 528 mortes em 24 horas. No total, são 9.866.710 brasileiros que já foram infectados pela Covid e 239.773 que perderam a batalha para a enfermidade. Em contrapartida, já são 8.805.239 pessoas recuperadas.

VARIANTE

O secretário de Estado da Saúde, Jean Gorinchteyn, informou que São Paulo já contabiliza 25 casos da variante brasileira do novo coronavírus, a P1, dos quais 16 são autóctones (de transmissão interna). O município com o maior número de registros é Araraquara, no Interior, que decretou lockdown desde ontem por causa do aumento de casos e de óbitos pela Covid. Infratores estarão sujeitos a multas que variam de R$ 120 a R$ 6.000.

Segundo o secretário, a pasta foi informada de que a presença da cepa britânica foi descartada, mas o número de casos da cepa brasileira aumentou. “A pesquisadora Ester Sabino (da Universidade de São Paulo) nos comunicou que três cepas que tinham sido colocadas como cepas britânicas foram resequenciadas e afastou-se a possibilidade da cepa britânica, porém, aumentou a estatística. Nós tínhamos oito casos em Araraquara para a cepa P1, do Amazonas, e elas passaram a consagrar como 12 casos agora. Por outro lado, nos deixa mais tranquilos, porque não temos duas cepas diferentes circulando, mas uma nova cepa”, informou Gorinchteyn.

O secretário informou ainda que os 12 casos do município são autóctones, assim como três de Jaú e um da Capital, que foi anunciado no sábado. Dessa forma, a nova variante já está circulando em quatro municípios do Estado. (com Agências)

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;