Fechar
Publicidade

Quinta-Feira, 13 de Maio

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Setecidades

setecidades@dgabc.com.br | 4435-8319

Região dispersa dois pancadões e encerra festa clandestina

Divulgação Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Prefeituras agiram para tentar impedir aglomeração no fim de semana e tiveram que fechar e multar estabelecimentos que descumpriram regras


Vinícius Castelli
Do Diário do Grande ABC

16/02/2021 | 07:00


O Grande ABC registrou a dispersão de dois pancadões – e um terceiro desmobilizado antes do início –, uma festa clandestina e diversos eventos com aglomeração de pessoas e desrespeito dos protocolos sanitários no fim de semana.

A fiscalização começou na sexta-feira em Santo André, quando a Operação Comércio Responsável dispersou 60 pessoas na Rua Santo André, na Vila Assunção, por aglomeração em via pública. No domingo houve desmobilização de 200 pessoas na Rua 1º de Dezembro, no Jardim Santo André, por aglomeração em pancadão, e aplicação de multa e interdição na Av. Industrial, em bar que contava com 300 pessoas e funcionando à 1h.

Segundo a Prefeitura andreense, foram realizadas 24 vistorias em estabelecimentos, nove orientações, assinados três termos de compromisso, aplicada uma multa de postura, uma advertência de ruído, uma multa de ruído e realizadas três interdições.

Em São Bernardo a GCM (Guarda Civil Municipal), junto da Romu (Ronda Ostensiva Municipal), dispersou no domingo cerca de 600 pessoas que bloqueavam toda a extensão da Avenida Claudia, no bairro dos Casa, para realização de pancadão.

Segundo o Paço de São Bernardo, foram realizadas 20 intervenções em estabelecimentos que funcionavam de forma irregular. Cinco foram notificados pela vigilância sanitária, um foi autuado e outro, lacrado.

Segundo a Prefeitura de São Caetano, a vigilância sanitária identificou sábado aglomeração em frente a um estabelecimento na Rua Nazaré com a Rua Oriente, no bairro Barcelona, com pessoas sem máscara na calçada. A aglomeração foi dispersada às 20h pela PM (Polícia Militar). O Paço fiscalizou cerca de 50 estabelecimentos. Nenhum precisou ser lacrado.

Em Ribeirão Pires a GCM fechou uma festa clandestina no sábado. O evento aconteceu no Centro Hípico Amarelinho e, segundo a Prefeitura, havia cerca de 500 pessoas no local. O responsável pela festa foi identificado e multado. Os participantes deixaram o local sem maiores confusões.

Ainda em Ribeirão Pires, também no sábado, a GCM encontrou outro estabelecimento que realizava uma festa clandestina. O local não possuía alvará para promover shows. De acordo com a Prefeitura, o evento estava lotado e as pessoas não respeitavam as regras sanitárias de distanciamento e comercialização de bebidas alcoólicas após as 20h. Os responsáveis foram multados em R$ 10 mil.

Em Diadema, a Operação Paz e Proteção, realizada pela GCM junto da PM, conseguiu impedir a realização de pancadão no sábado e domingo no morro do Samba. A Prefeitura informou que houve 18 orientações para donos de comércio. 



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Região dispersa dois pancadões e encerra festa clandestina

Prefeituras agiram para tentar impedir aglomeração no fim de semana e tiveram que fechar e multar estabelecimentos que descumpriram regras

Vinícius Castelli
Do Diário do Grande ABC

16/02/2021 | 07:00


O Grande ABC registrou a dispersão de dois pancadões – e um terceiro desmobilizado antes do início –, uma festa clandestina e diversos eventos com aglomeração de pessoas e desrespeito dos protocolos sanitários no fim de semana.

A fiscalização começou na sexta-feira em Santo André, quando a Operação Comércio Responsável dispersou 60 pessoas na Rua Santo André, na Vila Assunção, por aglomeração em via pública. No domingo houve desmobilização de 200 pessoas na Rua 1º de Dezembro, no Jardim Santo André, por aglomeração em pancadão, e aplicação de multa e interdição na Av. Industrial, em bar que contava com 300 pessoas e funcionando à 1h.

Segundo a Prefeitura andreense, foram realizadas 24 vistorias em estabelecimentos, nove orientações, assinados três termos de compromisso, aplicada uma multa de postura, uma advertência de ruído, uma multa de ruído e realizadas três interdições.

Em São Bernardo a GCM (Guarda Civil Municipal), junto da Romu (Ronda Ostensiva Municipal), dispersou no domingo cerca de 600 pessoas que bloqueavam toda a extensão da Avenida Claudia, no bairro dos Casa, para realização de pancadão.

Segundo o Paço de São Bernardo, foram realizadas 20 intervenções em estabelecimentos que funcionavam de forma irregular. Cinco foram notificados pela vigilância sanitária, um foi autuado e outro, lacrado.

Segundo a Prefeitura de São Caetano, a vigilância sanitária identificou sábado aglomeração em frente a um estabelecimento na Rua Nazaré com a Rua Oriente, no bairro Barcelona, com pessoas sem máscara na calçada. A aglomeração foi dispersada às 20h pela PM (Polícia Militar). O Paço fiscalizou cerca de 50 estabelecimentos. Nenhum precisou ser lacrado.

Em Ribeirão Pires a GCM fechou uma festa clandestina no sábado. O evento aconteceu no Centro Hípico Amarelinho e, segundo a Prefeitura, havia cerca de 500 pessoas no local. O responsável pela festa foi identificado e multado. Os participantes deixaram o local sem maiores confusões.

Ainda em Ribeirão Pires, também no sábado, a GCM encontrou outro estabelecimento que realizava uma festa clandestina. O local não possuía alvará para promover shows. De acordo com a Prefeitura, o evento estava lotado e as pessoas não respeitavam as regras sanitárias de distanciamento e comercialização de bebidas alcoólicas após as 20h. Os responsáveis foram multados em R$ 10 mil.

Em Diadema, a Operação Paz e Proteção, realizada pela GCM junto da PM, conseguiu impedir a realização de pancadão no sábado e domingo no morro do Samba. A Prefeitura informou que houve 18 orientações para donos de comércio. 

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;