Fechar
Publicidade

Domingo, 16 de Maio

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Setecidades

setecidades@dgabc.com.br | 4435-8319

Terreno no Inamar vira ponto de descarte de lixo

Celso Luiz/DGABC Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Moradores denunciam que, além de entulho e móveis, até animais mortos e carros velhos são deixados no local


Vinícius Castelli
Do Diário do Grande ABC

12/02/2021 | 00:01


Moradores da Rua das Orquídeas, no Jardim Inamar, em Diadema, sofrem com problema recorrente: descarte de lixo na calçada, em frente a terreno tomado por mato alto. Colchão, entulho e móveis velhos são alguns dos materiais jogados no local e que tiram o sossego da população.

De acordo com moradora que pediu para não ser identificada, o descarte irregular ocorre frequentemente. Ela afirma que a última limpeza feita pela Prefeitura foi em 2019, apesar dos vários pedidos que fez para que a área fosse limpa. “Já jogaram até animal morto. Ficou cheiro insuportável”, lamenta.

Para tentar conter o problema, os próprios moradores colocaram barreira de pneus com plantas na parte da calçada que acompanha o terreno. “Nessa parte que colocamos os pneus deu uma melhorada, mas depois é uma sujeira só”, comenta a moradora.

A situação acarreta no aparecimento de ratos. A moradora explica que ela e outros vizinhos precisam colocar veneno nas casas, pois os roedores invadem tanto os quintais como as partes internas dos imóveis.

“Há muito tempo que a gente vem sofrendo com problema de sujeira e mato alto”, explica outro morador, que também não quis ser identificado. Ele diz que o descarte de animais mortos no local é constante. Até automóveis, ele relata, costumam ser abandonados por ali.

Procurada pelo Diário, a Prefeitura de Diadema informou, por meio do DLU (Departamento de Limpeza Urbana), estar ciente do problema no local que, nos últimos anos, tornou-se ponto de descarte de materiais das mais variadas naturezas. “As equipes do DLU têm feito a limpeza urbana na cidade por regiões e nos próximos dias deverá chegar ao Jardim Inamar. O DLU também estuda a possibilidade de transformar o local num jardim com floreiras para que novos descartes não voltem a acontecer”. 



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Terreno no Inamar vira ponto de descarte de lixo

Moradores denunciam que, além de entulho e móveis, até animais mortos e carros velhos são deixados no local

Vinícius Castelli
Do Diário do Grande ABC

12/02/2021 | 00:01


Moradores da Rua das Orquídeas, no Jardim Inamar, em Diadema, sofrem com problema recorrente: descarte de lixo na calçada, em frente a terreno tomado por mato alto. Colchão, entulho e móveis velhos são alguns dos materiais jogados no local e que tiram o sossego da população.

De acordo com moradora que pediu para não ser identificada, o descarte irregular ocorre frequentemente. Ela afirma que a última limpeza feita pela Prefeitura foi em 2019, apesar dos vários pedidos que fez para que a área fosse limpa. “Já jogaram até animal morto. Ficou cheiro insuportável”, lamenta.

Para tentar conter o problema, os próprios moradores colocaram barreira de pneus com plantas na parte da calçada que acompanha o terreno. “Nessa parte que colocamos os pneus deu uma melhorada, mas depois é uma sujeira só”, comenta a moradora.

A situação acarreta no aparecimento de ratos. A moradora explica que ela e outros vizinhos precisam colocar veneno nas casas, pois os roedores invadem tanto os quintais como as partes internas dos imóveis.

“Há muito tempo que a gente vem sofrendo com problema de sujeira e mato alto”, explica outro morador, que também não quis ser identificado. Ele diz que o descarte de animais mortos no local é constante. Até automóveis, ele relata, costumam ser abandonados por ali.

Procurada pelo Diário, a Prefeitura de Diadema informou, por meio do DLU (Departamento de Limpeza Urbana), estar ciente do problema no local que, nos últimos anos, tornou-se ponto de descarte de materiais das mais variadas naturezas. “As equipes do DLU têm feito a limpeza urbana na cidade por regiões e nos próximos dias deverá chegar ao Jardim Inamar. O DLU também estuda a possibilidade de transformar o local num jardim com floreiras para que novos descartes não voltem a acontecer”. 

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;