Fechar
Publicidade

Domingo, 9 de Maio

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Esportes

esportes@dgabc.com.br | 4435-8384

Após perda de invencibilidade, Abel destaca liderança: 'Inter só depende de si'

Reprodução/Instragram Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra


11/02/2021 | 11:03


A derrota para o Sport por 2 a 1, na quarta-feira, em pleno estádio Beira-Rio, em Porto Alegre, não estava nos planos do Internacional, que poderia abrir uma vantagem de quatro pontos para o Flamengo na liderança do Campeonato Brasileiro, faltando apenas três rodadas. O que se viu foi o clube carioca, que havia empatado no último domingo, diminuir a diferença para apenas um (66 a 65) e com um confronto direto no Rio de Janeiro no próximo dia 21.

Além de não "criar uma gordura" nesta reta final de Brasileirão, o resultado negativo em casa acabou com uma série de 12 jogos de invencibilidade do Internacional. Mas isso não é motivo de preocupação para o técnico Abel Braga.

"Quando tivemos momentos difíceis, a reação do meu grupo foi extraordinária. Nunca nos consideramos campeões e o Inter segue dependendo só de si", frisou o treinador.

Abel Braga projetou um confronto difícil no Rio de Janeiro diante do Vasco, neste domingo, pela 36.ª rodada. No entanto, apostou na superação para seguir vivo na luta pelo título brasileiro. "O líder é o Inter. Esse grupo de jogadores vai seguir no objetivo de conquistar algo que há 41 anos não se consegue nesse clube. Vamos deixar cada gota de suor em São Januário", apontou.

Mas o técnico terá problemas para definir a escalação. Quatro jogadores estão suspensos: o lateral-esquerdo Uendel, expulso ainda no primeiro tempo contra o Sport, Patrick, Zé Gabriel e Leandro Fernández. Quem volta é Moisés e Rodrigo Lindoso e Thiago Galhardo ainda ficam como alternativas.

"Temos um jogo importantíssimo contra o Vasco. Estão em situação delicada, perderam. Temos que respeitar o momento do adversário. Fizemos um ponto dos seis últimos. Temos que conversar o que tem que ser acertado. Trabalhar a equipe do Vasco e pensar apenas nela", afirmou o volante Edenilson.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Após perda de invencibilidade, Abel destaca liderança: 'Inter só depende de si'


11/02/2021 | 11:03


A derrota para o Sport por 2 a 1, na quarta-feira, em pleno estádio Beira-Rio, em Porto Alegre, não estava nos planos do Internacional, que poderia abrir uma vantagem de quatro pontos para o Flamengo na liderança do Campeonato Brasileiro, faltando apenas três rodadas. O que se viu foi o clube carioca, que havia empatado no último domingo, diminuir a diferença para apenas um (66 a 65) e com um confronto direto no Rio de Janeiro no próximo dia 21.

Além de não "criar uma gordura" nesta reta final de Brasileirão, o resultado negativo em casa acabou com uma série de 12 jogos de invencibilidade do Internacional. Mas isso não é motivo de preocupação para o técnico Abel Braga.

"Quando tivemos momentos difíceis, a reação do meu grupo foi extraordinária. Nunca nos consideramos campeões e o Inter segue dependendo só de si", frisou o treinador.

Abel Braga projetou um confronto difícil no Rio de Janeiro diante do Vasco, neste domingo, pela 36.ª rodada. No entanto, apostou na superação para seguir vivo na luta pelo título brasileiro. "O líder é o Inter. Esse grupo de jogadores vai seguir no objetivo de conquistar algo que há 41 anos não se consegue nesse clube. Vamos deixar cada gota de suor em São Januário", apontou.

Mas o técnico terá problemas para definir a escalação. Quatro jogadores estão suspensos: o lateral-esquerdo Uendel, expulso ainda no primeiro tempo contra o Sport, Patrick, Zé Gabriel e Leandro Fernández. Quem volta é Moisés e Rodrigo Lindoso e Thiago Galhardo ainda ficam como alternativas.

"Temos um jogo importantíssimo contra o Vasco. Estão em situação delicada, perderam. Temos que respeitar o momento do adversário. Fizemos um ponto dos seis últimos. Temos que conversar o que tem que ser acertado. Trabalhar a equipe do Vasco e pensar apenas nela", afirmou o volante Edenilson.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;