Fechar
Publicidade

Domingo, 16 de Maio

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Setecidades

setecidades@dgabc.com.br | 4435-8319

Aulas presenciais na rede municipal de Ribeirão Pires voltam em 5 de abril

Pixabay Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Segundo o Paço, a cidade ainda está se adequando aos protocolos; município quer vacinar comunidade escolar


Do Diário do Grande ABC

09/02/2021 | 17:18


Nesta terça-feira (9), a Prefeitura de Ribeirão Pires, por meio da Secretaria de Educação, anunciou oficialmente o retorno das aulas presenciais na rede municipal da cidade. Será em 5 de abril. De acordo com o Paço, a mudança no calendário acompanha decisão de outros municípios da região, como Mauá, Rio Grande da Serra e Diadema, que "se encontram em condições de dificuldade financeiras e estruturais na rede de ensino similares". As aulas em São Caetano voltaram nesta segunda-feira (8) e Rio Grande da Serra é a única cidade que não tem previsão de retorno presencial. As atividades nas escolas particulares estão previstas para serem retomadas no dia 18.

Inicialmente, o retorno presencial gradativo da rede pública estava previsto para 1º de março, mas a cidade ainda está adequando a estrutura para o retorno seguro da comunidade escolar. As reformas começaram em janeiro. A Prefeitura disse ainda que está fortalecendo a plataforma de ensino remoto e disponibilizará kits de reforço à alimentação de estudantes da rede municipal em situação de vulnerabilidade social, seguindo critérios estabelecidos por lei.

Foi realizada pesquisa com pais e responsáveis dos estudantes sobre intenção da volta às aulas presenciais. Considerando o cenário em que para o retorno gradativo das atividades é exigida a aplicação de vacina contra a Covid-19, 64% dos entrevistados informaram que não enviariam os alunos às escolas em 1º de março. A pesquisa foi aplicada pela Prefeitura entre os dias 29 de janeiro e 3 de fevereiro. Do total de 6.810 estudantes matriculados na rede até o fim da pesquisa, 5.165 questionários foram respondidos (75,8%).

Em relação à preocupação das famílias dos estudantes e profissionais da Educação sobre a imunização contra o coronavírus, a Prefeitura esclarece que em janeiro deste ano protocolou junto ao Instituto Butantan a intenção de compra de 30 mil doses da CoronaVac que, entre outros grupos prioritários, imunizará profissionais das redes de ensino pública e particular. No dia 15 de janeiro, o Instituto Butantan, representado por seu diretor presidente, Rui Curi, assinou documento de aceitação aos termos da Prefeitura de Ribeirão Pires na requisição de compra das vacinas. Além dos profissionais da Educação municipal, estadual e rede particular, fazem parte dos grupos prioritários estabelecidos pelo município: população idosa (que já começou a ser imunizada dentro de cronograma por faixa etária); profissionais da saúde, indígenas e quilombolas (primeiros grupos que já estão sendo imunizados com doses enviadas pelo Estado).

 



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Aulas presenciais na rede municipal de Ribeirão Pires voltam em 5 de abril

Segundo o Paço, a cidade ainda está se adequando aos protocolos; município quer vacinar comunidade escolar

Do Diário do Grande ABC

09/02/2021 | 17:18


Nesta terça-feira (9), a Prefeitura de Ribeirão Pires, por meio da Secretaria de Educação, anunciou oficialmente o retorno das aulas presenciais na rede municipal da cidade. Será em 5 de abril. De acordo com o Paço, a mudança no calendário acompanha decisão de outros municípios da região, como Mauá, Rio Grande da Serra e Diadema, que "se encontram em condições de dificuldade financeiras e estruturais na rede de ensino similares". As aulas em São Caetano voltaram nesta segunda-feira (8) e Rio Grande da Serra é a única cidade que não tem previsão de retorno presencial. As atividades nas escolas particulares estão previstas para serem retomadas no dia 18.

Inicialmente, o retorno presencial gradativo da rede pública estava previsto para 1º de março, mas a cidade ainda está adequando a estrutura para o retorno seguro da comunidade escolar. As reformas começaram em janeiro. A Prefeitura disse ainda que está fortalecendo a plataforma de ensino remoto e disponibilizará kits de reforço à alimentação de estudantes da rede municipal em situação de vulnerabilidade social, seguindo critérios estabelecidos por lei.

Foi realizada pesquisa com pais e responsáveis dos estudantes sobre intenção da volta às aulas presenciais. Considerando o cenário em que para o retorno gradativo das atividades é exigida a aplicação de vacina contra a Covid-19, 64% dos entrevistados informaram que não enviariam os alunos às escolas em 1º de março. A pesquisa foi aplicada pela Prefeitura entre os dias 29 de janeiro e 3 de fevereiro. Do total de 6.810 estudantes matriculados na rede até o fim da pesquisa, 5.165 questionários foram respondidos (75,8%).

Em relação à preocupação das famílias dos estudantes e profissionais da Educação sobre a imunização contra o coronavírus, a Prefeitura esclarece que em janeiro deste ano protocolou junto ao Instituto Butantan a intenção de compra de 30 mil doses da CoronaVac que, entre outros grupos prioritários, imunizará profissionais das redes de ensino pública e particular. No dia 15 de janeiro, o Instituto Butantan, representado por seu diretor presidente, Rui Curi, assinou documento de aceitação aos termos da Prefeitura de Ribeirão Pires na requisição de compra das vacinas. Além dos profissionais da Educação municipal, estadual e rede particular, fazem parte dos grupos prioritários estabelecidos pelo município: população idosa (que já começou a ser imunizada dentro de cronograma por faixa etária); profissionais da saúde, indígenas e quilombolas (primeiros grupos que já estão sendo imunizados com doses enviadas pelo Estado).

 

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;