Fechar
Publicidade

Sexta-Feira, 14 de Maio

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Turismo

turismo@dgabc.com.br | 4435-8367

10 casas de ramen para ir no Japão

 Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Redação
Do Rota de Férias

08/02/2021 | 09:48


Muito popular no Japão, e já conhecido entre os brasileiros, o ramen, ou lámen, surgiu em Yokohama e Kobe, no século 19. A receita trazida pelos chineses consiste em uma massa cozida em caldo de galinha.

Mais tarde, em Asakusa, bairro tradicional de Tóquio, o prato foi repaginado ao incluir caldo de shoyu, carne de porco, naruto (massa de peixe), espinafre e alga nori. E assim foi criado o estilo do ramen que conquistou o mundo.

Quer ganhar um e-book exclusivo com dicas de viagem? Assine nossa newsletter neste link.

Casas de ramen no Japão

Hoje, o ramen conta com diversas variações no preparo e receitas com ingredientes variados, sendo que o segredo de seu sabor é sempre o caldo. A massa deve ser artesanal, feita de trigo, água com kansui (mistura de carbonato de sódio e carbonato de potássio) e sal. A receita não deve incluir ovo.

Vai viajar de avião? Pesquise aqui as melhores opções de passagens aéreas para o Japão.

A espessura da massa, pro sua vez, pode variar de acordo com o tipo de caldo e da preferência ou escolha dos diversos restaurantes onde se pode provar essa maravilha no Japão.

Simone Xirata, sócia-executiva do Jojo Ramen, em São Paulo, indicou para a Quickly Travel 10 casas de ramen no Japão. Tudo para deixar sua viagem para a Terra do Sol Nascente mais saborosa.

LEIA MAIS: VAI AO JAPÃO? SITE EXPLICA AS REGRAS DE TRÂNSITO DO PAÍS
8 COISAS QUE VOCÊ PRECISA SABER ANTES DE IR AO JAPÃO

1 – Makoto Shokudo, Kitakata

Os moradores de Kitakata, pequena cidade com 37 mil habitantes na província de Fukushima, costumam comer ramen logo pela manhã. Por siso, muitas casas especializadas no prato abrem as portas às 7h da manhã na região.

Kitakata forma com Sapporo e Hakata a tríade das capitais do ramen no Japão. Proporcionalmente, a região tem a maior quantidade de casas que servem a iguaria por habitante no país.

São 120 ramen-ya oficialmente cadastrados, o que dá, aproximadamente, um restaurante de ramen para cada 300 habitantes. Se aplicada a mesma proporção para São Paulo, por exemplo, a cidade teria 42 mil casas do gênero.

O Makoto Shokudo, um dos destaques locais, remete a uma residência familiar, com fotos de seus moradores nas paredes. Bons saquês e a companhia de ramens impecáveis valem a visita.

2 – Ban Nai Shokudo, Kitakata

Uma das casas de ramen mais tradicionais do Japão, a Ban Nai Shokudo serve um caldo levíssimo à base de shoyu. Há mais de 57 filiais do restaurante em todo o Japão.

Kitakata, onde fica a casa original, é famosa pela água cristalina que vem do Monte Iide. 0É ela que, segundo os nativos, proporciona um caldo diferenciado e super saboroso. A região também é famosa pela produção de saquê.

3 – Ippudo, Hakata (Fukuoka)

Esta cadeia de restaurantes de ramen japonesa tem filiais em todo o mundo. O Ippudo é conhecido por seu tonkotsu ramen (caldo à base de porco) e foi descrita como “a mais famosa loja de tonkotsu ramen do país”.

As características do prato  dão conta de um caldo mais sólido e consistente à base de porco, e a massa é fina.

Uma vez na região, aproveite para visitar o distrito central de Hakata, visitar o porto e avistar as colinas cobertas de bambus. Ele é famosos pelos shoppings modernos e as lojas de artesanato tradicional do centro comercial Kawabata. Não deixe também de ir ao Teatro Hakataza para assistir a peças de kabuki, e ao Templo Shofukuji, do século 12, o mais antigo local zen-budista do Japão.

Durante os passeios, você verá que restaurantes de macarrão oriental servem o ramen de porco em diversos pontos da região. Os bares perto da Estação Hakata que preparam o prato, por exemplo, vivem cheios depois do expediente.

4 – Ikkousha, Hakata (Fukuoka)

Ainda em Hakata, não deixe de ir nesta casa para provar seu potente ramen. O Ikkousha aposta no estilo tonkotsu, em que o caldo é cozido por meio dos ossos de porco. Trata-se de um preparo popular em outros países, como os Estados Unidos.

5 – Menya Itto, Tóquio

O Menya Itto fica afastado do centro de Tóquio e serve o ramen em estilo diferente: o caldo é à base de frango e vem separado do macarrão, servido à parte. Esta categoria é chamada de Tsukemen. Durante o preparo, o macarrão é lavado em água gelada, logo após o cozimento,.

6 – Tomita, Tóquio

Igualmente famoso pelo seu Tsukemen, em que caldo e massa são servidos à parte, o Tomita, em Tóquio, é comandado pelo chef celebridade Osamu Tomita, apontado por especialistas como o melhor cozinheiro do Japão nesta modalidade de ramen.

7 – Ramen Sora, Hokkaido (Sapporo)

O destaque do Ramen Sora é o misso ramen, cujo diferencial o uso de milho com manteiga. Afinal, a região é famosa pela produção de milhos e pela ótima qualidade do leite e de seus derivados.

Quinta maior cidade do Japão e capital da província de Hokkaido, Sapporo é um centro urbano dinâmico que oferece tudo que você deseja em uma viagem ao Japão: uma boa cena gastronômica, cafés elegantes, vida noturna iluminada por neon e muitas lojas.

É o centro de onde se acessam as montanhas e fontes termais da região. No verão, muita gente vai à região para curtir um famoso festival da cerveja. No inverno, por sua vez, a população dobra de tamanho durante as festividades específicas da época.

8 – Ebisoba Ichigen, Hokkaido (Sapporo)

No Ebisoba Ichigen, o ramen mistura o caldo de porco com o caldo extraído do camarão, permitindo uma explosão de sabores, com a mistura de diferentes proteínas, juntando-se ali diferentes umamis. A casa alcançou status de culto entre os aficionados por ramen do Japão. O segredo de seu sucesso é o caldo, preparado a partir de uma receita antiga e popular.

9 – Josui Ramen, Nagoia

Ao se apresentar como “loja especializada Ramen”, o Josui Ramen, situado em Nagoya, a cerca de um quilômetro e meio a nordeste do centro da cidade, mostra logo a que veio. Pertinho do Museu de Arte de Tokugawa, o restaurante é especializado no preparo do prato com shio (tempero à base de sal).

O interior da casa é desprovido de qualquer decoração, exceto por alguns anúncios em tamanho A4 mostrando onde fica o estacionamento e um pequeno rack de CD.

Por trás do do balcão, cerca de cinco ou seis funcionários passam o dia fervendo macarrão, preparando o estoque para os clientes. Apenas 14 assentos no balcão e seis bancos laterais estão disponíveis. Há sempre uma espera grande.

10 – Sora no Iro, Tóquio

Um dos raros locais onde se pode comer o ramen vegetariano, o Sora no Iro fica na estação central de Tóquio. Muito requisitado, o restaurante desponta no Guia Michelin há três anos.

A casa original abriu em Kojimachi, mas há filiais na estação de Tóquio, em Kyobashi, Asakusabashi e em Nagoya. O conceito é um restaurante de ambiente clean e convidativo, onde as pessoas se sentem confortáveis mesmo que estejam sozinhas.

O soba vegetariano especial é um dos destaques. Ele vem com ovo e muitos vegetais. O macarrão apresenta uma cor laranja brilhante, pois é feito com páprica.

Reserva de hotéis no Japão

O Rota de Férias trabalha com o programa de afiliados do Booking.com para a reserva de hotéis. Com ele, você pode fazer reservas antecipadas de hospedagem nos hotéis, resorts, pousadas e outros tipos de acomodação sugeridos pelo site. Há opções, no Brasil e no mundo, com uma política adequada de cancelamento e todas as informações que você precisa

Clique aqui para fazer suas buscas e reservas de hotéis no Japão.

Passagem aérea para o Japão

O robô do Skyscanner, parceiro do Rota de Férias, é um dos mais eficientes do mundo para a pesquisa de passagens aéreas. Ao acessá-lo você pode pesquisar o valor oferecido por diversas empresas para a rota desejada. Também pode criar alertas de aviso quando os preços do roteiro escolhido forem modificados.

Clique aqui para reservar e comprar sua passagem para o Japão.

Principais cidades do Japão

A cidade de Tóquio é a porta de entrada para quem pretende conhecer o Japão. Cosmopolita, a capital do país conquista com suas luzes, ruas movimentadas e serviços de alta qualidade. Além dela, porém, há muitos outros destinos incríveis na Terra do Sol Nascente, como Osaka, Kyoto e Yokohama.

Na galeria, veja fotos de oito cidades japonesas que valem a visita:

  • Crédito: Pixabay
    Tóquio
  • Crédito: Pixabay
    Tóquio
  • Crédito: Pixabay
    Tóquio
  • Crédito: Pixabay
    Tóquio
  • Crédito: Pixabay
    Tóquio
  • Crédito: Pixabay
    Tóquio
  • Crédito: Pixabay
    Tóquio
  • Crédito: Pixabay
    Kyoto
  • Crédito: Pixabay
    Kyoto
  • Crédito: Pixabay
    Kyoto
  • Crédito: Pixabay
    Kyoto
  • Crédito: Pixabay
    Kyoto
  • Crédito: Pixabay
    Kyoto
  • Crédito: Pixabay
    Kyoto
  • Crédito: Pixabay
    Osaka
  • Crédito: Pixabay
    Osaka
  • Crédito: Pixabay
    Osaka
  • Crédito: Pixabay
    Osaka
  • Crédito: Pixabay
    Osaka
  • Crédito: Pixabay
    Osaka
  • Crédito: Pixabay
    Osaka
  • Crédito: Pixabay
    Hiroshima
  • Crédito: Pixabay
    Hiroshima
  • Crédito: Pixabay
    Hiroshima
  • Crédito: Pixabay
    Hiroshima
  • Crédito: Pixabay
    Hiroshima
  • Crédito: Pixabay
    Hiroshima
  • Crédito: Pixabay
    Hiroshima
  • Crédito: Pixabay
    Yokohama
  • Crédito: Pixabay
    Yokohama
  • Crédito: Pixabay
    Yokohama
  • Crédito: Pixabay
    Yokohama
  • Crédito: Pixabay
    Yokohama
  • Crédito:
  • Crédito: Pixabay
    Yokohama
  • Crédito: Pixabay
    Nagasaki
  • Crédito: Pixabay
    Nagasaki
  • Crédito: Pixabay
    Nagasaki
  • Crédito: Pixabay
    Nagasaki
  • Crédito: Pixabay
    Nagasaki
  • Crédito: Pixabay
    Kobe
  • Crédito: Pixabay
    Kobe
  • Crédito: Pixabay
    Kobe
  • Crédito: Pixabay
    Kobe
  • Crédito: Pixabay
    Kobe
  • Crédito: Pixabay
    Sapporo
  • Crédito: Pixabay
    Sapporo
  • Crédito: Pixabay
    Sapporo
  • Crédito: Pixabay
    Sapporo
  • Crédito: Pixabay
    Sapporo


Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

10 casas de ramen para ir no Japão

Redação
Do Rota de Férias

08/02/2021 | 09:48


Muito popular no Japão, e já conhecido entre os brasileiros, o ramen, ou lámen, surgiu em Yokohama e Kobe, no século 19. A receita trazida pelos chineses consiste em uma massa cozida em caldo de galinha.

Mais tarde, em Asakusa, bairro tradicional de Tóquio, o prato foi repaginado ao incluir caldo de shoyu, carne de porco, naruto (massa de peixe), espinafre e alga nori. E assim foi criado o estilo do ramen que conquistou o mundo.

Quer ganhar um e-book exclusivo com dicas de viagem? Assine nossa newsletter neste link.

Casas de ramen no Japão

Hoje, o ramen conta com diversas variações no preparo e receitas com ingredientes variados, sendo que o segredo de seu sabor é sempre o caldo. A massa deve ser artesanal, feita de trigo, água com kansui (mistura de carbonato de sódio e carbonato de potássio) e sal. A receita não deve incluir ovo.

Vai viajar de avião? Pesquise aqui as melhores opções de passagens aéreas para o Japão.

A espessura da massa, pro sua vez, pode variar de acordo com o tipo de caldo e da preferência ou escolha dos diversos restaurantes onde se pode provar essa maravilha no Japão.

Simone Xirata, sócia-executiva do Jojo Ramen, em São Paulo, indicou para a Quickly Travel 10 casas de ramen no Japão. Tudo para deixar sua viagem para a Terra do Sol Nascente mais saborosa.

LEIA MAIS: VAI AO JAPÃO? SITE EXPLICA AS REGRAS DE TRÂNSITO DO PAÍS
8 COISAS QUE VOCÊ PRECISA SABER ANTES DE IR AO JAPÃO

1 – Makoto Shokudo, Kitakata

Os moradores de Kitakata, pequena cidade com 37 mil habitantes na província de Fukushima, costumam comer ramen logo pela manhã. Por siso, muitas casas especializadas no prato abrem as portas às 7h da manhã na região.

Kitakata forma com Sapporo e Hakata a tríade das capitais do ramen no Japão. Proporcionalmente, a região tem a maior quantidade de casas que servem a iguaria por habitante no país.

São 120 ramen-ya oficialmente cadastrados, o que dá, aproximadamente, um restaurante de ramen para cada 300 habitantes. Se aplicada a mesma proporção para São Paulo, por exemplo, a cidade teria 42 mil casas do gênero.

O Makoto Shokudo, um dos destaques locais, remete a uma residência familiar, com fotos de seus moradores nas paredes. Bons saquês e a companhia de ramens impecáveis valem a visita.

2 – Ban Nai Shokudo, Kitakata

Uma das casas de ramen mais tradicionais do Japão, a Ban Nai Shokudo serve um caldo levíssimo à base de shoyu. Há mais de 57 filiais do restaurante em todo o Japão.

Kitakata, onde fica a casa original, é famosa pela água cristalina que vem do Monte Iide. 0É ela que, segundo os nativos, proporciona um caldo diferenciado e super saboroso. A região também é famosa pela produção de saquê.

3 – Ippudo, Hakata (Fukuoka)

Esta cadeia de restaurantes de ramen japonesa tem filiais em todo o mundo. O Ippudo é conhecido por seu tonkotsu ramen (caldo à base de porco) e foi descrita como “a mais famosa loja de tonkotsu ramen do país”.

As características do prato  dão conta de um caldo mais sólido e consistente à base de porco, e a massa é fina.

Uma vez na região, aproveite para visitar o distrito central de Hakata, visitar o porto e avistar as colinas cobertas de bambus. Ele é famosos pelos shoppings modernos e as lojas de artesanato tradicional do centro comercial Kawabata. Não deixe também de ir ao Teatro Hakataza para assistir a peças de kabuki, e ao Templo Shofukuji, do século 12, o mais antigo local zen-budista do Japão.

Durante os passeios, você verá que restaurantes de macarrão oriental servem o ramen de porco em diversos pontos da região. Os bares perto da Estação Hakata que preparam o prato, por exemplo, vivem cheios depois do expediente.

4 – Ikkousha, Hakata (Fukuoka)

Ainda em Hakata, não deixe de ir nesta casa para provar seu potente ramen. O Ikkousha aposta no estilo tonkotsu, em que o caldo é cozido por meio dos ossos de porco. Trata-se de um preparo popular em outros países, como os Estados Unidos.

5 – Menya Itto, Tóquio

O Menya Itto fica afastado do centro de Tóquio e serve o ramen em estilo diferente: o caldo é à base de frango e vem separado do macarrão, servido à parte. Esta categoria é chamada de Tsukemen. Durante o preparo, o macarrão é lavado em água gelada, logo após o cozimento,.

6 – Tomita, Tóquio

Igualmente famoso pelo seu Tsukemen, em que caldo e massa são servidos à parte, o Tomita, em Tóquio, é comandado pelo chef celebridade Osamu Tomita, apontado por especialistas como o melhor cozinheiro do Japão nesta modalidade de ramen.

7 – Ramen Sora, Hokkaido (Sapporo)

O destaque do Ramen Sora é o misso ramen, cujo diferencial o uso de milho com manteiga. Afinal, a região é famosa pela produção de milhos e pela ótima qualidade do leite e de seus derivados.

Quinta maior cidade do Japão e capital da província de Hokkaido, Sapporo é um centro urbano dinâmico que oferece tudo que você deseja em uma viagem ao Japão: uma boa cena gastronômica, cafés elegantes, vida noturna iluminada por neon e muitas lojas.

É o centro de onde se acessam as montanhas e fontes termais da região. No verão, muita gente vai à região para curtir um famoso festival da cerveja. No inverno, por sua vez, a população dobra de tamanho durante as festividades específicas da época.

8 – Ebisoba Ichigen, Hokkaido (Sapporo)

No Ebisoba Ichigen, o ramen mistura o caldo de porco com o caldo extraído do camarão, permitindo uma explosão de sabores, com a mistura de diferentes proteínas, juntando-se ali diferentes umamis. A casa alcançou status de culto entre os aficionados por ramen do Japão. O segredo de seu sucesso é o caldo, preparado a partir de uma receita antiga e popular.

9 – Josui Ramen, Nagoia

Ao se apresentar como “loja especializada Ramen”, o Josui Ramen, situado em Nagoya, a cerca de um quilômetro e meio a nordeste do centro da cidade, mostra logo a que veio. Pertinho do Museu de Arte de Tokugawa, o restaurante é especializado no preparo do prato com shio (tempero à base de sal).

O interior da casa é desprovido de qualquer decoração, exceto por alguns anúncios em tamanho A4 mostrando onde fica o estacionamento e um pequeno rack de CD.

Por trás do do balcão, cerca de cinco ou seis funcionários passam o dia fervendo macarrão, preparando o estoque para os clientes. Apenas 14 assentos no balcão e seis bancos laterais estão disponíveis. Há sempre uma espera grande.

10 – Sora no Iro, Tóquio

Um dos raros locais onde se pode comer o ramen vegetariano, o Sora no Iro fica na estação central de Tóquio. Muito requisitado, o restaurante desponta no Guia Michelin há três anos.

A casa original abriu em Kojimachi, mas há filiais na estação de Tóquio, em Kyobashi, Asakusabashi e em Nagoya. O conceito é um restaurante de ambiente clean e convidativo, onde as pessoas se sentem confortáveis mesmo que estejam sozinhas.

O soba vegetariano especial é um dos destaques. Ele vem com ovo e muitos vegetais. O macarrão apresenta uma cor laranja brilhante, pois é feito com páprica.

Reserva de hotéis no Japão

O Rota de Férias trabalha com o programa de afiliados do Booking.com para a reserva de hotéis. Com ele, você pode fazer reservas antecipadas de hospedagem nos hotéis, resorts, pousadas e outros tipos de acomodação sugeridos pelo site. Há opções, no Brasil e no mundo, com uma política adequada de cancelamento e todas as informações que você precisa

Clique aqui para fazer suas buscas e reservas de hotéis no Japão.

Passagem aérea para o Japão

O robô do Skyscanner, parceiro do Rota de Férias, é um dos mais eficientes do mundo para a pesquisa de passagens aéreas. Ao acessá-lo você pode pesquisar o valor oferecido por diversas empresas para a rota desejada. Também pode criar alertas de aviso quando os preços do roteiro escolhido forem modificados.

Clique aqui para reservar e comprar sua passagem para o Japão.

Principais cidades do Japão

A cidade de Tóquio é a porta de entrada para quem pretende conhecer o Japão. Cosmopolita, a capital do país conquista com suas luzes, ruas movimentadas e serviços de alta qualidade. Além dela, porém, há muitos outros destinos incríveis na Terra do Sol Nascente, como Osaka, Kyoto e Yokohama.

Na galeria, veja fotos de oito cidades japonesas que valem a visita:

  • Crédito: Pixabay
    Tóquio
  • Crédito: Pixabay
    Tóquio
  • Crédito: Pixabay
    Tóquio
  • Crédito: Pixabay
    Tóquio
  • Crédito: Pixabay
    Tóquio
  • Crédito: Pixabay
    Tóquio
  • Crédito: Pixabay
    Tóquio
  • Crédito: Pixabay
    Kyoto
  • Crédito: Pixabay
    Kyoto
  • Crédito: Pixabay
    Kyoto
  • Crédito: Pixabay
    Kyoto
  • Crédito: Pixabay
    Kyoto
  • Crédito: Pixabay
    Kyoto
  • Crédito: Pixabay
    Kyoto
  • Crédito: Pixabay
    Osaka
  • Crédito: Pixabay
    Osaka
  • Crédito: Pixabay
    Osaka
  • Crédito: Pixabay
    Osaka
  • Crédito: Pixabay
    Osaka
  • Crédito: Pixabay
    Osaka
  • Crédito: Pixabay
    Osaka
  • Crédito: Pixabay
    Hiroshima
  • Crédito: Pixabay
    Hiroshima
  • Crédito: Pixabay
    Hiroshima
  • Crédito: Pixabay
    Hiroshima
  • Crédito: Pixabay
    Hiroshima
  • Crédito: Pixabay
    Hiroshima
  • Crédito: Pixabay
    Hiroshima
  • Crédito: Pixabay
    Yokohama
  • Crédito: Pixabay
    Yokohama
  • Crédito: Pixabay
    Yokohama
  • Crédito: Pixabay
    Yokohama
  • Crédito: Pixabay
    Yokohama
  • Crédito:
  • Crédito: Pixabay
    Yokohama
  • Crédito: Pixabay
    Nagasaki
  • Crédito: Pixabay
    Nagasaki
  • Crédito: Pixabay
    Nagasaki
  • Crédito: Pixabay
    Nagasaki
  • Crédito: Pixabay
    Nagasaki
  • Crédito: Pixabay
    Kobe
  • Crédito: Pixabay
    Kobe
  • Crédito: Pixabay
    Kobe
  • Crédito: Pixabay
    Kobe
  • Crédito: Pixabay
    Kobe
  • Crédito: Pixabay
    Sapporo
  • Crédito: Pixabay
    Sapporo
  • Crédito: Pixabay
    Sapporo
  • Crédito: Pixabay
    Sapporo
  • Crédito: Pixabay
    Sapporo

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;