Fechar
Publicidade

Domingo, 13 de Junho

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Setecidades

setecidades@dgabc.com.br | 4435-8319

Escolas particulares de São Caetano retornam às aulas presenciais

Divulgação Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Cidade se antecipa à decisão do Consórcio e permite a retomada; colégios estaduais voltam a partir do dia 8 e, os municipais, dia 11


Vinícius Castelli
Do Diário do Grande ABC

02/02/2021 | 07:30


Após dez meses com aulas presenciais suspensas em razão da pandemia, escolas particulares de São Caetano retornaram ontem de forma gradual a programação, com rodízio entre os alunos. A autorização foi concedida por meio do decreto municipal número 11.627, publicado no Diário Oficial Eletrônico na quinta-feira. A cidade informou que o retorno das escolas estaduais ocorre a partir do dia 8 e as municipais, dia 11.

Com isso, São Caetano fura o acordo feito entre todos os prefeitos da região para que a retomada acontecesse de forma unificada a partir do dia 18 de fevereiro para as escolas particulares e dia 1º de março para as públicas. Consultados, os municípios ratificaram que devem seguir o combinado no colegiado, com exceção de Rio Grande da Serra, que determinou suspensão, por tempo indeterminado, do retorno às aulas presenciais.

O Colégio Adventista foi um dos que abriram as portas em São Caetano para os alunos. “Este é o momento em que a comunicação entre família e a instituição de ensino é fundamental para uma parceria efetiva”, explica Marizane Piergentile, diretora de educação da Rede Adventista na região.

A reabertura das escolas em São Caetano foi decidida após pesquisa entre os dias 25 e 29 de janeiro com pais e responsáveis pelos alunos. Eles foram questionados se pretendem enviar seus filhos à escola para aulas presenciais com carga horária reduzida e rodízio nos meses de fevereiro e março. Das 8.057 respostas, 53,6% assinalaram que enviarão os filhos às aulas presenciais.

Segundo Fabrício Coutinho de Faria, secretário de Educação de São Caetano, a ideia é fazer acolhimento dos alunos, “para entender como está nossa rede de ensino. Nosso alunos ficaram 2020, a partir de março, sem aulas. Não sabemos os problemas que se agravaram neles. A intenção é fazer sondagem e identificar como eles estão”, explica.

De acordo com o secretário, a retomada será gradual, com os alunos passando cerca de uma hora e quarenta minutos em ambiente escolar nos primeiros dias, subindo gradativamente. Fabrício explica ainda que a meta é trabalhar com menos do que 35% do limite de pessoas nas salas. “Tem sala em que muitos não devem voltar, então vai ficar abaixo disso. Nossa intenção é voltar com número pequeno de estudantes”, diz.

Em 1º de março, quando os demais municípios da região retomarem também as atividades presenciais, segundo o secretário, daí sim, o município avançará com mais aulas.

Em outubro, São Caetano realizou pesquisa similar, questionando pais ou responsáveis dos alunos matriculados na rede municipal acerca da possibilidade de retorno às aulas presenciais em 2020. No total, 77% dos 12.895 entrevistados disseram que não enviariam os filhos para as aulas presenciais.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;