Fechar
Publicidade

Quarta-Feira, 3 de Março

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Economia

soraiapedrozo@dgabc.com.br | 4435-8057

Metalúrgicos da Arteb mantêm greve; empresa demite 200

Fabricante de autopeças foi impactada por fechamento da Ford


Nilton Valentim

27/01/2021 | 21:13


Os trabalhadores da Arteb, de São Bernardo, decidiram manter a greve por tempo indeterminado. Eles tentam reverter a demissão de 200 funcionários, número que foi confirmado ontem pela empresa. A paralisação teve início na terça-feira. A crise gerada pelo encerramento das atividades da Ford no Brasil é apontada como a causa para as dispensas.

O Sindicato dos Metalúrgicos do ABC realizou ontem uma assembleia com os funcionários. Depois, em reunião com os representantes da fabricante de autopeças, foi oficialmente apresentada a quantidade de postos de trabalho que seriam fechados.

Moisés Selerges, secretário-geral, explicou que o sindicato cobra ações que garantam transparência e assegurem uma forma justa de pagamento aos que foram desligados. “Discutimos também o futuro dessa planta, em recuperação judicial, e a produção”, explicou.

Segundo o sindicalista, a Arteb relatou a existência de um contrato com a Fiat para o segundo semestre, o que poderia dar novo fôlego para a firma. 



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Metalúrgicos da Arteb mantêm greve; empresa demite 200

Fabricante de autopeças foi impactada por fechamento da Ford

Nilton Valentim

27/01/2021 | 21:13


Os trabalhadores da Arteb, de São Bernardo, decidiram manter a greve por tempo indeterminado. Eles tentam reverter a demissão de 200 funcionários, número que foi confirmado ontem pela empresa. A paralisação teve início na terça-feira. A crise gerada pelo encerramento das atividades da Ford no Brasil é apontada como a causa para as dispensas.

O Sindicato dos Metalúrgicos do ABC realizou ontem uma assembleia com os funcionários. Depois, em reunião com os representantes da fabricante de autopeças, foi oficialmente apresentada a quantidade de postos de trabalho que seriam fechados.

Moisés Selerges, secretário-geral, explicou que o sindicato cobra ações que garantam transparência e assegurem uma forma justa de pagamento aos que foram desligados. “Discutimos também o futuro dessa planta, em recuperação judicial, e a produção”, explicou.

Segundo o sindicalista, a Arteb relatou a existência de um contrato com a Fiat para o segundo semestre, o que poderia dar novo fôlego para a firma. 

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;