Fechar
Publicidade

Domingo, 7 de Março

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Economia

soraiapedrozo@dgabc.com.br | 4435-8057

Lucro da Starbucks cai 29,8% no 1º trimestre fiscal, para US$ 622,2 milhões



27/01/2021 | 09:30


A Starbucks obteve lucro líquido de US$ 622,2 milhões, ou US$ 0,53 por ação, no primeiro trimestre de seu ano fiscal 2021, encerrado em 27 de dezembro de 2020, informou a companhia nesta terça-feira (26), depois do fechamento do mercado. O resultado representa queda de 29,8% ante os US$ 885,7 milhões, ou US$ 0,74 por ação, registrados em igual período do ano fiscal anterior. Em termos ajustados, o lucro por ação caiu de US$ 0,79 para US$ 0,61.

A receita diminuiu 5% na mesma comparação, para US$ 6,7 bilhões. Segundo a Starbucks, essa queda foi motivada principalmente pela pandemia de covid-19, que reduziu o tráfego de clientes, modificou as operações, reduziu o horário de funcionamento das lojas e provocou o fechamento temporário de lojas.

Analistas consultados pela FactSet esperavam lucro ajustado de US$ 0,55 por ação e receita de US$ 6,91 bilhões.

As vendas globais no conceito mesmas lojas diminuíram 5% na comparação anual, refletindo uma queda de 19% no número de transações e um aumento de 17% no tíquete médio. As vendas mesmas lojas caíram 6% nas Américas e 3% no segmento internacional. Na China, essas vendas aumentaram 5%.

No primeiro trimestre fiscal, foram abertas 278 lojas, já descontados os fechamentos. O número representa aumento de 4% na comparação anual. Ao fim do período, a Starbucks tinha 32.938 lojas globalmente, sendo 51% próprias e 49%, licenciadas.

A Starbucks também anunciou que o diretor de operações, Roz Brewer, vai deixar a empresa no fim de fevereiro.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Lucro da Starbucks cai 29,8% no 1º trimestre fiscal, para US$ 622,2 milhões


27/01/2021 | 09:30


A Starbucks obteve lucro líquido de US$ 622,2 milhões, ou US$ 0,53 por ação, no primeiro trimestre de seu ano fiscal 2021, encerrado em 27 de dezembro de 2020, informou a companhia nesta terça-feira (26), depois do fechamento do mercado. O resultado representa queda de 29,8% ante os US$ 885,7 milhões, ou US$ 0,74 por ação, registrados em igual período do ano fiscal anterior. Em termos ajustados, o lucro por ação caiu de US$ 0,79 para US$ 0,61.

A receita diminuiu 5% na mesma comparação, para US$ 6,7 bilhões. Segundo a Starbucks, essa queda foi motivada principalmente pela pandemia de covid-19, que reduziu o tráfego de clientes, modificou as operações, reduziu o horário de funcionamento das lojas e provocou o fechamento temporário de lojas.

Analistas consultados pela FactSet esperavam lucro ajustado de US$ 0,55 por ação e receita de US$ 6,91 bilhões.

As vendas globais no conceito mesmas lojas diminuíram 5% na comparação anual, refletindo uma queda de 19% no número de transações e um aumento de 17% no tíquete médio. As vendas mesmas lojas caíram 6% nas Américas e 3% no segmento internacional. Na China, essas vendas aumentaram 5%.

No primeiro trimestre fiscal, foram abertas 278 lojas, já descontados os fechamentos. O número representa aumento de 4% na comparação anual. Ao fim do período, a Starbucks tinha 32.938 lojas globalmente, sendo 51% próprias e 49%, licenciadas.

A Starbucks também anunciou que o diretor de operações, Roz Brewer, vai deixar a empresa no fim de fevereiro.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;