Fechar
Publicidade

Domingo, 7 de Março

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Nacional

nacional@dgabc.com.br | 4435-8301

Saúde prometeu 300 milhões de vacinas, mas conseguiu apenas 2 milhões, diz Doria

 Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Segundo afirmou, ontem, o diretor do Instituto Butantan, Dimas Covas, o instituto aguarda do Ministério da Saúde posicionamento sobre a aquisição de 54 milhões de doses adicionais às 46 milhões já contratadas pela pasta



27/01/2021 | 08:45


O governador de São Paulo, João Doria (PSDB), voltou a cobrar nesta quarta-feira (27) que o governo federal faça a aquisição de outros imunizantes contra a covid-19 para reforçar o Programa Nacional de Imunização contra o novo coronavírus. "Nós precisamos de mais vacinas. O Ministério da Saúde prometeu aos brasileiros 300 milhões de vacinas. Até agora conseguiu 2 milhões da AstraZeneca. As demais vacinas, que são do Butantan, só foram viabilizadas porque o governo do Estado de São Paulo tomou providências, pagou por isso, firmou convênio e defendeu a vacina", disse Doria durante entrevista à rádio BandNews nesta manhã.

Segundo afirmou, ontem, o diretor do Instituto Butantan, Dimas Covas, o instituto aguarda do Ministério da Saúde posicionamento sobre a aquisição de 54 milhões de doses adicionais às 46 milhões já contratadas pela pasta.

"O que posso garantir é que se houver uma circunstância de desprezo, de afastamento do governo federal em relação a São Paulo, aqui, nenhum brasileiro de São Paulo vai ficar sem vacina", disse o governador. "Vamos entrar na Justiça e acionar o governo federal se houver esta circunstância. Espero que não haja", emendou Doria.

Vacinação

De acordo com o governador, a expectativa é de, até o próximo dia 6 de fevereiro, vacinar 22 mil idosos institucionalizados em lares e, na sequência iniciar, ainda em fevereiro, a vacinação do restante da população idosa com mais de 70 anos.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Saúde prometeu 300 milhões de vacinas, mas conseguiu apenas 2 milhões, diz Doria

Segundo afirmou, ontem, o diretor do Instituto Butantan, Dimas Covas, o instituto aguarda do Ministério da Saúde posicionamento sobre a aquisição de 54 milhões de doses adicionais às 46 milhões já contratadas pela pasta


27/01/2021 | 08:45


O governador de São Paulo, João Doria (PSDB), voltou a cobrar nesta quarta-feira (27) que o governo federal faça a aquisição de outros imunizantes contra a covid-19 para reforçar o Programa Nacional de Imunização contra o novo coronavírus. "Nós precisamos de mais vacinas. O Ministério da Saúde prometeu aos brasileiros 300 milhões de vacinas. Até agora conseguiu 2 milhões da AstraZeneca. As demais vacinas, que são do Butantan, só foram viabilizadas porque o governo do Estado de São Paulo tomou providências, pagou por isso, firmou convênio e defendeu a vacina", disse Doria durante entrevista à rádio BandNews nesta manhã.

Segundo afirmou, ontem, o diretor do Instituto Butantan, Dimas Covas, o instituto aguarda do Ministério da Saúde posicionamento sobre a aquisição de 54 milhões de doses adicionais às 46 milhões já contratadas pela pasta.

"O que posso garantir é que se houver uma circunstância de desprezo, de afastamento do governo federal em relação a São Paulo, aqui, nenhum brasileiro de São Paulo vai ficar sem vacina", disse o governador. "Vamos entrar na Justiça e acionar o governo federal se houver esta circunstância. Espero que não haja", emendou Doria.

Vacinação

De acordo com o governador, a expectativa é de, até o próximo dia 6 de fevereiro, vacinar 22 mil idosos institucionalizados em lares e, na sequência iniciar, ainda em fevereiro, a vacinação do restante da população idosa com mais de 70 anos.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;