Fechar
Publicidade

Domingo, 7 de Março

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Esportes

esportes@dgabc.com.br | 4435-8384

Fabiano Eller diz que não veio ao Tigre ‘a passeio’

Auxiliar de Ricardo Catalá, ex-zagueiro mira acesso à elite com o São Bernardo FC


Dérek Bittencourt
Do Diário do Grande ABC

27/01/2021 | 00:01


Campeão mundial de clubes, tricampeão da Libertadores, bicampeão brasileiro, entre muitas outras conquistas. É com este currículo e todo o conhecimento adquirido em 23 anos de carreira que o ex-zagueiro Fabiano Eller chega para compor a comissão técnica do São Bernardo FC, junto do treinador Ricardo Catalá. E o objetivo é muito claro: colocar o Tigre na Série A-1 do Campeonato Paulista de 2022.

“Não viemos aqui para passear, viemos com a proposta de subir o clube. A estrutura está sendo dada, os jogadores não podem reclamar de nada, boas condições de trabalho, o clube tem projeto de subir, ano que vem disputar a Primeira Divisão do Paulistão. Tem muito a percorrer ainda, todos os clubes têm o mesmo objetivo, mas pode ter certeza que vamos trabalhar para que as coisas boas possam acontecer, não vamos medir esforços para que o sucesso venha”, destacou Fabiano Eller.

A dupla se conheceu enquanto o defensor ainda atuava pelo Red Bull Brasil e Catalá era auxiliar de Maurício Barbieri. No ano passado, quando o treinador foi convidado para assumir o Mirassol, tentou levar Eller, que inicialmente não aceitou para resolver problema particular. Depois, quando o comandante foi contratado pelo Guarani, o ex-zagueiro topou o desafio e tiveram a primeira experiência juntos.

“Foi surpresa para mim ter feito a proposta, porque nunca tinha comentado comigo. Fomos para o Guarani juntos, pegamos um trabalho no meio, então serviu como experiência. Agora a situação é outra, pegando do início, jogadores novos. Abracei o trabalho dele, confio, é cara honesto, trabalhador”, elogiou Eller. “Sou novo e estou aprendendo a cada dia. Com minha bagagem tenho muito a passar para os jogadores, tenho vasta experiência de ter trabalhado com grandes treinadores, grandes jogadores e em grandes clubes em 23 anos de carreira, não só na parte defensiva”, complementou o auxiliar. “Sempre fui bem-sucedido, sempre que entrava era para vencer e quero ser vencedor, mostrar meu trabalho”, concluiu. 



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Fabiano Eller diz que não veio ao Tigre ‘a passeio’

Auxiliar de Ricardo Catalá, ex-zagueiro mira acesso à elite com o São Bernardo FC

Dérek Bittencourt
Do Diário do Grande ABC

27/01/2021 | 00:01


Campeão mundial de clubes, tricampeão da Libertadores, bicampeão brasileiro, entre muitas outras conquistas. É com este currículo e todo o conhecimento adquirido em 23 anos de carreira que o ex-zagueiro Fabiano Eller chega para compor a comissão técnica do São Bernardo FC, junto do treinador Ricardo Catalá. E o objetivo é muito claro: colocar o Tigre na Série A-1 do Campeonato Paulista de 2022.

“Não viemos aqui para passear, viemos com a proposta de subir o clube. A estrutura está sendo dada, os jogadores não podem reclamar de nada, boas condições de trabalho, o clube tem projeto de subir, ano que vem disputar a Primeira Divisão do Paulistão. Tem muito a percorrer ainda, todos os clubes têm o mesmo objetivo, mas pode ter certeza que vamos trabalhar para que as coisas boas possam acontecer, não vamos medir esforços para que o sucesso venha”, destacou Fabiano Eller.

A dupla se conheceu enquanto o defensor ainda atuava pelo Red Bull Brasil e Catalá era auxiliar de Maurício Barbieri. No ano passado, quando o treinador foi convidado para assumir o Mirassol, tentou levar Eller, que inicialmente não aceitou para resolver problema particular. Depois, quando o comandante foi contratado pelo Guarani, o ex-zagueiro topou o desafio e tiveram a primeira experiência juntos.

“Foi surpresa para mim ter feito a proposta, porque nunca tinha comentado comigo. Fomos para o Guarani juntos, pegamos um trabalho no meio, então serviu como experiência. Agora a situação é outra, pegando do início, jogadores novos. Abracei o trabalho dele, confio, é cara honesto, trabalhador”, elogiou Eller. “Sou novo e estou aprendendo a cada dia. Com minha bagagem tenho muito a passar para os jogadores, tenho vasta experiência de ter trabalhado com grandes treinadores, grandes jogadores e em grandes clubes em 23 anos de carreira, não só na parte defensiva”, complementou o auxiliar. “Sempre fui bem-sucedido, sempre que entrava era para vencer e quero ser vencedor, mostrar meu trabalho”, concluiu. 

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;