Fechar
Publicidade

Quarta-Feira, 24 de Fevereiro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Esportes

esportes@dgabc.com.br | 4435-8384

Mancini quer 'reequilibrar' Corinthians para seguir luta por vaga na Libertadores

 Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra


26/01/2021 | 08:53


Em uma rodada que poderia diminuir para três pontos a diferença para o G6 do Campeonato Brasileiro - grupo que hoje integra a zona de classificação à próxima edição da Copa Libertadores -, o Corinthians desperdiçou essa oportunidade com a derrota para o Red Bull Bragantino por 2 a 0, em casa, na segunda-feira. Agora tem mais sete jogos para atingir o objetivo e o técnico Vagner Mancini quer "reequilibrar" o time para isso.

"Vencendo as partidas. Temos que ser realistas, tem que ganhar os jogos que faltam se quiser sonhar. Fugimos do Z4 (zona de rebaixamento) e agora a meta é outra, mais difícil, se não tivermos as vitórias fica difícil. Os pontos não voltarão mais, sentimos, mas não podemos nos abater. Temos exemplos de quem jogou em casa, perdeu e buscou fora. Essa é nossa missão, buscar fora de casa pra reequilibrar a campanha", afirmou Mancini.

Com o vencedor da Copa do Brasil - Palmeiras ou Grêmio -, o G6 do Brasileirão deve se tornar G7. Contudo, as chances podem ser maiores caso o vencedor da Copa Libertadores - Palmeiras ou Santos - já esteja

dentro da zona de classificação.

Questionado sobre se torceria para o Palmeiras, maior rival do Corinthians, vencer a Libertadores para que seu caminho até a competição fosse encurtado, o treinador deixou claro que sua única torcida é para sua equipe.

"Nós mudamos a meta, sim, porque atingimos a primeira, mas a segunda é mais difícil. Os adversários vêm bem, não da para achar que vai chegar, tem que merecer. E ficamos distantes. Mas não vamos nos abater ou jogar a toalha. Podemos jogar mais, sabemos que foi atípico do que a gente já viu, então é hora de

ajustes, aprender com os erros e melhorar, alcançar o segundo objetivo. Eu torço para o Corinthians, não para mais ninguém. Sou fundamentado no meu trabalho, que faço diariamente, para ver uma equipe evoluindo", finalizou o treinador.

O próximo jogo será nesta quinta-feira, em Salvador, contra o Bahia, em partida atrasada da 30.ª rodada. Os meias Léo Natel e Otero, que substituíram Gustavo Mosquito e Mateus Vital contra o Red Bull Bragantino, foram advertidos com o terceiro cartão amarelo e serão desfalques.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Mancini quer 'reequilibrar' Corinthians para seguir luta por vaga na Libertadores


26/01/2021 | 08:53


Em uma rodada que poderia diminuir para três pontos a diferença para o G6 do Campeonato Brasileiro - grupo que hoje integra a zona de classificação à próxima edição da Copa Libertadores -, o Corinthians desperdiçou essa oportunidade com a derrota para o Red Bull Bragantino por 2 a 0, em casa, na segunda-feira. Agora tem mais sete jogos para atingir o objetivo e o técnico Vagner Mancini quer "reequilibrar" o time para isso.

"Vencendo as partidas. Temos que ser realistas, tem que ganhar os jogos que faltam se quiser sonhar. Fugimos do Z4 (zona de rebaixamento) e agora a meta é outra, mais difícil, se não tivermos as vitórias fica difícil. Os pontos não voltarão mais, sentimos, mas não podemos nos abater. Temos exemplos de quem jogou em casa, perdeu e buscou fora. Essa é nossa missão, buscar fora de casa pra reequilibrar a campanha", afirmou Mancini.

Com o vencedor da Copa do Brasil - Palmeiras ou Grêmio -, o G6 do Brasileirão deve se tornar G7. Contudo, as chances podem ser maiores caso o vencedor da Copa Libertadores - Palmeiras ou Santos - já esteja

dentro da zona de classificação.

Questionado sobre se torceria para o Palmeiras, maior rival do Corinthians, vencer a Libertadores para que seu caminho até a competição fosse encurtado, o treinador deixou claro que sua única torcida é para sua equipe.

"Nós mudamos a meta, sim, porque atingimos a primeira, mas a segunda é mais difícil. Os adversários vêm bem, não da para achar que vai chegar, tem que merecer. E ficamos distantes. Mas não vamos nos abater ou jogar a toalha. Podemos jogar mais, sabemos que foi atípico do que a gente já viu, então é hora de

ajustes, aprender com os erros e melhorar, alcançar o segundo objetivo. Eu torço para o Corinthians, não para mais ninguém. Sou fundamentado no meu trabalho, que faço diariamente, para ver uma equipe evoluindo", finalizou o treinador.

O próximo jogo será nesta quinta-feira, em Salvador, contra o Bahia, em partida atrasada da 30.ª rodada. Os meias Léo Natel e Otero, que substituíram Gustavo Mosquito e Mateus Vital contra o Red Bull Bragantino, foram advertidos com o terceiro cartão amarelo e serão desfalques.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;