Fechar
Publicidade

Quinta-Feira, 25 de Fevereiro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Economia

soraiapedrozo@dgabc.com.br | 4435-8057

Guterres: vemos que as desigualdades se aprofundaram durante a crise da covid-19



25/01/2021 | 14:32


O secretário-geral da Organização das Nações Unidas, António Guterres, afirmou, durante a versão online Fórum Econômico Mundial, chamada de Fórum Digital de Davos, que a pandemia do novo coronavírus aprofundou ainda mais as desigualdades sociais e fragilizou relações entre países.

"Vemos fragilidade e divisão na política internacional. Precisamos de uma economia global que respeite as leis internacionais", afirmou.

Além da preocupação com a recuperação econômica, Guterres alertou para os riscos ambientais, e estimulou a promoção da economia sustentável e da política de "carbono zero". "É hora de mudar o curso e tomar um caminho sustentável.Precisamos de uma recuperação sustentável, sem guerras e sem catástrofe ambiental. Precisamos acabar com comércio perverso de combustíveis fósseis", disse.

Guterres também afirmou que é necessário criar "um novo contrato social, para que pessoas vivam com dignidade".



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Guterres: vemos que as desigualdades se aprofundaram durante a crise da covid-19


25/01/2021 | 14:32


O secretário-geral da Organização das Nações Unidas, António Guterres, afirmou, durante a versão online Fórum Econômico Mundial, chamada de Fórum Digital de Davos, que a pandemia do novo coronavírus aprofundou ainda mais as desigualdades sociais e fragilizou relações entre países.

"Vemos fragilidade e divisão na política internacional. Precisamos de uma economia global que respeite as leis internacionais", afirmou.

Além da preocupação com a recuperação econômica, Guterres alertou para os riscos ambientais, e estimulou a promoção da economia sustentável e da política de "carbono zero". "É hora de mudar o curso e tomar um caminho sustentável.Precisamos de uma recuperação sustentável, sem guerras e sem catástrofe ambiental. Precisamos acabar com comércio perverso de combustíveis fósseis", disse.

Guterres também afirmou que é necessário criar "um novo contrato social, para que pessoas vivam com dignidade".

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;