Fechar
Publicidade

Sábado, 27 de Fevereiro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Política

politica@dgabc.com.br | 4435-8391

Grupos da direita repetem esquerda e pedem saída de Bolsonaro no Rio



24/01/2021 | 19:04


Quatro anos depois de irem às ruas pedir o impeachment da ex-presidente da República Dilma Rousseff e dois anos após apoiar a eleição do presidente da República, Jair Bolsonaro, grupos como Vem pra Rua e Movimento Brasil Livre organizaram neste domingo, no Rio, carreata para pedir a saída do atual mandatário, alegando traição às promessas feitas durante a campanha, em 2018.

O evento segue o realizado no sábado, 23, pela esquerda, que teve maior força em Brasília e no Rio de Janeiro. Neste domingo, foi a vez de São Paulo, que reuniu mais participantes para pedir o impeachment de Bolsonaro.

Com encontro marcado pelas redes sociais e Whatsapp para 10h30 no estacionamento de um supermercado da Barra da Tijuca, zona oeste da cidade, a carreata repetiu a do sábado com buzinaços e gritos de "Fora, Bolsonaro". O volume de carros, porém, não chegou a merecer o acompanhamento em tempo real do Centro de Operações do Rio (COR), que no sábado monitorou a carreata da esquerda do começo ao fim.

A Polícia Militar também não registrou nenhuma ocorrência na cidade, segundo informou ao Broadcast, sistema de notícias em tempo real do Grupo Estado.

Nas redes sociais, vídeos mostravam a fila de carros dos manifestantes, que percorreram a zona sul e encerraram a carreta antes do início da prova do Enem, para não causar problemas, segundo uma das participantes declarou nas redes sociais.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Grupos da direita repetem esquerda e pedem saída de Bolsonaro no Rio


24/01/2021 | 19:04


Quatro anos depois de irem às ruas pedir o impeachment da ex-presidente da República Dilma Rousseff e dois anos após apoiar a eleição do presidente da República, Jair Bolsonaro, grupos como Vem pra Rua e Movimento Brasil Livre organizaram neste domingo, no Rio, carreata para pedir a saída do atual mandatário, alegando traição às promessas feitas durante a campanha, em 2018.

O evento segue o realizado no sábado, 23, pela esquerda, que teve maior força em Brasília e no Rio de Janeiro. Neste domingo, foi a vez de São Paulo, que reuniu mais participantes para pedir o impeachment de Bolsonaro.

Com encontro marcado pelas redes sociais e Whatsapp para 10h30 no estacionamento de um supermercado da Barra da Tijuca, zona oeste da cidade, a carreata repetiu a do sábado com buzinaços e gritos de "Fora, Bolsonaro". O volume de carros, porém, não chegou a merecer o acompanhamento em tempo real do Centro de Operações do Rio (COR), que no sábado monitorou a carreata da esquerda do começo ao fim.

A Polícia Militar também não registrou nenhuma ocorrência na cidade, segundo informou ao Broadcast, sistema de notícias em tempo real do Grupo Estado.

Nas redes sociais, vídeos mostravam a fila de carros dos manifestantes, que percorreram a zona sul e encerraram a carreta antes do início da prova do Enem, para não causar problemas, segundo uma das participantes declarou nas redes sociais.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;