Fechar
Publicidade

Domingo, 7 de Março

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Cultura & Lazer

cultura@dgabc.com.br | 4435-8364

Polícia Civil indicia dois empresários pela agressão ao ator Henri Castelli

 Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra


22/01/2021 | 16:11


A Polícia Civil de Alagoas indiciou dois empresários por agressão ao ator Henri Castelli na Barra de São Miguel, em dezembro de 2020. De acordo com informações divulgadas pelo Portal G1, Bernardo Malta e Guilherme Accioly foram indiciados por agressão corporal grave.

O caso veio à tona no dia 11 de janeiro, quando Henri contou sobre o ocorrido nas redes sociais. O ator teve a mandíbula fraturada e passou por cirurgias. Em entrevista ao Fantástico, Castelli contou que pode ficar com sequelas.

- Eu tenho risco de ter sequelas quando desinchar daqui a 30 dias, quando eu penso nisso, é o sustento da minha família, eu trabalho com isso. Eu sustento a minha família sozinho.

Depois da repercussão da entrevista, o advogado dos agressores, Lucas Dória, deu uma entrevista para a rádio Jovem Pan desmentindo o ator. Entretanto, o delegado Fabrício Nascimento investigou o caso e indiciou os dois suspeitos. O inquérito policial já foi concluído e enviado ao Ministério Público do Estado de Alagoas.

Procuradas, a assessoria de imprensa do artista, a Polícia Civil de Alagoas e o advogado dos agressores não retornaram o contato para dar mais informações sobre o caso.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Polícia Civil indicia dois empresários pela agressão ao ator Henri Castelli


22/01/2021 | 16:11


A Polícia Civil de Alagoas indiciou dois empresários por agressão ao ator Henri Castelli na Barra de São Miguel, em dezembro de 2020. De acordo com informações divulgadas pelo Portal G1, Bernardo Malta e Guilherme Accioly foram indiciados por agressão corporal grave.

O caso veio à tona no dia 11 de janeiro, quando Henri contou sobre o ocorrido nas redes sociais. O ator teve a mandíbula fraturada e passou por cirurgias. Em entrevista ao Fantástico, Castelli contou que pode ficar com sequelas.

- Eu tenho risco de ter sequelas quando desinchar daqui a 30 dias, quando eu penso nisso, é o sustento da minha família, eu trabalho com isso. Eu sustento a minha família sozinho.

Depois da repercussão da entrevista, o advogado dos agressores, Lucas Dória, deu uma entrevista para a rádio Jovem Pan desmentindo o ator. Entretanto, o delegado Fabrício Nascimento investigou o caso e indiciou os dois suspeitos. O inquérito policial já foi concluído e enviado ao Ministério Público do Estado de Alagoas.

Procuradas, a assessoria de imprensa do artista, a Polícia Civil de Alagoas e o advogado dos agressores não retornaram o contato para dar mais informações sobre o caso.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;