Fechar
Publicidade

Domingo, 7 de Março

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

|

O plebiscito de Rio Grande da Serra

Os eleitores do distrito de Icatuaçu foram às urnas em 1º de dezembro de 1963 e de um total de 600 eleitores, 440 votaram ‘sim’, pela autonomia da cidade


Ademir Medici
Do Diário do Grande ABC

22/01/2021 | 07:00


PESQUISA
A advogada e historiadora Gisela Leonor Saar conta esta história da independência da sua cidade, num texto datilografado enviado à Memória há muitos anos. Seu objetivo era publicar um livro.
Não foi possível. Porém, Dra. Gisela recepcionou os colegas memorialistas nas duas vezes em que Rio Grande da Serra sediou o Congresso de História do Grande ABC, em 2002 e 2017.
A história do plebiscito em Rio Grande da Serra vai contada por ela nos tópicos que se seguem.

A liderança do Zé do Cartório
Um sonho: anexar Paranapiacaba
Rio Grande da Paulicèia? Não, da Serra

391 – O movimento emancipacionista de Rio Grande da Serra ganha força com a Lei 8.001, de 11 de outubro de 1963, a qual, em seu artigo 3º, criava oportunidade para os municípios que ao serem criados tivessem as suas divisas intermunicipais alteradas. Oportunidade de estabelecer a área territorial definitiva, de acordo com sua história.
392 – Em Rio Grande da Serra agitavam-se os cidadãos visando a emancipação do distrito de Icatuaçu (do tupi, água doce, abundante, boa e salubre).
393 – Dentre os emancipacionistas: Miguel Carnavale, Henrique Pontes Moreira, Antão Piedade, Humberto Revizzi, Ubirajara Guimarães, Adelino Figueiredo, Graciano Mariano, Miyoso Nishikawara, Irinéia José Midolli, Jove Dota, Arcenio Figueiredo, entre tantos outros.
394 – O líder do movimento, batalhador inconteste e arrojado político, o Sr. Carlos José da Graça Veiga Carlson, que também assinava Carlos Carlson e, familiarmente, conhecido como Zé do Cartório, na ocasião titular do Cartório de Registro Civil e de Notas de Icatuaçu, cujo movimento mereceu o singular apoio na Assembléia Legislativa do Estado, dos deputados Ademar Monteiro Pacheco, Élio Bernardi, José Jorge Curi e, na Câmara Federal, do deputado Amaral Furlan.
395 – A pretensão dos líderes do movimento era a anexação do distrito de Paranapiacaba a Rio Grande, e a alteração do nome de Icatuaçu para Rio Grande da Pauliceia, com a emancipação do distrito para elevação a município.
396 – É realizado o plebiscito em 1º de dezembro de 1963, cujo pleito alcançou 440 votos ‘sim’ dentre 600 eleitores.
397 – Assim, pela Lei 8.050, de 31 de dezembro de 1963, que dispõe sobre o quadro territorial administrativo e judiciário do Estado, não só é alterada a denominação de Icatuaçu para Rio Grande da Serra (e não Rio Grande da Pauliceia) e a elevação do distrito à categoria de município, sendo a comarca a de Ribeirão Pires.

NOTAS HISTÓRICAS
(Professor Theotonio Moura, do Instituto de Educação Estadual Fernão Dias Paes; geógrafo e técnico em planejamento; fonte: A Voz de Mauá, maio de 1973)
398 – Em 1953, pela lei número 2.456, o distrito de Ribeirão Pires desmembrou-se do município de Santo André e foi elevado à categoria de município. Sua área territorial abrangia o lugarejo de ‘Rio Grande’, que passou a chamar-se Icatuaçu, sendo elevado à categoria de distrito de paz.
399 – Com a criação do município de Rio Grande da Serra, o lugar volta a adotar seu nome primitivo de ‘Rio Grande’. Dada a sua situação geográfica, o nome é acrescido do termo ‘da Serra’.
400 – As primeiras eleições municipais são realizadas em 7 de março de 1965 e a instalação do sétimo município do Grande ABC, em 21 de março daquele ano, com será visto.

Diário há meio século
Sexta-feira, 22 de janeiro de 1971 – ano 13, edição 1441
Manchete – Crise no Uruguai: cai outro ministro
Santo André – Encontrados escorpiões em residência do Parque Jaçatuba.
Esportes – Seleção paulista juvenil feminina de basquetebol inicia os preparativos com vistas ao Campeonato Brasileiro. Os treinos são realizados na Associação dos Funcionários Públicos de São Bernardo.
As convocadas: Maria Capela de Camargo (Selma), Simone Bechetti, Rosemary Paixão (Rose), Teresa Cristina Pina, Thelma Pina, Edna Navas, Narcisa Formentini, Márcia Perecin, Maria Teresa Evaristo Goes, Vanda Helena Turco e Ildaneti Romeiro Turco. Técnico: Barbosa.
Teresa, Thelma, Edna e Narcisa começaram a jogar basquete em São Bernardo; Márcia jogava no Bela Vista; Vanda e Ildaneti, do Bochofilo, iniciaram carreira no CA Rhodia.

Em 22 de janeiro de...
1916 – Senador Flaquer, residente em Santo André, recebe a visita do coronel Francisco Ignacio de Toledo, da Capital.
1921 – Primeiro de Maio, de Santo André, participa do festival de futebol do União Brasil FC, da Capital. Os jogos são realizados no campo do Corinthians Paulista, em São Paulo.
- Londres (UP) – A denúncia de existir a escravatura em algumas colônias britânicas causou grande agitação em Londres.
1931 – Casa Publicadora Brasileira, de Santo André, lança o número 7 da revista O Atalaia. Entre as matérias publicadas, ‘A reforma da guerra e a paz universal’.
1956 – Esporte Clube Vila Pires, de Santo André, inaugura sua nova praça de esportes.
n Deixou a Delegacia de Polícia de São Caetano o delegado Renato Leite Santana. Vai assumir o comando da Polícia Marítima. Foi substituído pelo delegado Paulo Fernando Furquim de Almeida.
1986 – Unidade Matarazzo de São Caetano paralisa a produção de BHC.

Santos do dia
- Vicente Pallotti.
- José Nascimbini.
- Laura Vicuña.
- Guilherme José Chaminade.
- Vicente. Diácono. É o mártir mais célebre da Espanha e Portugal. Faleceu no ano 304.

Município paulista
- Hoje é o aniversário de São Vicente.
Descoberto pela expedição de Gaspar de Lemos em 1502, que o batizou em homenagem a São Vicente Mártir.
Teve o nome ratificado por Martim Afonso de Souza em 22 de janeiro de 1532.
Título: Célula Mater da Nacionalidade, por lei federal de 1965.
Fonte: Rosicler Martins Rodrigues, Cidades Brasileiras, do Passado ao Presente (Ed. Moderna, 2ª Ed., SP, 2003). 



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

O plebiscito de Rio Grande da Serra

Os eleitores do distrito de Icatuaçu foram às urnas em 1º de dezembro de 1963 e de um total de 600 eleitores, 440 votaram ‘sim’, pela autonomia da cidade

Ademir Medici
Do Diário do Grande ABC

22/01/2021 | 07:00


PESQUISA
A advogada e historiadora Gisela Leonor Saar conta esta história da independência da sua cidade, num texto datilografado enviado à Memória há muitos anos. Seu objetivo era publicar um livro.
Não foi possível. Porém, Dra. Gisela recepcionou os colegas memorialistas nas duas vezes em que Rio Grande da Serra sediou o Congresso de História do Grande ABC, em 2002 e 2017.
A história do plebiscito em Rio Grande da Serra vai contada por ela nos tópicos que se seguem.

A liderança do Zé do Cartório
Um sonho: anexar Paranapiacaba
Rio Grande da Paulicèia? Não, da Serra

391 – O movimento emancipacionista de Rio Grande da Serra ganha força com a Lei 8.001, de 11 de outubro de 1963, a qual, em seu artigo 3º, criava oportunidade para os municípios que ao serem criados tivessem as suas divisas intermunicipais alteradas. Oportunidade de estabelecer a área territorial definitiva, de acordo com sua história.
392 – Em Rio Grande da Serra agitavam-se os cidadãos visando a emancipação do distrito de Icatuaçu (do tupi, água doce, abundante, boa e salubre).
393 – Dentre os emancipacionistas: Miguel Carnavale, Henrique Pontes Moreira, Antão Piedade, Humberto Revizzi, Ubirajara Guimarães, Adelino Figueiredo, Graciano Mariano, Miyoso Nishikawara, Irinéia José Midolli, Jove Dota, Arcenio Figueiredo, entre tantos outros.
394 – O líder do movimento, batalhador inconteste e arrojado político, o Sr. Carlos José da Graça Veiga Carlson, que também assinava Carlos Carlson e, familiarmente, conhecido como Zé do Cartório, na ocasião titular do Cartório de Registro Civil e de Notas de Icatuaçu, cujo movimento mereceu o singular apoio na Assembléia Legislativa do Estado, dos deputados Ademar Monteiro Pacheco, Élio Bernardi, José Jorge Curi e, na Câmara Federal, do deputado Amaral Furlan.
395 – A pretensão dos líderes do movimento era a anexação do distrito de Paranapiacaba a Rio Grande, e a alteração do nome de Icatuaçu para Rio Grande da Pauliceia, com a emancipação do distrito para elevação a município.
396 – É realizado o plebiscito em 1º de dezembro de 1963, cujo pleito alcançou 440 votos ‘sim’ dentre 600 eleitores.
397 – Assim, pela Lei 8.050, de 31 de dezembro de 1963, que dispõe sobre o quadro territorial administrativo e judiciário do Estado, não só é alterada a denominação de Icatuaçu para Rio Grande da Serra (e não Rio Grande da Pauliceia) e a elevação do distrito à categoria de município, sendo a comarca a de Ribeirão Pires.

NOTAS HISTÓRICAS
(Professor Theotonio Moura, do Instituto de Educação Estadual Fernão Dias Paes; geógrafo e técnico em planejamento; fonte: A Voz de Mauá, maio de 1973)
398 – Em 1953, pela lei número 2.456, o distrito de Ribeirão Pires desmembrou-se do município de Santo André e foi elevado à categoria de município. Sua área territorial abrangia o lugarejo de ‘Rio Grande’, que passou a chamar-se Icatuaçu, sendo elevado à categoria de distrito de paz.
399 – Com a criação do município de Rio Grande da Serra, o lugar volta a adotar seu nome primitivo de ‘Rio Grande’. Dada a sua situação geográfica, o nome é acrescido do termo ‘da Serra’.
400 – As primeiras eleições municipais são realizadas em 7 de março de 1965 e a instalação do sétimo município do Grande ABC, em 21 de março daquele ano, com será visto.

Diário há meio século
Sexta-feira, 22 de janeiro de 1971 – ano 13, edição 1441
Manchete – Crise no Uruguai: cai outro ministro
Santo André – Encontrados escorpiões em residência do Parque Jaçatuba.
Esportes – Seleção paulista juvenil feminina de basquetebol inicia os preparativos com vistas ao Campeonato Brasileiro. Os treinos são realizados na Associação dos Funcionários Públicos de São Bernardo.
As convocadas: Maria Capela de Camargo (Selma), Simone Bechetti, Rosemary Paixão (Rose), Teresa Cristina Pina, Thelma Pina, Edna Navas, Narcisa Formentini, Márcia Perecin, Maria Teresa Evaristo Goes, Vanda Helena Turco e Ildaneti Romeiro Turco. Técnico: Barbosa.
Teresa, Thelma, Edna e Narcisa começaram a jogar basquete em São Bernardo; Márcia jogava no Bela Vista; Vanda e Ildaneti, do Bochofilo, iniciaram carreira no CA Rhodia.

Em 22 de janeiro de...
1916 – Senador Flaquer, residente em Santo André, recebe a visita do coronel Francisco Ignacio de Toledo, da Capital.
1921 – Primeiro de Maio, de Santo André, participa do festival de futebol do União Brasil FC, da Capital. Os jogos são realizados no campo do Corinthians Paulista, em São Paulo.
- Londres (UP) – A denúncia de existir a escravatura em algumas colônias britânicas causou grande agitação em Londres.
1931 – Casa Publicadora Brasileira, de Santo André, lança o número 7 da revista O Atalaia. Entre as matérias publicadas, ‘A reforma da guerra e a paz universal’.
1956 – Esporte Clube Vila Pires, de Santo André, inaugura sua nova praça de esportes.
n Deixou a Delegacia de Polícia de São Caetano o delegado Renato Leite Santana. Vai assumir o comando da Polícia Marítima. Foi substituído pelo delegado Paulo Fernando Furquim de Almeida.
1986 – Unidade Matarazzo de São Caetano paralisa a produção de BHC.

Santos do dia
- Vicente Pallotti.
- José Nascimbini.
- Laura Vicuña.
- Guilherme José Chaminade.
- Vicente. Diácono. É o mártir mais célebre da Espanha e Portugal. Faleceu no ano 304.

Município paulista
- Hoje é o aniversário de São Vicente.
Descoberto pela expedição de Gaspar de Lemos em 1502, que o batizou em homenagem a São Vicente Mártir.
Teve o nome ratificado por Martim Afonso de Souza em 22 de janeiro de 1532.
Título: Célula Mater da Nacionalidade, por lei federal de 1965.
Fonte: Rosicler Martins Rodrigues, Cidades Brasileiras, do Passado ao Presente (Ed. Moderna, 2ª Ed., SP, 2003). 

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;