Fechar
Publicidade

Sábado, 27 de Fevereiro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Nacional

nacional@dgabc.com.br | 4435-8301

PF pega 100 lagartos, aranhas, sapos e peixes com biólogo russo em Cumbica



20/01/2021 | 15:58


Um biólogo russo foi flagrado nesta madrugada de quarta (20) pela Polícia Federal (PF) tentando levar aproximadamente 100 animais vivos, incluindo lagartos, aranhas, sapos e peixes, do Brasil para a Rússia. A apreensão foi realizada no aeroporto de Cumbica, em Guarulhos, região metropolitana de São Paulo. De acordo com a PF, o homem escondia os animais em suas bagagens e tinha a intenção de comercializá-los no país europeu.

Nas imagens feitas pela Polícia Federal, é mostrado que alguns animais foram colocados em potes de cozinha e os peixes foram depositados em garrafas de água mineral. O suspeito confessou que veio ao País coletar os animais e informou que eles foram recolhidos nos estados de São Paulo, Santa Catarina e Rio Grande do Sul.

Após a conflagração da ocorrência, Ibama foi acionado e encaminhou uma equipe até o aeroporto. O Instituto Butantan também foi notificado e deve contribuir com a elaboração de relatório sobre as espécies apreendidas.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

PF pega 100 lagartos, aranhas, sapos e peixes com biólogo russo em Cumbica


20/01/2021 | 15:58


Um biólogo russo foi flagrado nesta madrugada de quarta (20) pela Polícia Federal (PF) tentando levar aproximadamente 100 animais vivos, incluindo lagartos, aranhas, sapos e peixes, do Brasil para a Rússia. A apreensão foi realizada no aeroporto de Cumbica, em Guarulhos, região metropolitana de São Paulo. De acordo com a PF, o homem escondia os animais em suas bagagens e tinha a intenção de comercializá-los no país europeu.

Nas imagens feitas pela Polícia Federal, é mostrado que alguns animais foram colocados em potes de cozinha e os peixes foram depositados em garrafas de água mineral. O suspeito confessou que veio ao País coletar os animais e informou que eles foram recolhidos nos estados de São Paulo, Santa Catarina e Rio Grande do Sul.

Após a conflagração da ocorrência, Ibama foi acionado e encaminhou uma equipe até o aeroporto. O Instituto Butantan também foi notificado e deve contribuir com a elaboração de relatório sobre as espécies apreendidas.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;