Fechar
Publicidade

Quarta-Feira, 24 de Fevereiro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Nacional

nacional@dgabc.com.br | 4435-8301

Antaq determina prioridade a cargas de oxigênio e material hospitalar para o AM



20/01/2021 | 10:06


A Agência Nacional de Transportes Aquaviários (Antaq) tornou prioritário, nas travessias reguladas pelo órgão, o embarque e desembarque de veículos com cargas de material hospitalar ou oxigênio com origem ou destino ao Estado do Amazonas. O sistema de saúde da capital do Estado, Manaus, entrou em colapso em virtude do agravamento da pandemia de covid-19 na cidade. A situação na capital amazonense piorou desde a semana passada, quando começou a faltar oxigênio hospitalar para tratar pacientes, o que provocou mortes por asfixia.

A falta de oxigênio atinge pacientes com diferentes problemas de saúde, inclusive pessoas com covid-19 e até bebês prematuros. O problema já afeta outras cidades do Amazonas, além de Manaus.

A decisão da Antaq, publicada no Diário Oficial da União (DOU), ainda estabelece que os operadores da linha de travessia de veículos entre os municípios de Manaus e Careiro da Várzea, na diretriz da Rodovia BR-319, deverão realizar o transporte imediato do veículo com cargas desses materiais. A obrigação desse transporte imediato se dará pela empresa que se encontrar disponível, diz o ato.

O texto também diz que, quando necessário, a Antaq emitirá autorização emergencial para o transporte longitudinal de cargas e para o transporte misto de passageiros e cargas de material hospitalar e oxigênio, comprimido ou líquido refrigerado, para a região hidrográfica amazônica.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Antaq determina prioridade a cargas de oxigênio e material hospitalar para o AM


20/01/2021 | 10:06


A Agência Nacional de Transportes Aquaviários (Antaq) tornou prioritário, nas travessias reguladas pelo órgão, o embarque e desembarque de veículos com cargas de material hospitalar ou oxigênio com origem ou destino ao Estado do Amazonas. O sistema de saúde da capital do Estado, Manaus, entrou em colapso em virtude do agravamento da pandemia de covid-19 na cidade. A situação na capital amazonense piorou desde a semana passada, quando começou a faltar oxigênio hospitalar para tratar pacientes, o que provocou mortes por asfixia.

A falta de oxigênio atinge pacientes com diferentes problemas de saúde, inclusive pessoas com covid-19 e até bebês prematuros. O problema já afeta outras cidades do Amazonas, além de Manaus.

A decisão da Antaq, publicada no Diário Oficial da União (DOU), ainda estabelece que os operadores da linha de travessia de veículos entre os municípios de Manaus e Careiro da Várzea, na diretriz da Rodovia BR-319, deverão realizar o transporte imediato do veículo com cargas desses materiais. A obrigação desse transporte imediato se dará pela empresa que se encontrar disponível, diz o ato.

O texto também diz que, quando necessário, a Antaq emitirá autorização emergencial para o transporte longitudinal de cargas e para o transporte misto de passageiros e cargas de material hospitalar e oxigênio, comprimido ou líquido refrigerado, para a região hidrográfica amazônica.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;