Fechar
Publicidade

Terça-Feira, 2 de Março

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Internacional

internacional@dgabc.com.br | 4435-8301

Em sessão tumultuada, governo Conte vence por 156 votos no Senado italiano



19/01/2021 | 19:20


O governo italiano de Giuseppe Conte conseguiu uma vitória no Senado, ao obter 156 votos de confiança na Casa, o que é avaliado com uma manifestação de força gabinete. Com 140 senadores contrários, o governo de Conte foi alvo de diversas críticas durante a sessão, mas conseguiu apoio de alguns congressistas que eram esperados de se votarem contrários. Dois membros do Forza Itália apoiaram Conte, ação na qual um dos líderes da sigla, Antonio Tajani, afirmou que levaria à exclusão do partido.

O líder do partido Itália Viva, Matteo Renzi, cujo rompimento com o Conte foi o estopim para a crise, se absteve por duas vezes na votação, e afirmou que o país precisa de um governo mais forte, e a manutenção do atual é perigosa. Os senadores do partido seguiram Renzi, e 16 do Itália Viva se abstiveram. Mais cedo, Conte havia respondido que "se há um problema de números, se não estiverem aí o governo vai para casa".

O discurso do líder da Liga, Matteo Salvini, inflamou o Senado e foi interrompido por diversas vezes. O político criticou a política europeia, o apoio aos produtos "made in Italia", imigração, aborto, dentre outros temas do governo de Conte.

A sessão seguiu tumultuada após o fechamento da votação. Um senador não pode votar por em tese ter chegado após o encerramento, o que levou a uma revisão das câmeras. Após minutos de deliberação, o voto foi admitido, favorável ao governo, e ampliando a maioria de Conte, que chegou a ter publicada uma maioria de 154 senadores por alguns veículos de imprensa antes da confusão.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Em sessão tumultuada, governo Conte vence por 156 votos no Senado italiano


19/01/2021 | 19:20


O governo italiano de Giuseppe Conte conseguiu uma vitória no Senado, ao obter 156 votos de confiança na Casa, o que é avaliado com uma manifestação de força gabinete. Com 140 senadores contrários, o governo de Conte foi alvo de diversas críticas durante a sessão, mas conseguiu apoio de alguns congressistas que eram esperados de se votarem contrários. Dois membros do Forza Itália apoiaram Conte, ação na qual um dos líderes da sigla, Antonio Tajani, afirmou que levaria à exclusão do partido.

O líder do partido Itália Viva, Matteo Renzi, cujo rompimento com o Conte foi o estopim para a crise, se absteve por duas vezes na votação, e afirmou que o país precisa de um governo mais forte, e a manutenção do atual é perigosa. Os senadores do partido seguiram Renzi, e 16 do Itália Viva se abstiveram. Mais cedo, Conte havia respondido que "se há um problema de números, se não estiverem aí o governo vai para casa".

O discurso do líder da Liga, Matteo Salvini, inflamou o Senado e foi interrompido por diversas vezes. O político criticou a política europeia, o apoio aos produtos "made in Italia", imigração, aborto, dentre outros temas do governo de Conte.

A sessão seguiu tumultuada após o fechamento da votação. Um senador não pode votar por em tese ter chegado após o encerramento, o que levou a uma revisão das câmeras. Após minutos de deliberação, o voto foi admitido, favorável ao governo, e ampliando a maioria de Conte, que chegou a ter publicada uma maioria de 154 senadores por alguns veículos de imprensa antes da confusão.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;