Fechar
Publicidade

Segunda-Feira, 1 de Março

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Economia

soraiapedrozo@dgabc.com.br | 4435-8057

Startup QuintoAndar começa expansão para o Nordeste



19/01/2021 | 07:08


A startup de aluguel e compra de imóveis QuintoAndar está expandindo sua operação para o Nordeste, começando pelas capitais Salvador e Recife. A empresa liberou nesta segunda, 18, o cadastro de imóveis para aluguel no aplicativo - em fevereiro, a operação terá início de fato, com a abertura da plataforma para inquilinos.

O QuintoAndar atua hoje em 30 cidades brasileiras. Segundo a empresa, entrar na região Nordeste era um plano para 2020, que foi suspenso devido à pandemia. Porém, com a aceleração do negócio nos últimos meses, a ideia foi retomada e agora - a empresa encerrou o mês dezembro com cerca de 7 mil novos contratos fechados.

"Vimos uma retomada grande no segundo semestre e achamos que era um sinal do mercado para retomarmos o plano de expansão", afirmou Thiago Tourinho, diretor de operações do QuintoAndar, ao Estadão.

O mercado imobiliário teve um 2020 melhor do que o esperado no início da pandemia. Na cidade de São Paulo, por exemplo, as vendas de imóveis novos no acumulado de 12 meses até outubro chegaram a 51,2 mil unidades, alta de 13,1% ante o mesmo período de 2019, apontou o Secovi-SP, sindicato da habitação.

Segundo o executivo, o Nordeste é mais um passo para que a startup do setor imobiliário se nacionalize, em um cenário em que tem de enfrentar concorrentes também nascidas no digital, como a Loft e a EmCasa.

Neste primeiro momento, Salvador e Recife receberão só a operação de aluguel do QuintoAndar, e não a de compra e venda - este último serviço foi anunciado no fim de 2019 e cresceu ao longo do ano passado.

"A ideia inicial é que o aluguel seja uma porta, para entrarmos com compra e venda em seguida", disse Tourinho, sem mencionar datas. "Por enquanto estamos reforçando essa operação de compra e venda em São Paulo e no Rio." O objetivo desse serviço é intermediar compra e venda de casas, ajudando a reduzir o tempo necessário para a transação, facilitando, por exemplo, o acesso ao crédito.

As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Startup QuintoAndar começa expansão para o Nordeste


19/01/2021 | 07:08


A startup de aluguel e compra de imóveis QuintoAndar está expandindo sua operação para o Nordeste, começando pelas capitais Salvador e Recife. A empresa liberou nesta segunda, 18, o cadastro de imóveis para aluguel no aplicativo - em fevereiro, a operação terá início de fato, com a abertura da plataforma para inquilinos.

O QuintoAndar atua hoje em 30 cidades brasileiras. Segundo a empresa, entrar na região Nordeste era um plano para 2020, que foi suspenso devido à pandemia. Porém, com a aceleração do negócio nos últimos meses, a ideia foi retomada e agora - a empresa encerrou o mês dezembro com cerca de 7 mil novos contratos fechados.

"Vimos uma retomada grande no segundo semestre e achamos que era um sinal do mercado para retomarmos o plano de expansão", afirmou Thiago Tourinho, diretor de operações do QuintoAndar, ao Estadão.

O mercado imobiliário teve um 2020 melhor do que o esperado no início da pandemia. Na cidade de São Paulo, por exemplo, as vendas de imóveis novos no acumulado de 12 meses até outubro chegaram a 51,2 mil unidades, alta de 13,1% ante o mesmo período de 2019, apontou o Secovi-SP, sindicato da habitação.

Segundo o executivo, o Nordeste é mais um passo para que a startup do setor imobiliário se nacionalize, em um cenário em que tem de enfrentar concorrentes também nascidas no digital, como a Loft e a EmCasa.

Neste primeiro momento, Salvador e Recife receberão só a operação de aluguel do QuintoAndar, e não a de compra e venda - este último serviço foi anunciado no fim de 2019 e cresceu ao longo do ano passado.

"A ideia inicial é que o aluguel seja uma porta, para entrarmos com compra e venda em seguida", disse Tourinho, sem mencionar datas. "Por enquanto estamos reforçando essa operação de compra e venda em São Paulo e no Rio." O objetivo desse serviço é intermediar compra e venda de casas, ajudando a reduzir o tempo necessário para a transação, facilitando, por exemplo, o acesso ao crédito.

As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;